Multidão se aglomera para saquear carga de carne suína após tombamento na BR-277 em Porto Amazonas

Polícia Rodoviária Federal (PRF) atende deste a manhã deste domingo dia 14, o tombamento de um caminhão com carga de carne suína, no km 177 da BR-277, em Porto Amazonas.

 

Após o acidente, a PRF precisou conter centenas de pessoas que tentavam fazer o saque do produto.

 

De acordo com a PRF, após o tombamento, que não deixou vítimas, centenas de pessoas se juntaram com a intenção de saquear a carga de carne suína, avaliada em quase R$ 200 mil.

 

Nesse foco de combate, a PRF evitou o crime, procedeu a segurança viária e manteve o fluxo liberado em ambos os sentidos, bem como acompanhou o transbordo da carga para evitar qualquer ação delituosa por parte da população. (Com Central Sul News). 

Hashtag:
2ᵃ parcela do Cartão Comida Boa será creditado nesta segunda dia 15

Dará início nesta segunda dia 15, à segunda fase do Cartão Comida Boa, com o carregamento de mais uma parcela de R$ 50 nos vouchers dos beneficiários do programa. O valor pode ser usado exclusivamente para a compra de gêneros alimentícios da cesta básica nos estabelecimentos comerciais previamente cadastrados.

 

A partir de agora, a primeira parcela deixará de ser creditada, e quem tiver acesso ao cartão a partir desta segunda receberá apenas a 2ᵃ parcela.

 

O benefício é voltado para quem está inserido no Cadastro Único (CadÚnico) nacional e atende aos requisitos estabelecidos no decreto 4570/20. Também são contemplados autônomos e microempreendedores individuais que tiveram a renda afetada pela pandemia, respeitando-se os critérios legais.

 

Segundo os últimos dados do Governo do Estado, cerca de 752 mil vouchers foram retirados, com a realização mais de 850 mil operações de compra. Os recursos são do Fundo Estadual de Combate à Pobreza. (Com Catve)

 

 

 

Nesta quinta dia 11, por volta das 21h20min a equipe Rotam da 3ª Cia do BPRv deslocava pela PR-364 próximo ao município de Terra Roxa - PR, quando ao sinalizar para um veículo que trafegava no sentido oposto ao da viatura, o mesmo retornou sobre a pista adentrando a uma estrada rural.

 

De imediato começou um acompanhamento ao veículo sendo que após  10 kms o mesmo veio a abandonar o veículo e fugiu em uma plantação de milho existente no local.

 

Ao aproximar do veículo foi constatado se tratar de uma GM S-10 de cor prata de Castro - PR  completamente carregada com aproximadamente 17.500 (dezessete mil e quinhentos) maços de cigarros de origem Paraguaia.

 

Após a confecção da documentação, o veículo e os cigarros foram encaminhados ao Pátio da Receita Federal em Guaíra para os procedimentos cabíveis. (Com PRE 3ª Cia Cascavel).

“BATALHÃO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA - VIDA, NOSSO MAIOR PATRIMÔNIO”

Hashtag:
Governo entrega cestas de alimentos a migrantes e refugiados

O Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, entregou esta semana 500 cestas básicas doadas pela Defesa Civil para famílias de migrantes e refugiados em situação de vulnerabilidade social por conta da pandemia de Covid-19.

 

Uma parte dos produtos foi entregue a instituições que fazem parte da rede de apoio aos imigrantes e que solicitaram auxílio. Outras cestas foram entregues diretamente no Centro de Informação para Migrantes, Refugiados e Apátridas do Paraná (Ceim), em Curitiba, para famílias atendidas no local e previamente cadastradas.

 

"A entrega obedeceu não apenas a critérios de renda, mas também levamos em conta o número de crianças e idosos nas famílias", explica a coordenadora da Política para Migrantes e Refugiados da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, Silvia Xavier.

 

Para a venezuelana Daniela de Jesus Chauran, que está em Curitiba há 8 meses, a cesta vai ajudar muito. ?Com a pandemia tudo está muito difícil, e este auxílio prestado a quem chega de fora é muito importante?, disse ela.

 

Várnia da Graça, de São Tomé e Príncipe, está em Curitiba já há 5 anos, mas no momento está desempregada. ?Não está fácil conseguir emprego, infelizmente para um migrante é ainda mais difícil. Sempre procuro o Ceim quando preciso de auxílio com documentação ou para procurar uma vaga no mercado de trabalho, e esta ajuda extra no momento vai ser muito importante para minha família?, afirmou.

 

APOIO - O Ceim é um dos locais de apoio mais procurados pelos estrangeiros que chegam ao Paraná. Somente em 2019, foram realizados 7.655 atendimentos.

 

No local os migrantes e refugiados contam com inúmeros serviços de informação, começando com as orientações necessárias para regularizar sua situação migratória no país. Também é possível ter acesso a uma unidade descentralizada da Agência do Trabalhador, que realiza o cadastramento dos imigrantes que já estejam legalizados no país e buscam oportunidade de emprego.

 

Fazemos um serviço especial no Ceim para que os imigrantes se sintam bem e tenham acesso a informação na língua deles?, explica Silvia. Além disso, também são repassadas orientações para quem pretende iniciar ou continuar um curso ou revalidar o diploma conquistado no país de origem.

 

No momento, devido à pandemia, o Ceim está trabalhando por teleatendimento pelos fones (41) 3224-1979/3223.7608, ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. (Com Agência Brasil)

 

 

 

Hashtag:
Três meses após primeiros casos, Covid-19 acelera no Paraná

O Paraná completa nesta sexta dia 12, três meses da confirmação dos primeiros casos de coronavírus em um momento de alerta no que se refere ao combate à doença no Estado. A curva da infecção acelerou consideravelmente, especialmente nos últimos 30 dias.

 

Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, no dia 12 de maio eram 1.906 casos confirmados e 113 óbitos em decorrência da Covid-19. Já o levantamento desta quinta-feira revela 8.457 infectados, um aumento de 344%. O número de residentes no Paraná que perderam a vida aumentou 148%, chegando a 280 mortes. Os recuperados somam 2.887 pessoas.

 

Apenas no mês de junho foram 3.779 confirmações (ou 44% do total) e 99 mortes (35%), o que fez o governador Carlos Massa Ratinho Junior reforçar a orientação para medidas de isolamento social e também sanitárias e preventivas, como uso de álcool gel, máscaras e evitar aglomerações.

 

"Respondemos a essa crise de maneira rápida, eficaz e responsável, mantendo o que precisava ficar aberto e recomendando isolamento social logo no começo da pandemia, o que manteve sob controle os índices", explicou o governador.

 

"Mas o monitoramento e tomadas de decisão são feitos diariamente. Contamos com apoio da população para ajudar a controlar a circulação do vírus, adotando medidas simples como o uso da máscara. Somente assim evitamos a adoção de uma atitude mais drástica", acrescentou.


CURVA

 

Os primeiros casos de Covid-19 no Paraná foram confirmados no dia 12 de março. Na ocasião, a Secretaria da Saúde registrou seis infecções, mas nenhum óbito.

 

Em abril, um mês depois, também de acordo com o boletim epidemiológico do órgão, passou para 738 casos e 30 mortes. Alcançou 1.906 casos e 113 mortes no dia 12 de maio, até chegar aos números atuais, de 8.457 casos e 280 falecimentos.

 

Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto destacou que o Governo trabalha para reequilibrar os números, evitando assim a opção por um isolamento mais severo.

 

"Podemos tomar a medida de confinamento, o chamado lockdown, se for necessário, apesar de todo o trabalho para que isso não aconteça. Daqui a pouco vamos ter mais pessoas internadas, mais leitos ocupados, mais gente procurando as unidades de saúde. O sistema pode, sim, colapsar se a curva continuar neste ritmo de crescimento", ressaltou.

 


ISOLAMENTO

 

O secretário da Saúde, no entanto, segue apostando no isolamento social como fator decisivo para se evitar o lockdown em algumas regiões do Paraná. "O momento é de exercer o isolamento domiciliar e o distanciamento social como verdadeiros remédios para essa pandemia", afirmou.

 


CIDADES

 

Nesta quinta-feira (11), a doença alcançou 295 cidades, ou 74% do Estado. De acordo com a divisão regional da Secretaria da Saúde, Curitiba e RMC (2ᵃ Regional) concentram 2.758 casos, com 996 recuperados e 109 óbitos, maior registro absoluto.

 

A segunda área em incidência é a de Cascavel (10ᵃ), com 1.189 casos, 242 recuperados e 14 óbitos, e a terceira é a de Londrina (17ᵃ), com 942 casos, 251 recuperados e 47 óbitos.

 


LEITOS

 

O Paraná mantém uma taxa controlada de ocupação em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para adultos, atualmente de 51%, e de enfermarias, também para adultos, de 30%.

 

Em relação a UTIs, o maior índice de ocupação está na macrorregião Oeste, que abriga Cascavel, Pato Branco e Foz do Iguaçu, entre outros municípios. A taxa é de 67%. Já em relação a enfermarias, a macrorregião Leste, responsável pelo Litoral e Região Metropolitana de Curitiba, apresenta ocupação de 37%.

 


NACIONAL

 

Apesar do aumento considerável no número de mortes e casos confirmados nos últimos dias, o Paraná segue com o menor índice de incidência da doença do País.

 

De acordo com levantamento do Ministério da Saúde divulgado na quarta-feira (10), o Estado apresenta uma taxa de 74 por 100 mil habitantes, seguido por Minas Gerais com 87,1. Já os demais estados da Região Sul, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, apresentam 180,8 por 100 mil habitantes e 124,5 por 100 mil habitantes respectivamente. (Com AEN)

 

 

 

Hashtag:
Motoristas de transportes passam por testes de Covid-19 na BR-277

Durante o feriado prolongado, as equipes da Ecocataratas vão continuar com as ações de apoio voltadas aos profissionais de transporte de cargas na BR-277. Na sexta-feira (12) das 8h30 às 12h no posto de fiscalização da Policia Rodoviária Federal (PRF), em Cascavel - localizado na BR-277 Km 580 - os caminhoneiros receberão orientações para prevenir o novo Coronavírus, kits de higiene com máscara e álcool em gel, lanches e ainda terão a opção de realizar um teste rápido para detecção do covid-19.

(Foto: Ecocataratas).  

Desde o início da pandemia, a Ecocataratas com o apoio do Sest/Senat e da PRF já atenderam mais de cinco mil profissionais que não pararam suas atividades, além das orientações e da entrega de kits de higiene e lanches, 1.960 pessoas foram vacinadas contra a gripe H1N1 na BR-277.

 

Serviço:

A orientação é para que as pessoas fiquem em casa durante este feriado prolongado, mas quem precisar viajar terá à disposição toda oferta de serviços essenciais prestados pela Ecocataratas, que inclui atendimento médico, socorro mecânico e monitoramento da rodovia por viaturas de inspeção e por câmeras do Centro de Controle de Operações.

 

Os serviços funcionam 24 horas e podem ser acionados pelo 0800 450 277. Além disso, a concessionária reforçou a higienização nos postos de serviços e as 06 bases de Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) estão em funcionamento e contam com banheiros, água, álcool em gel e informações sobre as condições de tráfego na rodovia.

 

Campanha do agasalho:

As nossas bases também são pontos de arrecadação da Campanha do Agasalho e até o dia 20 de junho irão receber doações de roupas, calçados e cobertores. Colabore com essa iniciativa, serão contemplados com as doações, famílias em vulnerabilidade social atendidas pelo Programa de Voluntariado Paranaense (Provopar) e distribuídas as instituições parceiras em municípios localizados entre Foz do Iguaçu e Guarapuava. É preciso estar de máscara para acessar os SAUS e se possível, as roupas devem ser higienizadas antes da entrega. Para mais informações sobre a Ecocataratas acesse o site www.ecocataratas.com.br, por meio do Twitter: @ecocataratas ou no Instagram: @ecocataratas_ acompanhe as nossas redes sociais e fique bem informado. Para entrar em contato com a concessionária ligue para o 0800 450 277. (Com Assessoria Ecocataratas). 

Hashtag:
Boletim da Saúde traz um recorde de 519 casos e 22 mortes no Paraná

O boletim da Secretaria de Estado da Saúde divulgado nesta quarta-feira (10) traz um recorde de 519 novas confirmações e 22 óbitos pelo novo coronavírus no Paraná. É o maior número de diagnósticos e mortes divulgado desde o início do monitoramento. O total acumulado chega 7.831 casos e 275 falecimentos pela infecção. Dos 399 municípios paranaenses, 289 têm ao menos uma ocorrência da doença e em 95 há registro de mortes.

 

INTERNADOS –375 pacientes com o diagnóstico confirmado pela Covid-19 estão internados nesta quarta-feira. São 264 pacientes em leitos SUS (sendo 123 em UTI e 141 em leitos clínicos/enfermaria) e 111 em leitos da rede privada (sendo 42 em UTI e 69 em leitos clínicos/enfermaria).

 

ÓBITOS – Os 22 pacientes que foram a óbitos, relatados neste informe, estavam internados. São nove mulheres e 13 homens, com idades que variam de 34 a 91 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 21 de maio e esta quarta-feira (10). As pessoas que faleceram eram residentes das cidades de Alvorada do Sul, Araruna, Bela Vista do Paraíso, Bocaiúva do Sul, Cambé, Campina Grande do Sul, Campo do Tenente, Cianorte, Curitiba (cinco pacientes foram a óbito), Fazenda Rio Grande, Imbaú, Imbituva, Paranavaí, Ponta Grossa, Pontal do Paraná, Reserva, São José dos Pinhais (duas pessoas foram a óbito).

 

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Secretaria da Saúde registra 103 casos que foram atendidos no Paraná, mas residem fora daqui. Sete pessoas foram a óbito.

 

AJUSTES – Um caso confirmado no dia 01 de junho, em Barbosa Ferraz, foi transferido para Novo Progresso, no Pará. Outra confirmação ocorrida, também em 01 de junho, em Colombo foi transferido para Bocaiúva do Sul. Um caso confirmado no último dia 02, em Clevelândia, foi excluído por duplicidade de notificação. (Com AEN)

 

 

 

Hashtag:

Durante a Operação Flagellum, na tarde da última segunda dia (8), por volta das 13h30, agentes da PRF deram ordem de parada a um homem que conduzia um GM Astra, na BR-163, em Marechal Cândido Rondon (PR).

 

O homem fugiu para o interior do município e foi perseguido pela equipe. Durante a perseguição, o condutor cometeu várias manobras perigosas, inclusive trazendo grande risco a algumas crianças que brincavam na rua. Depois de alguns quilômetros de perseguição, o homem parou o carro e fugiu, tentando se esconder em uma área de vegetação, mas foi logo capturado pelos policiais.

 

Durante a vistoria, os policiais encontraram 61 quilos de maconha que eram transportados no carro, de propriedade de sua mãe.

 

O traficante, de 27 anos, disse ter adquirido a droga em Guaíra (PR) e a entregaria em Marechal Cândido Rondon.

 

Diante dos fatos, o homem, a droga e o carro foram conduzidos para a Polícia Civil em Marechal Cândido Rondon para o registro do crime de tráfico de drogas, desobediência e direção perigosa.

Hashtag:
Nota Paraná libera créditos de R$ 8,5 milhões nesta quarta-feira

O programa Nota Paraná, do Governo do Estado, libera nesta quarta dia 10, os créditos para quem colocou o CPF na nota fiscal nas compras do mês de março. Serão pagos R$ 8,5 milhões, sendo R$ 7,5 milhões para os consumidores e R$ 990 mil para as entidades sociais. Os sorteios do programa estão suspensos temporariamente, por causa da pandemia do novo coronavírus, mas devem retornar em julho.

 

A pandemia e a diminuição da atividade econômica também influenciaram no valor retornado aos contribuintes, que é bem menor que nos meses anteriores. Os créditos pagos neste mês representam a metade do que foi pago no mês passado, quando foi destinado um total de R$ 17 milhões. Em janeiro deste ano, o Nota Paraná chegou a pagar R$ 41,4 milhões aos contribuintes, tendo como base as compras feitas em outubro de 2019.

 

DESDE O INÍCIO - Desde que foi lançado, em agosto de 2015, o Nota Paraná já pagou um valor R$ 1,8 bilhão, incluindo o que retornou para os consumidores que pedem o CPF ao fazer compras, quanto para as entidades sociais cadastradas no programa. O valor deste mês será distribuído entre cerca de 5,3 milhões de contribuintes e 1.335 instituições. O programa validou quase 41 milhões de documentos fiscais emitidos em março.

 

A coordenadora estadual do Nota Paraná, a auditora fiscal Marta Gambini, destaca que além de evitar a sonegação, a emissão de notas fiscais também alimenta o banco de dados do aplicativo Menor Preço Nota Paraná, que permite comparar o preço de produtos vendidos no Estado.

 

"É importante que o consumidor continue colocando o CPF na nota, peça sempre o documento fiscal para colaborar com a arrecadação e também participar dos sorteios mensais, que retornam no mês seguinte", diz.

 

COMO SE CADASTRAR - Para se cadastrar no Nota Paraná é só acessar o site www.notaparana.pr.gov.br clicar na opção ?cadastre-se? e preencher os dados pessoais, como CPF, data de nascimento, nome completo, CEP e endereço para criação da senha pessoal. Para participar dos sorteios é preciso fazer adesão no site.

 

Toda primeira compra no mês gera um bilhete ao participante do programa para os sorteios mensais, independentemente do valor gasto nas compras. Depois, cada R$ 200,00 em notas fiscais dá direito a um novo bilhete, com validade apenas para o sorteio do seu respectivo período. (Com AEN)

 

 

 

Hashtag: