Comer abacate a noite ajuda a emagrecer? Especialista explica

O abacate é um excelente aliado da saúde, incluindo para àqueles que buscam perder peso ou aumentar a massa muscular. Mas, será que existe um horário mais apropriado para o consumo, capaz de potencializar esses efeitos?

 


De acordo com o nutrólogo Fernando Cerqueira, consumir o abacate antes de dormir pode ser mais eficaz devido o índice glicêmico não ser alto e ajudar na regeneração da musculatura. "É bom lembrar que as pessoas que têm mais músculo conseguem catabolizar mais o carboidrato, por isso ele indiretamente ajuda no emagrecimento", explica.

 

Nas palavras de Fernando, o abacate é uma fonte de potássio indicada para recuperação muscular, pois ajuda a absorção de proteínas e , assim, auxilia o desenvolvimento de massa magra, ou seja, a formação do tecido muscular.

 

Durante a noite ocorre a regeneração muscular, pois é durante o dia que temos micro rupturas das fibras musculares e é durante a noite que nosso corpo faz a reconstituição dessas fibras. Portanto, o nutrólogo afirma que o consumo do abacate à noite é mais benéfico. "Consumir 50 gramas antes de dormir é o essencial", recomenda Fernando. A dica é comer o abacate com chia, para proporcionar a quebra do índice glicêmico.

 


Outros benefícios do abacate

 

Por ser rico em ácidos graxos monoinsaturados e em fibras solúveis, o abacate auxilia no controle e na prevenção de doenças cardíacas, já que promove a redução e o controle do colesterol LDL (colesterol ruim), aumenta colesterol HDL (colesterol bom) e reduz níveis de triglicerídeos. A presença de antioxidantes e minerais também auxilia na melhora da circulação sanguínea, favorecendo a saúde cardíaca. (Com Minha Vida)

 

 

 

 

 

Hashtag:
Aprenda a fazer Friturinha de polenta recheada

Esta Friturinha de polenta recheada com presunto e Catupiry® vai atrair a atenção de todos na mesa! A massa em formato de bolinho é feita com fubá! Não tem como não fazer e aprovar!



Tempo: 1h

Rendimento: 8 porções

Dificuldade: fácil

 

Ingredientes da Friturinha de polenta recheada


1 xícara (chá) de fubá
2 e 1/2 xícaras (chá) de água
1 cubo de caldo de galinha
200g de Catupiry®
100g de presunto ralado
Orégano a gosto
Óleo para fritar

 

Modo de preparo

 

Leve uma panela de pressão ao fogo médio com 1 e 1/2 xícara (chá) da água com o caldo de galinha até ferver. Despeje o fubá dissolvido na água restante, mexendo até engrossar.

Tampe, abaixe o fogo e cozinhe por 10 minutos, após iniciada a pressão.

Desligue, deixe a pressão sair naturalmente e abra a panela.

Em uma tigela, misture o Catupiry® com o presunto e orégano. Despeje a polenta em um refratário e deixe esfriar.

Pegue porções da polenta nas mãos untadas, divida o recheio entre elas e feche, modelando bolinhas. Frite em óleo quente, aos poucos, até dourar.

Escorra sobre papel-toalha e sirva. (Com Mariana Maluf Boszczowski)

 

 

 

 

Hashtag:
Instagram começa testes para ocultar número de curtidas no Brasil

O Instagram inicia nesta quarta dia 17, no Brasil um teste que oculta a contagem de curtidas em postagens. De acordo com a empresa, a intenção é que "os seguidores se concentrem mais nas fotos e vídeos que são compartilhados, do que na quantidade de curtidas que recebem".

 

 

"Não queremos que as pessoas sintam que estão em uma competição dentro do Instagram e nossa expectativa é entender se uma mudança desse tipo poderia ajudar as pessoas a focar menos nas curtidas e mais em contar suas histórias", disse a empresa em nota.

 

O teste foi anunciado no fim de abril, na conferência do Facebook, que é dono do Instagram, para desenvolvedores. Na época a empresa disse queria deixar a plataforma com "menos pressão" sobre seus usuários.

 

O Canadá foi o primeiro país onde o Instagram ocultou as curtidas. Agora, além do Brasil, Irlanda, Itália, Japão, Austrália e Nova Zelândia também vão experimentar a novidade.

 

Para a empresa, os primeiros resultados são animadores, mas ainda é preciso analisar como a mudança afeta a experiência dos usuários do aplicativo. (Com G1)

 

 

 

Hashtag:
Eclipse lunar poderá ser visto no Brasil de forma parcial

Exatamente cinquenta anos depois do lançamento do Apollo 11, que levou o homem à superfície lunar, grande parte da Terra poderá contemplar, nesta terça-feira, 16, um eclipse parcial da Lua. O fenômeno será visível no Brasil, dependendo das condições climáticas.

 

O eclipse também poderá ser visto da África, de parte da Europa e Ásia e da área ocidental da Austrália, segundo informou nesta segunda-feira, 15, a Sociedade Real de Astronomia (RAS, na sigla em inglês) de Londres, em um comunicado.

 

Um eclipse lunar ocorre quando o Sol, a Terra e a Lua estão alinhados e a Lua penetra no cone de sombra produzido pela Terra. O eclipse lunar pode ser total (quando a Lua é inteiramente encoberta) ou parcial, como ocorrerá nesta terça.

 

A Lua não ficará totalmente às escuras - cerca de 60% da superfície visível da Lua ficará coberta pela sombra, segundo a RAS. O satélite ficará sombreado e deve adquirir um tom alaranjado. Isso porque a atmosfera terrestre desvia os raios vermelhos do Sol em direção ao cone de sombra que cobrirá a Lua. Esse fenômeno é popularmente conhecido como "lua de sangue".

 

Como assistir ao eclipse lunar


O eclipse parcial da Lua terá início às 17 horas (horário de Brasília) e poderá ser visualizado a partir das 17h31 em São Paulo, quando a Lua "nasce" no horizonte. O ápice do fenômeno ocorrerá às 18h30 e o espetáculo terá fim às 19h59.

 

O fenômeno astronômico poderá ser contemplado a olho nu, sem nenhum perigo à saúde, ao contrário do que ocorre com o eclipse do Sol. O uso de telescópios não é necessário, mas recomendado para aproveitar melhor a experiência.

 

Alguns observatórios brasileiros estarão abertos nesta terça-feira para o eclipse. Como parte das comemorações pelos 50 anos da ida do homem à Lua, o Observatório Nacional, no Rio, disponibilizará a centenária Luneta 46, o maior telescópio refrator do Brasil, para a observação do céu a partir das 18 horas desta terça.

 

O Observatório do Valongo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) ficará aberto das 17 horas às 20 horas, com explicações sobre o fenômeno.

 

Em Piracicaba, no interior paulista, o Observatório Astronômico de Piracicaba Elias Salum abrirá das 16h30 às 20 horas. O fenômeno também será transmitido em um telão, segundo a prefeitura.

 

Em Bauru, também no interior, o Observatório de Astronomia da Universidade Estadual Paulista (Unesp) vai disponibilizar, gratuitamente, telescópios para observação do eclipse lunar. A estrutura estará montada no estacionamento do mercado Wallmart de Bauru, segundo a Unesp.

 

O Observatório Astronômico da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis, terá sessão especial, aberta ao público, para o eclipse. (Com Terra)

 

 

 

Hashtag:
Você faz exercício e ainda não emagrece? A ciência explica

Você aderiu a exercícios, mas os dígitos da balança não mudaram? Saiba que tem uma explicação para isso. Segundo a ciência, pessoas com sobrepeso ou obesidade tendem a ter comer mais após a prática física. Este hábito limita as calorias perdidas nos exercícios, pois elas são ingeridas novamente por um pensamento compensatório (como, por exemplo, "já que queimei calorias, posso comer um chocolate agora").


Como foi feito o estudo


Publicada na revista The American Journal of Clinical Nutrition, a pesquisa reuniu 171 participantes entre 18 e 65 anos com sobrepeso ou obesidade.

 

Durante seis meses, os pesquisadores analisaram a frequência de atividades físicas dos voluntários, suas taxas de consumo de calorias e de metabolismo.

 

Ainda, os participantes foram divididos em três grupos:


Grupo 1: rotina sem exercícios
Grupo 2: rotina de exercícios supervisionados, com gasto calórico semanal de 700 kcal
Grupo 3: rotina de exercícios supervisionados, com gasto calórico semanal de 1.600 kcal


Todos os voluntários, de quaisquer grupos, podiam se alimentar como bem desejassem.

 

Resultados


Os participantes que praticaram exercícios não tiveram mudanças significativas quanto a emagrecer. Isso porque eles tinham mais apetite, ingerindo até 125 kcal a mais por dia após as atividades físicas.

 

Apesar de sentirem mais fome, não optaram por refeições mais saudáveis. Afinal, os cientistas identificaram um "pensamento compensatório". Ou seja, por praticarem exercícios, as pessoas se sentiam no direito de comerem alimentos não-saudáveis.

 

Com uma maior ingestão de calorias e com este pensamento de recompensa, o peso dos participantes não diminuiu. Apenas os voluntários que não tiveram este pensamento de recompensa cumpriram a meta de emagrecer.

 

Portanto, se você deseja emagrecer, a dica é alinhar uma rotina de exercícios com refeições saudáveis. Somente a prática física, mas ainda mantendo uma alimentação não-balanceada, fará com que você não perda gordura e possa se frustrar com os resultados não alcançados... (Com Minha Vida)

 

 

 

 

Hashtag:
Especial Mês dos Namorados: O que é amor? Estudos, opiniões de especialistas e simbologia

Definir algo tão complexo e extraordinário não é uma tarefa simples nem mesmo através de estudos de especialistas. Há aqueles que o explicam o amor através de termos químicos e outros fazem dele apenas poesia, mas, o que se sabe verdadeiramente é que a maioria dos seres já experimentou o sentimento, embora ainda não tenha sido capaz de explicá-lo com precisão.

 

A simples definição do lider pacifista Mahatma Gandhi (1869 - 1948) que diz "onde há amor existe vida", é, sem dúvida, uma das mais simples e realistas, pois coloca o amor, em todos os seus aspectos, em contato com a realidade do mundo.
Você também já deve ter ouvido falar que existe no amor um certo componente biológico que desperta uma reação química composta de neurotransmissores como a dopamina, serotonina, oxitocina, entre outros hormônios. No entanto, as influências externas definidas pela cultura, sociedade e época as quais estamos inseridos, pesam muito na dinâmica desse sentimento.

 

"Uma vez aceita a compreensão de que mesmo entre os seres humanos mais próximos, distâncias infinitas continuam, a vida maravilhosa lado a lado pode crescer, se eles conseguirem amar a distância.”, disse o poeta e romancista alemão Rainer Maria Rilke (1875 - 1926).

 

 

A antropóloga e bióloga Helen Fisher, da Universidade Rutgers, estuda o comportamento humano e diz que o amor é um poderoso sistema de motivação, um impulso básico que nos permite satisfazer uma série de necessidades. Isso explica o desejo de se relacionar, de compartilhar a vida, os projetos, o prazer e tudo que traz satisfação pessoal para alcançar estabilidade e evoluir ao lado de alguém.

 

Do ponto de vista psicológico, o professor da Universidade de Yale, Robert Stenberg, definiu o amor como uma experiência emocional que envolve um conjunto de variáveis específicas. No seu livro “A teoria triangular do amor”, de 1986, ele diz que os relacionamentos estão baseados na intimidade, na paixão e no compromisso.

 

Richard Schwartz, professor associado de psiquiatria na Harvard Medical School (HMS) e consultor para hospitais McLean e Massachusetts General (MGH), diz que existem diferentes fases e humores para quem vive o amor. A fase inicial é bem diferente das fases posteriores. Após o primeiro ano, os níveis de serotonina gradualmente retornam ao normal, e os aspectos "estúpidos" e "obsessivos" da condição são moderados. Esse período é seguido por aumentos no hormônio ocitocina, um neurotransmissor associado a uma forma de amor mais calma e madura.

 

A Dra. Helen Riess, diretora do Programa de Empatia e Ciência Relacional do Hospital Geral de Massachusetts e autora do livro The Empathy Effect, contou em entrevista à revista TIME, que render-se ao amor pode ajudar sua saúde, tanto mental quanto física. De acordo com pesquisas científicas, se o amor te faz feliz, ele traz inúmeros benefícios ao corpo.


As expressões do amor

 

 

O amor é expresso através de ações, mensagens, declarações, poemas, cores, músicas e muitos outros símbolos. Por exemplo, o vermelho, a cor do amor, é usada na maioria das simbologias. O amor romântico é reconhecido por um coração perfurado pela flecha do Cupido. Filósofos e poetas exploram o tema em infinitas publicações ao longo do tempo.

 

Entre as flores, as rosas são as mais populares, principalmente as vermelhas que indicam o sentimento de paixão e romance. Existe até uma referência à palavra “rose”, em inglês, que se alterar a ordem das letras chega ao deus do amor “Eros”, o Cupido.

 

Outro símbolo marcante são os pombinhos brancos, pois acredita-se que este pássaro quando encontram seu par é para a vida inteira. Já os cadeados, famosos símbolos contemporâneos deste sentimento, podem ser vistos lotando pontos turísticos e românticos como símbolo do amor inabalável entre duas pessoas. Assim, a força do amor continua inspirando a humanidade, que procura as mais diferentes maneiras de expressá-la.

 

 

 

 

 

Estados Unidos passam a exigir redes sociais para emissão de visto

Na última sexta dia 31, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, implementou uma nova política que passa a exigir links de perfis das redes sociais dos requerentes de visto para entrar no país norte-americano. Além disso, endereços de e-mails e números de telefones usados nos últimos cinco anos também farão parte das informações necessárias para dar entrada no processo de solicitação do visto.

 

Levando em consideração a quantidade de requerimentos do ano passado, as autoridades estimam que a nova proposta afetaria cerca de 14,7 milhões de pessoas anualmente. A exigência dos links e/ou nome de usuário afeta pessoas que viajam aos Estados Unidos com fins de turismo, trabalho ou estudo, porém vistos diplomáticos e oficiais estão isentos da medida.

 

Um novo campo para indicar o endereço das redes sociais usadas já aparece no Formulário de Solicitação de Visto Online para Não-Imigrantes, o DS-160. Por enquanto, o menu suspenso inclui apenas os principais sites de mídia social, mas em breve será possível listar todos os sites utilizados.

 

Falando ao The Hill, um funcionário do Departamento de Estado dos Estados Unidos ressaltou que os candidatos têm a opção de dizer que não usam redes sociais, mas quem mentir poderá enfrentar "consequências sérias com a imigração".

 

"Como vimos no mundo todo nos últimos anos, as redes sociais podem ser um grande fórum para sentimentos e atividade terrorista. Esta será uma ferramenta vital para impedir terroristas, ameaças à segurança pública e outras pessoas perigosas de conseguir benefícios de imigração e colocar os pés em solo dos EUA", completou o representante do governo.

 

Apesar de ter sido colocada em prática apenas agora, o Departamento de Estado norte-americano já havia manifestado sua intenção de implementar esta política em março de 2018. Na época, a União Americana pelas Liberdades Civis disse que "não há evidências de que o monitoramento da mídia social seja eficaz ou justo", alegando ainda que isso faria com que as pessoas se autocensurassem na internet. (Com CanalTech)

 

 

 

 

 

Hashtag:
Ludmilla revela namoro com a bailarina Brunna Gonçalves

Ludmilla revelou que está namorando a bailarina Brunna Gonçalves em entrevista ao colunista Leo Dias, do UOL. “Estou namorando com a minha bailarina e melhor amiga Brunna Gonçalves. E a música Espelho, que está no meu novo DVD, foi dedicada a ela”, afirmou a cantora.

 

Brunna trabalha com Ludmilla desde 2017. “Eu nunca estive tão próxima de uma pessoa tão iluminada quanto você e eu me sinto muito privilegiada por isso”, escreveu Brunna em post para parabenizar Ludmilla por seu aniversário de 24 anos, no fim de abril.

 

“Obrigada por me tratar como se eu realmente fosse do seu sangue, obrigada também por me fazer enxergar a vida com outros olhos!” (Com Veja)

 

 

 

 

 

Hashtag:
Eduardo Costa termina noivado e mulher apaga fotos nas redes sociais

Segundo o colunista do UOL Leo Dias, o relacionamento teria acabado por conta de uma traição: Costa teria se envolvido com mais de uma mulher, também casadas, durante um evento no interior do Paraná.

 

Um dos maridos das mulheres teria flagrado a traição.

 

Após a confirmação do fim do noivado, as fotos do casal já não eram mais vistas no perfil do Instagram de Villarim ou de Costa. (Com FolhaPress)

 

 

 

 

 

Hashtag:
Aprenda a fazer um Pudim cremoso sem forno

Como o próprio nome diz, você não precisa se preocupar com o forno para preparar este incrível pudim cremoso sem forno. Basta levar à geladeira e aguardar: fica uma delícia, de derreter na boca! É fácil e prático!

 

Tempo: 40min (+4h de geladeira)

 

Rendimento: 8 porções

 

Dificuldade: fácil

 

Ingredientes do pudim cremoso sem forno


1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
100g de chocolate branco derretido
1 envelope de gelatina em pó sem sabor
Óleo para untar


Calda


1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo
1/3 de xícara (chá) de água
1 colher (sopa) de manteiga


Modo de preparo

 

No liquidificador, bata o leite condensado, o creme de leite, o chocolate branco e a gelatina dissolvida conforme as instruções da embalagem até ficar homogêneo.

Despeje em uma fôrma com buraco no meio de 20cm de diâmetro untada e leve à geladeira por 4 horas ou até firmar.

Para a calda, leve uma panela ao fogo médio com o açúcar até dissolver.

Junte a água, a manteiga e cozinhe até formar uma calda não muito grossa. Deixe esfriar.

Desenforme o pudim, regue com a calda e sirva.

 

 

 

 

 

 

Hashtag: