Cachorro nasce com rabo no focinho e viraliza na web

Um cachorrinho ganhou a internet nesta semana. Apelidado de “cão unicórnio”, o filhote foi resgatado no Missouri, nos Estados Unidos, e tem uma cauda entre seus olhos.

 

De acordo com o jornal “El País”, Narwhal foi encontrado pelo centro de resgate Mac’s Mission.

 

No Facebook, a entidade explicou que o rabo não representa risco a saúde do filhote por não estar ligada a nada em seu focinho.

 

 

 

Hashtag:
Mãe mata filho de 6 anos enforcado porque ele não quis limpar a casa

A Polícia Civil informou que a mulher de 29 anos presa suspeita de matar o filho, de 6 anos, enforcado, ligou para a corporação logo após o crime. De acordo com o delegado Dannilo Proto, ela alegou ter cometido o homicídio porque a criança não quis acordar de madrugada para limpar a casa. A vítima foi encontrada no quintal de casa, em Santa Helena de Goiás, região sudoeste do estado.

 

“Ela acordou o filho às 4h30 da manhã para limpar a casa, e ele não quis. Ela então deu duas cintadas nele, que correu para o quintal. Em seguida, ela o executou”, disse o delegado ao G1.

 

A polícia informou que ela ainda não tem advogado.

 

Ela foi detida na manhã de quinta-feira (14) e, conforme a polícia, disse que agiu em um ‘estado de fúria’. O menino apresentava marcas de agressão e esganadura. Proto informou que a mulher confessou o crime sem demonstrar qualquer arrependimento.

 

“Ela confessou a execução do próprio filho durante a madrugada e na parte da manhã ligou pra nós avisando. Ela é uma pessoa extremamente fria, pelo interrogatório dela, confessou toda prática criminosa”, disse.

 

O delegado disse que, logo após o crime, a mãe despiu o menino e ateou fogo às roupas dele. Em seguida, conforme o investigador, ela foi amamentar o outro filho, recém-nascido, na calçada, enquanto olhava as roupas em chamas.

 

O bebê foi entregue ao Conselho Tutelar e, posteriormente, encaminhada a um abrigo.

 

“A gente chegou, e ela estava sentada na calçada amamentando a criança, no momento que a gente pegou a criança, a polícia já levou ela. Nós retiramos e levamos o bebê para um abrigo até localizar o pai ou algum parente mais próximo para poder estar entregando”, afirma a conselheira tutelar Anarele Faria Silva.

 

A mulher foi autuada em flagrante pelo homicídio e encaminhada para o presídio de Santa Helena de Goiás.

 

Outro filho morto

 

O delegado afirmou ainda que a mulher figura em mais uma ocorrência relacionada à morte de outro filho dela, também pequeno, no ano passado.

 

“Puxando os antecedentes criminais dela, ela teve um outro filho que, segundo ela, na época, ela dormiu em cima do filho que também era criança, e o filho veio a óbito nessa oportunidade”, revela Proto. (Com G1)

 

 

 

Hashtag:
Fã é preso por planejar atentado contra Simaria

Um fã da cantora Simaria foi preso na última terça dia 12, em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul. Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, o fã foi detido por planejar um atentado contra Simaria em um show que a sertaneja faria com a irmã, Simone, no dia 14 de dezembro, no Estádio Beira Rio, em Porto Alegre. Em depoimento, ele contou que queria se vingar da cantora por não ter tido respostas dela nas redes sociais.

 

Ainda de acordo com a jornalista, o fã já tem passagens pela polícia por furtos, roubos, agressão e desacato. Atualmente, ele espera por sua transferência para um presídio em São Paulo.

 

A assessoria de imprensa da dupla Simone e Simaria enviou o seguinte comunicado sobre o caso ao ESTRELANDO:

 

A Social Music e Áudio Mix, escritórios responsáveis pelo gerenciamento de carreira da dupla Simone&Simaria comunicam que, por decorrência dos reiterados e graves ataques sofridos pelas artistas em suas respectivas redes sociais e no exclusivo objetivo de preservação da integridade física das cantoras e seus familiares, levou a questão ao conhecimento das autoridades públicas para os devidos fins e providências.

 

Tomando conhecimento dos recentes acontecimentos policiais, por total confiança nas instituições públicas e irrestrita obediência de segredo de justiça do processo judicial, reserva-se quanto aos detalhes, aguardando o decorrer de sua tramitação.

 

Que o respeito, a alegria e o carinho, marca da dupla Simone&Simaria, para com seu público, fãs e admiradores de seu trabalho se sobreponham, fazendo deste fato rapidamente esquecível. (Com msn.com.br)

 

 

 

Hashtag:
Saiba Como fica a sua aposentadoria com a nova Previdência

1. Quando começam a valer as novas regras para aposentadoria no Brasil?

 

As novas regras da reforma começam a valer com a promulgação pelo Congresso.

 

2. O que acontece com quem já está trabalhando?

A reforma prevê cinco regras de transição para os trabalhadores da iniciativa privada que já estão no mercado. Uma dessas regras vale também para servidores públicos – além disso, essa categoria tem uma opção específica. Todas as modalidades vão vigorar por até 14 anos depois de a reforma entrar em vigor. Pelo texto, o segurado poderá sempre optar pela forma mais vantajosa. Na prática, quase todo mundo terá de trabalhar um pouco mais para se aposentar do que com as regras hoje em vigor

 

 

3. Como ficou o cálculo das aposentadorias?

O valor da aposentadoria será calculado com base na média de todo o histórico de contribuições do trabalhador (não descartando as 20% mais baixas, como era feito até a promulgação da reforma). Ao atingir o tempo mínimo de contribuição (15 anos para mulheres e 20 anos para homens), os trabalhadores do regime do INSS terão direito a 60% do valor do benefício integral, com o porcentual subindo 2 pontos para cada ano a mais de contribuição. As mulheres terão direito a 100% do benefício quando somarem 35 anos de contribuição. Já os homens só terão direito a 100% do benefício quando tiverem 40 anos de contribuição.

 

 

4. Houve alguma mudança no valor do benefício?

O valor da aposentadoria nunca será superior ao teto do INSS, atualmente em R$ 5.839,45, nem inferior ao salário mínimo (R$ 998). O texto também garante o reajuste dos benefícios pela inflação.

 

 

5. O que acontece a uma pessoa que já podia se aposentar, mas não fez o pedido antes de a reforma entrar em vigor?

O direito de se aposentar é garantido com base na regra antiga. O cálculo do benefício, porém, passa a seguir as novas regras, com base na média das contribuições de toda a carreira. O cálculo parte de 60% aos 20 anos de contribuição para homens e 15 anos para mulheres e é acrescido de 2 pontos porcentuais a cada ano adicional, até o limite de 100%.

 

 

6. Haverá mudanças nas alíquotas pagas pelos trabalhadores?

Sim, a reforma traz mudança na alíquota, hoje de 11%. Os trabalhadores que recebem salário maior vão contribuir com mais – até 14% no INSS e 22% no serviço público federal, nos casos em que o salário supera o teto constitucional de R$ 39,2 mil mensais. Já os que recebem menos vão ter contribuição menor, que começa em 7,5%. Haverá também a união das alíquotas do regime geral (da iniciativa privada) e do regime próprio (servidores públicos).

 

7. Os reajustes dos benefícios foram mantidos?

O texto aprovado no Congresso mantém o reajuste dos benefícios para preservar o valor real (ou seja, compensar as perdas da inflação) na Constituição. (Com Estadão)

 
Hashtag:
Policial que prendeu filho do traficante El Chapo é assassinado com 155 tiros

Um policial de elite que ajudou a prender Ovidio Guzman, um dos filhos do traficante Joaquín “El Chapo” Guzmán, foi executado com 155 tiros na ultima quinta dia 07.

 

De acordo com o jornal Daily Mail, o policial, identificado apenas como Eduardo N, foi atacado no estacionamento de um shopping center na cidade de Culiacán, no México. Ele tinha 32 anos.

 

Ovidio Guzman, de 28 anos, foi detido no dia 17 de outubro em uma operação que pretendia extraditá-lo para os Estados Unidos.

 

No entanto, homens fortemente armados cercaram as forças de segurança e aterrorizaram a população da cidade até que o governo concordasse em soltar Guzman. Eles puseram fogo em carros e ônibus e atiraram em policiais. Ao mesmo tempo, 56 presos se rebelaram e fugiram de uma cadeia da cidade. Oito pessoas morreram durante as ações.

 

Diante do caos, o presidente Andrés Manuel López Obrador concordou com a soltura de Guzman, que é acusado de traficar drogas para os Estados Unidos. “Decidiu-se proteger a vida das pessoas, e eu estive de acordo com isso. Não se trata de massacres; a captura de um delinquente não pode valer mais do que a vida das pessoas”, disse o presidente em entrevista à imprensa mexicana.

 

Imagens das câmeras de segurança do shopping mostram o momento em que um carro vermelho segue um carro branco até o estacionamento antes de pelo menos dois pistoleiros dispararem 155 vezes no policial.

 

Segundo relatos, a vítima se tornou oficial da Polícia Nacional em 2013 e ocupou o cargo de segurança do subsecretário de segurança pública Carlos Alberto Hernandez Leyva.

 

Não está claro se o policial estava de serviço no momento do ataque, embora ele supostamente estivesse carregando uma arma. As autoridades locais estão investigando o caso. (Com e103)

 

 

 

Hashtag:
Bolsonaro assina medida provisória que extingue o Dpvat

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta segunda dia 11, medida provisória (MP) extinguindo, a partir de 1º de janeiro de 2020, o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, o chamado Dpvat. De acordo com o governo, a medida tem por objetivo evitar fraudes e amenizar os custos de supervisão e de regulação do seguro por parte do setor público, atendendo a uma recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU).

 

Pela proposta, os acidentes ocorridos até 31 de dezembro de 2019 continuam cobertos pelo DPVAT. A atual gestora do seguro, a Seguradora Líder, permanecerá até 31 de dezembro de 2025 como responsável pelos procedimentos de cobertura dos sinistros ocorridos até a da de 31 de dezembro deste ano.

 

“O valor total contabilizado no Consórcio do Dpvat é de cerca de R$ 8,9 bilhões, sendo que o valor estimado para cobrir as obrigações efetivas do Dpvat até 31/12/2025, quanto aos acidentes ocorridos até 31/12/2019, é de aproximadamente R$ 4.2 bilhões”, informou o Ministério da Economia.

 

De acordo coma pasta, o valor restante, cerca de R$ 4.7 bilhões, será destinado, em um primeiro momento, à Conta Única do Tesouro Nacional, em três parcelas anuais de R$ 1.2 bilhões, em 2020, 2021 e 2022.

 

“A medida provisória não desampara os cidadãos no caso de acidentes, já que, quanto às despesas médicas, há atendimento gratuito e universal na rede pública, por meio do SUS [Sistema Único de Saúde]. Para os segurados do INSS [Instituto Nacional do Seguro Social], também há a cobertura do auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, auxílio-acidente e de pensão por morte”, acrescentou o ministério.

 

A MP extingue também o Seguro de Danos Pessoais Causados por Embarcações, ou por sua carga, a pessoas transportadas ou não (DPEM). Segundo o ministério, esse seguro está sem seguradora que o oferte e inoperante desde 2016. (Com Agência Brasil)

 

 

 

Hashtag:
Governo vai taxar seguro-desemprego para bancar empregos de mais jovens

Para bancar o custo de programa para incentivar a contratação de jovens, o governo resolveu taxar em 7,5% os trabalhadores que recebem seguro-desemprego. Na prática, os desempregados vão bancar o prometido programa de Emprego Verde Amarelo. Anunciado nesta segunda-feira, 11, o plano prevê a geração de 1,8 milhão de postos de trabalho até o fim de 2022 para jovens entre 18 e 29 anos que ainda não tiveram nenhum emprego com carteira assinada. Os mais velhos, com mais de 55 anos, foram excluídos da proposta final. O teto da remuneração na nova modalidade será de 1,5 salário mínimo, ou R$ 1.497.

 

Segundo o secretário de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, o custo para reduzir os impostos às empresas que contratarem na modalidade Verde Amarelo será de R$ 10 bilhões ao longo de cinco anos. Para compensar a redução de encargos para as empresas, o governo resolveu cobrar imposto de 7,5% sobre o seguro-desemprego, pago a quem está sem trabalho formal. Nos cinco anos, a expectativa é de arrecadação de R$ 11 bilhões a R$ 12 bilhões.

 

"Os jovens de 18 a 29 anos têm o dobro da taxa desemprego e é por isso que foram escolhidos para serem beneficiados. Faremos a desoneração da folha nos próximos três anos, com responsabilidade, apontando as compensações dentro do orçamento", afirmou.

 

Hoje, quem recebe o seguro-desemprego não é taxado. O benefício, assegurado pela Constituição de 1988, tem como objetivo fornecer suporte financeiro ao trabalhador demitido sem justa causa no período em que ele busca recolocação no mercado. O benefício é pago por um período que varia de três a cinco meses, de forma alternada ou contínua. O seguro desemprego tem, atualmente, um piso de R$ 998 e um teto equivalente a R$ 1735,29. Com a contribuição de 7,5% ao INSS, o desconto mínimo será de R$ 74,85 e o máximo chegará a R$ 130,15.

 

Já que o trabalhador terá de contribuir ao INSS sobre o valor do seguro-desemprego, a equipe econômica afirma que esse tempo passará a contar para o cálculo da aposentadoria. A cobrança do imposto sobre o seguro-desemprego passa a valer daqui a três meses, de acordo com a medida provisória apresentada pelo governo.

 

O programa Verde Amarelo tem data para acabar - o limite para contratar nessa modalidade é 31/12/2022. Como os contratos podem ter prazo de dois anos, o programa se extingue em 31/12/2024. Já a taxação sobre o seguro-desemprego não tem data para cessar.

 

Sindicalistas criticaram o programa e consideraram a proposta "absurda". "Simplesmente um absurdo! Desonerar a empresa e passar a conta para o desempregado! Sem palavras!", disse Sérgio Leite, primeiro-secretário da Força Sindical.

 

Exclusão

 

Marinho explicou que o governo teve de deixar as pessoas com mais de 55 anos fora do programa de emprego Verde Amarelo devido ao custo da proposta. "Quando fizemos os cálculos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que exige uma compensação para cada renúncia fiscal, tivemos de fazer uma opção pelo grupo com maior desemprego", disse.

 

As empresas poderão contratar até 20% dos funcionários na nova modalidade. Os funcionários receberão, mensalmente, o valor proporcional às férias e ao 13º salário. A redução de custo de mão de obra, para o empregador, ficará entre 30% e 34%. As empresas terão isenção de contribuição patronal do INSS (de 20% sobre os salários), das alíquotas do Sistema S e do salário educação. Além disso, a contribuição para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) será de 2%, ante os 8% dos contratos normais de trabalho. O valor da multa do FGTS também cairá de 40% para 20%, desde que haja acordo entre empregado e empregador no momento da contratação.

 

Segundo o Ministério da Economia, as medidas previstas no Verde Amarelo são válidas somente para novas contratações e não permitem substituições na atual folha de empregados. Quem descumprir terá de pagar multa. Além disso, os contratos serão convertidos automaticamente para a modalidade normal, sem nenhuma isenção. (Com Jornal O Estado de S. Paulo)

 

 

 

Brasileiros usam protetor solar de forma errada

Um estudo realizado por pesquisadores da UNICAMP identificou o mau uso do protetor solar pelos brasileiros. Os resultados apontaram que a aplicação errada do produto diminui a proteção contra os raios UVA e UVB em uma quantidade significante.


De acordo com especialistas, a quantidade ideal de protetor solar para o rosto é de 2 mg/cm² (1 colher de chá para a face e pescoço). Porém, a pesquisa apontou que os brasileiros não seguem essa indicação, diminuindo o FPS (fator de proteção solar) em até 60%.

 

O estudo contou com a participação de 100 voluntárias que utilizaram protetor solar em diferentes formatos: loção, fluido, bastão, pó compacto, pancake e mousse no rosto. Todos os produtos utilizados estavam dentro das normas legislativas e continham a quantidade de FPS informado na embalagem.

 

Os resultados apontaram que a causa da baixa proteção solar estava relacionada apenas com a aplicação em menor quantidade dos produtos. Confira os números obtidos pela pesquisa:

 


Loção FPS 30 / Proteção obtida na pesquisa: FPS 20,4
Fluido FPS 35 / Proteção obtida na pesquisa: FPS 15,4
Bastão FPS 45 / Proteção obtida na pesquisa: FPS: 22,1
Pó compacto FPS 30 / Proteção obtida na pesquisa: FPS 2,1
Pancake FPS 30 / Proteção obtida na pesquisa: FPS 6,9
Mousse FPS 30 / Proteção obtida na pesquisa: FPS15,3

 


Como usar o protetor solar para proteger a pele?

 

O uso do filtro solar deve ser diário nas quantidades recomendadas sobre as áreas expostas, devendo ser reaplicado pelo menos duas vezes ao dia, isso em caso de não exposição direta ao sol, transpiração ou retirada do produto ao nadar. Caso isso aconteça, o protetor deve ser reaplicado imediatamente.

 

1 colher de chá para a face, pescoço e cabeça (em casos de calvície) - ou o equivalente ao tamanho de uma ervilha para o rosto somente
1 colher de chá para cada braço, dorso, tórax e abdômen
2 colheres de chá para cada perna  (Com Minha Vida)

 

 

 

 

 

 

Hashtag: |
Receita abre consulta do sexto lote da restituição; PR soma R$ 105 milhões

A Receita Federal abriu, na sexta-feira, a consulta ao sexto lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2019. O crédito bancário para 1.365.366 contribuintes será realizado no dia 18 de novembro, totalizando o valor de R$ 2,1 bilhões. No Paraná o sexto lote vai beneficiar 81.642 contribuintes e despejar R$ 105.253.541,11.

 

A Receita explicou que normalmente a consulta é aberta uma semana antes do pagamento, entretanto, em função do feriado de 15 de novembro, disponibilizou na manhã de sexta. O lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

 

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet (http://rfb.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora. (Com Bem Paraná)

 

 

 

Hashtag:
Enem termina com 27,19% de ausentes, menor taxa desde 2009; gabarito sai na quarta

O Exame Nacional do Ensino Médio terminou neste domingo dia 10. Ao todo, estiveram presentes nesse segundo dia de aplicação, 3,7 milhões, do total de 5,1 milhões de candidatos inscritos. Aqueles que faltaram ao exame correspondem a 27,19% do total. Os números foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

 

“Tivemos a menor abstenção de todos os tempos, tanto no primeiro dia, quanto hoje”, afirmou o ministro da Educação, Abraham Weintraub. A porcentagem de abstenção no segundo dia superou a menor taxa até então, que era a de 2015, quando 27,33% dos candidatos inscritos não compareceram ao exame.

 

A taxa do primeiro dia, que foi 23,1% superou a de 2018, até então a mais baixa, que foi de 24,76%. A contagem é feita desde 2009, quando o exame foi reformulado para selecionar estudantes para universidades brasileiras.

 

“Tivemos, acho que agora dá para afirmar, o melhor Enem de todos os tempos, tanto em execução, operação, logística, como também em termos de formulação”, disse Weintraub.

 

Eliminações

 

No total, foram eliminados, no Enem, 747 participantes, sendo 371 candidatos no segundo dia de exame e 376 pessoas no primeiro dia. Esses participantes descumpriram as regras do exame.

 

Neste ano, as regras de segurança ficaram mais rígidas. Participantes cujos celulares ou quaisquer outros objetos eletrônicos emitissem som foram eliminados, mesmo que esses aparelhos estivessem dentro do envelope porta-objetos que é entregue a cada participante e fica lacrado durante a aplicação.

 

Próximas datas

 

Os gabaritos oficiais serão divulgados na quarta-feira (13). Também serão divulgados os Cadernos de Questões, em todas as suas versões. No total, serão seis gabaritos para cada dia de aplicação e seis Cadernos de Questões, de acordo com as cores da prova e opções acessíveis.

 

Os participantes deverão ficar atentos para conferir o gabarito relativo à cor de prova que fez em cada domingo de aplicação.

 

Os resultados individuais do Enem 2019 serão divulgados na Página do Participante e no aplicativo do Enem, em janeiro de 2020, a partir de consulta com CPF e senha.

 

O resultado dos participantes eliminados, segundo o Inep, não será divulgado, mesmo que eles tenham realizado o Enem nos dois dias de aplicação. Para os treineiros, que fazem o exame para autoavaliação de conhecimentos, a consulta só será liberada em março do ano que vem.

 

Reaplicação

 

O estudante que se sentiu prejudicado no Enem poderá informar o Inep, pela Página do Participante, entre os dias 11 e 18. Cada caso será analisado e o participante poderá ter direito a fazer a prova novamente.

 

“[O candidato] vai entrar na Página do Participante e vai apresentar um recurso, vai contar a história do porquê se sentiu prejudicado. E no dia 27 de novembro daremos uma resposta”, diz o presidente do Inep, Alexandre Lopes, que orientou que mesmo que os participantes tenham dúvidas se têm ou não direito a reaplicação, que façam o recurso.

 

De acordo com o edital do exame, podem ter direito à reaplicação aqueles que foram afetados por problemas logísticos. São considerados problemas logísticos fatores como desastres naturais que prejudiquem a aplicação devido ao comprometimento da infraestrutura do local; falta de energia elétrica que comprometa a visibilidade da prova pela ausência de luz natural; e erro de execução de procedimento de aplicação pelo aplicador que leve ao comprovado prejuízo do participante.

 

Os estudantes que sentiram alguma indisposição ou problema de saúde e tiveram que sair da sala onde estava sendo aplicada a prova não terão direito à reaplicação, segundo as regras do exame.

 

O resultado da solicitação poderá ser consultado, também, na Página do Participante, no dia 27 de novembro. A reaplicação do Enem 2019 irá acontecer nos dias 10 e 11 de dezembro, para quem tiver o pedido aprovado. (Com Agência Brasil)

 

 

 

Hashtag:
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 6,5 milhões

As seis dezenas do concurso 2.206 da Mega-Sena, sorteadas neste sábado dia 09, no Espaço Loterias Caixa em São Paulo, não teve acertadores. O prêmio para o próximo concurso, que ocorrerá na quarta-feira (13), está estimado em R$ 6,5 milhões.

 

Os números sorteados foram 06 - 27 - 38 - 42 – 45 - 57

 

A quina teve 51 ganhadores que vão receber, cada um, R$ 31.401,56. Acertaram quatro números 3.495 apostadores, que receberão o prêmio individual de R$ 654,60.

 

As apostas para o próximo concurso da Mega-Sena (2.207) podem ser feitas até as 19h de quarta-feira (13). A aposta mínima, de seis números, passa a custar R$ 4,50 a partir deste domingo (10). (Com Agência Brasil)

 

 

 

 

 

 

Hashtag: