Laranjeiras - Alerta vermelho contra a dengue

Desde o início do período epidemiológico, em agosto do ano passado, o Paraná soma 8.620 casos e 18 óbitos por dengue. No mesmo período, Laranjeiras do Sul registrou duas notificações, que mais tarde seriam descartadas. Porém, o fato de o município não ter registros da doença, não é uma carta branca para o cidadão relaxar nos cuidados.

 

Manter os cuidados para não oferecer condições de proliferação ao mosquito transmissor da dengue é fundamental sempre, principalmente em épocas de chuvas. Para o agente de endemias da Secretaria Municipal de Saúde, Vinicius Peppes, supervisor de campo em Laranjeiras, os terrenos baldios não chegam a ser a opção preferencial do Aedes aegypti. “A população sempre entra em contato com a gente denunciando terrenos sujos, mas nós temos encontrado focos nas residências mesmo”, declarou

 

Manchas vermelhas, parecidas com alergia, dor muscular, fadiga, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, febre alta, perda de apetite e dor abdominal são alguns dos principais sintomas da dengue, uma doença que pode matar.

 

 

 

Laranjeiras - Prefeitura firma parcerias com Conselho de Segurança e SOS

Para o Conselho Comunitário de Segurança, a Prefeitura vai repassar mensalmente o montante de R$ 2,5 mil para a contratação de um vigilante plantonista, que irá atuar na segunda subdivisão policial. Ao Serviço de Obras Sociais (SOS), foi feita cessão de sete servidores municipais para prestarem serviços na instituição, que abriga crianças e adolescentes encaminhados por medida de proteção, e mais R$ 30 mil para custear uma reforma em suas instalações.

 

“Nós queremos agradecer a Prefeitura, na pessoa do prefeito Berto Silva, pela grande parceria que ele tem feito com o SOS nesses anos da administração dele. É de suma importância porque, assim, a entidade tem como seguir com seu propósito de acolhimento dessas crianças que se encontram em situação vulnerável”, declarou Maria Gorete de Souza, presidente do SOS no município. A reforma consistirá na troca do piso da sala do setor administrativo, reforma de dois banheiros e de outras salas, pintura interna e externa e troca do forro. 

 

 

 

Laranjeiras - Município planeja a volta das aulas presenciais

Data de 17 de março de 2020 a última vez que os alunos da rede municipal de Laranjeiras do Sul pisaram em uma sala de aula.

 

Desde então, prevaleceram incertezas, medo e angústia de professores e pais afetados pela pandemia. Os alunos, porém, passaram a ter acesso a aulas não presenciais, aumentando ainda mais a importância da atuação da família no processo de aprendizagem. O município de Laranjeiras do Sul, por sua vez, se manteve sempre presente na vida dos alunos de várias formas – com a manutenção do fornecimento da alimentação escolar, por exemplo. Mas, agora, com a constatação de queda dos índices de contágio, os planos são de viabilizar as condições para a volta das aulas presenciais.

 

A professora Giselle Milena Dassi, da Escola Valdemar Boeira, disse que pais e professores conseguiram se reinventar na pandemia. “Apesar de estamos passando por esse momento difícil e desafiador, tanto para nós educadores que tivemos que nos reiventar, atualizar e modificar o nosso modo de ensino, quanto para as famílias que se viram em uma nova rotina, eu percebi o grande interesse da maioria dos alunos na realização das atividades, atingindo assim, em grande parte, os objetivos propostos”, disse. As aulas só voltarão depois de os profissionais da educação estiverem vacinados contra a Covid-19, e quando houver segurança epidemiológica para alunos e seus familiares. (Com AEN)

 

 

 

Laranjeiras - “Nutris” da Semec ministram treinamento sobre boas práticas na cozinha

As nutricionistas Naiara Southier e Joselaine Miranda de Almeida, da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec), ministraram nesta semana uma capacitação para as servidoras municipais que atuam no Serviço de Obras Sociais (SOS) de Laranjeiras do Sul, com o tema “ Recomendações para execução do Programa de Alimentação Escolar, durante a Pandemia”.

 

O principal objetivo da ação é instruí-las no que diz respeito ao preparo de alimentos diante das novas condições sanitárias impostas pela pandemia do novo coronavírus. Essa ação será expandida a profissionais lotados em escolas e centros municipais de educação infantil do município.

 

 

 

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência e personalizar publicidade. Ao navegar em nosso site você concorda com nossa Política de Privacidade.