10 curiosidades sobre o café

Originário da palavra qawha, cujo significado é “vinho”, o café chegou a Europa no século XIV, conhecido como o “Vinho da Arábia”.

 

No Brasil, o cultivo teve início no século XVIII, mas foi no século posterior que alcançou o status de principal produto da economia do país, mesma época que se deu o início da história da rede de cafeterias Octavio Café.



Confira outras 10 curiosidades sobre o grão, segundo a barista e especialista em qualidade do Octavio Café, Martha Grill:

 

 

1. O café é a segunda bebida mais consumida no mundo, perdendo apenas para a água;

 

2. Você sabia que foi na Alta Mogiana, região do nordeste do estado de São Paulo, a primeira região a ser conhecida por produzir cafés de qualidade? A região é tradição por sua variedade e pela qualidade do café;

 

3. O Brasil é o maior exportador do grão no mundo;

 

4. Trata-se da segunda matéria-prima mais comercializada do mundo. O petróleo é a primeira;

 

5. Alguns cafés se especializam na qualidade e avaliam a produção sustentável e foco na responsabilidade social do grão: Rainforest Alliance e Utz Certified;

 

6. Você sabia que existem muitas formas de preparar essa bebida? No Japão ele é servido gelado. Na França, misturado com chicória. No Oriente Médio é servido com cardamomo e especiarias e na África com sal e manteiga. Na Itália pode ter tiras de limão. E no Brasil é o país que mais consome o cafezinho coado e o pingado, que se tornaram paixão nacional;

 

7. Baristas são profissionais especializados na preparação dessa bebida;

 

8. Na moderna Avenida Faria Lima em São Paulo é onde se encontra a maior cafeteria da América Latina, abastecido majoritariamente por produtos oriundos das seis  fazendas cafeeiras em Pedregulho;

 

9. Seu cultivo ocorre em países quentes da América, Ásia e África, entre os trópicos de câncer e capricórnio;

 

10. Alguns estudos mostram que a bebida atua no sistema nervoso produzindo estado de alerta, auxiliando o coração e ainda diminuindo a chance de adquirir Mal de Alzheimer.

 

 

 

Hashtag: | |
Millenials são os que mais traem; saiba os motivos

Não, a traição não é mais frequente entre millenials do que outras faixas etárias. No entanto, há comportamentos que se podem generalizar conforme as épocas e idades.



Por isso, os millenials foram alvo de estudo sobre vários aspectos, entre os quais as suas relações (ou melhor, fim de relações). Cada caso é um caso, mas os autores do estudo apontam os dois motivos mais comum entre casais de jovens millenials com base nas respostas dadas por 104 jovens adultos que se voluntariaram para responder ao estudo após admitirem ter traído seus parceiros nos últimos seis meses.

 

Independência e interdependência. São estes os motivos que mais levam à traição, dizem os autores do estudo. Este segundo termo refere-se à necessidade de atenção, um aspecto importante entre casais e que muitos dos inquiridos admitiram não ter, por isso procuraram atenção noutra pessoa, fora da relação.

 

Já a independência diz respeito a uma justificativa quase contrária: por sentir que lhe falta autonomia dentro da atual relação, o jovem millenial procura isso ao se envolver com outros.

 

Estes são casos praticamente opostos e que levam a que se caraterize os millenials, em termos gerais, de duas formas, relativamente ao modo como agem numa relação: uns são excessivamente carentes e exigem muita atenção e temem que o parceiro se afaste ou o evite, os outros, querem uma relação que não tire a liberdade nem a individualidade, caso contrário, sentem-se ansiosos por estar muito ‘agarrados’. Talvez seja a junção destas visões contrastantes que leve a que um mais traia o outro, como se verificou no estudo.

 

 

 

Aprenda a fazer pudim de pão com calda de ameixa

Você tem de pão de forma em casa que está perto do vencimento e não sabe o que fazer?

 

Para evitar o desperdício, temos uma receita de pudim de pão com calda de ameixa, que pode ser preparada na panela elétrica. Além de saborosa, a sobremesa é superfácil de fazer. Confira:


Ingredientes

 

- 4 fatias de pão de forma velho cortadas em cubos

- 1 colher de sopa de manteiga

- 1/4 colher de chá de sal

- 1/2 xícara de açúcar mascavo ou comum

- 1 colher de chá de canela em pó

- 2 1/2 xícaras de leite quente

- 2 ovos ligeiramente batidos

- 1 colher de chá de baunilha

- 1/2 xícara de uvas passas

- 1/2 xícara de nozes moídas

- 1/2 xícara de água

 

 

Calda de ameixa

 

- 200g de ameixa preta sem caroço

- 1 xícara de açúcar

- 1 xícara de vinho tinto ou branco

- 1 colher de chá de amido de milho

 

Modo de preparo

 

- Corte o pão em cubos e coloque os pedaços em um recipiente. Junte a manteiga, o sal, o açúcar, a canela, o leite, os ovos, a baunilha, as uvas passas e as nozes e misture bem.

- Caso queira, caramelize o fundo da forma e unte os lados. Na sequência, despeje a mistura na forma e cubra com papel alumínio ou papel manteiga e amarre. Asse em banho maria, na panela elétrica ou no forno por aproximadamente, de 40 minutos a 1 hora.

 

 

 

Hashtag: | |
Aprenda a fazer um delicioso mousse de café

Café é uma bebida deliciosa, mas e se disséssemos que é possível comê-lo também?

 

Nessa receita de mousse, uma sobremesa bem prática, o café se torna doce e faz as delícias dos viciados. Confira o passo a passo:

 

 

Ingredientes

 

- 1 envelope de gelatina em pó sem sabor

- 3 ovos

- ½ xícara de chá de leite

- 50 ml de café

- 1 lata de leite condensado

- Raspas de chocolate para decorar

 

 

Modo de Preparo

 

- Separe a gema da clara do ovo e bata as claras em neve. Dissolva a gelatina em meia xícara de chá de água fria. Reserve. Desmanche as gemas no leite e junte a gelatina. Acrescente o café frio e misture bem.

- Aqueça a mistura em banho-maria até que a gelatina se dissolva por completo. Retire do fogo, junte o leite condensado e, por último, as claras batidas em neve. Misture delicadamente. Despeje a mistura em taças e leve à geladeira até firmar.

 

Dica: sirva com chantilly e decore com raspas de chocolate.

 

 

 

Hashtag: | |
Aumente a libido naturalmente sem medicação

A maioria da população experimenta ondulações no desejo sexual ao longo da vida.



Pesquisas mostram que cerca de metade das mulheres sofrem com problemas sexuais em alguma época, desde a perda do desejo a dificuldades em atingir o orgasmo. O mesmo acontece aos homens. Estima-se que um quinto sofra, mesmo que por um período, de diminuição da libido.

 

 

De acordo com os especialistas, vários fatores afetam a redução do desejo sexual, porém o principal motivo reside no estresse e na ansiedade.

 

Segundo o Serviço Nacional de Saúde Britânico (NHS): “O estresse, a ansiedade e a exaustão podem consumir as pessoas e ter um impacto tremendo na sua felicidade, incluindo na libido”.

 

Em declarações à publicação britânica Daily Star, a médica Anita Clayton explicou: “As pessoas podem estar estressadas com trabalho, família e devido a outras responsabilidades do dia a dia. Não tendo deste modo tempo para pensar em sexo, e muito menos fazê-lo”.

 

 

A NHS sugere cinco dicas para reduzir os níveis de estresse:

 

1. Seja ativo e pratique exercício físico;

2. Seja mais sociável e saia mais;

3. Reserve tempo para si mesmo;

4. Trabalhe arduamente, mas tente não fazer horas extras ou em casa;

5. Pratique meditação e mindfulness.

 

Não hesite e consulte um médico caso a falta de apetite sexual persista por muito tempo.

 

 

 

Aprenda a fazer um delicioso bolo cremoso de fubá

O bolo de fubá é um dos queridinhos do brasileiro.

 

Para não cair no erro de fazer um bolo seco, invista nessa receita deliciosa e bem molhadinha, que acompanha perfeitamente um café. Confira o passo a passo:



Ingredientes

 

- 3 ovos

- 2 xícaras de chá de leite

- 3 colheres de sopa de margarina

- 1 lata de leite condensado

- 100 g de queijo parmesão ralado

- 1 e 1/2 xícara de chá de fubá

- 1/2 xícara de chá de açúcar

- 4 colheres de sopa de maizena

- 1 colher de sopa de fermento em pó

- Margarina e farinha de trigo para untar a forma

 

 

Modo de Preparo

 

- Bata no liquidificador todos os ingredientes, exceto o fermento. Adicione o fermento e misture levemente com a função PULSAR do liquidificador.

- Despeje em uma forma retangular untada e enfarinhada. Leve ao forno por 40 minutos ou até dourar.

- Deixe esfriar e corte em quadrados. Se desejar, sirva polvilhado com açúcar de confeiteiro.

 

 

 

Hashtag: |
La Casa de Papel vence Emmy 2018 de Melhor Série Dramática

A série espanhola “La Casa de Papel” levou nesta segunda dia 19, o Emmy Internacional na categoria de Melhor Série Dramática durante a cerimônia da 46ª edição de premiação, que reconhece os melhores programas de televisão produzidos e transmitidos fora dos Estados Unidos.

 

“La Casa de Papel”, transmitida na Espanha pela emissora Attresmedia, enfrentava na sua categoria outras três ficções: “Urban Myths”, do Reino Unido, “Inside Edge”, da Índia, e “1 Contra Todos”, do Brasil.

 

“Esta é a última parada de um ano incrível e um sonho com o qual nunca tínhamos sonhado”, disse à agência EFE o criador da série, Alex Pina.

 

“A série está funcionando muito bem em todas as latitudes, de norte a sul, em lugares que nem sequer imaginávamos: Arábia Saudita, Turquia, e, claro, América Latina”, acrescentou Pina.

 

A diretora de ficção da emissora Attresmedia, Sonia Martínez, confessou que viam a série britânica “Urban Myths”, indicada na mesma categoria, como uma séria que poderia arrebatar-lhes o prestigiado prêmio.

 

“Houve um momento que não tínhamos muita certeza”, disse à Efe Martínez minutos depois de receber a estatueta. “Tínhamos um pouco de medo, mas aí está. É a culminação de muitas horas de trabalho”, completou sorridente.

 

Por sua vez, Pina expressou sua emoção por receber o reconhecimento internacional de La Casa de Papel, que descreveu como “entretenimento puro” e “quase uma história em quadrinhos em muitos aspectos”. (Com Banda B)

 

 

 

Hashtag:
Água: propriedades, quantidade ideal e benefícios

O consumo regular de água durante o dia ajuda o corpo a funcionar melhor, previne problemas de saúde e pode, inclusive, melhorar a qualidade da pele. Isso porque a água compõe 70% do organismo humano e participa de praticamente todas as funções do nosso metabolismo.



Seu consumo é essencial a todos os tecidos corporais e é fundamental no transporte e diluição de diversas substâncias, além de macro e micronutrientes. Auxilia também no processo de digestão e excreção, favorecendo a eliminação de toxinas e filtragem renal.

 

Tipos de água

 

Você já deve ter reparado que existem diversos tipos de água divulgadas pela internet, que prometem emagrecer, desinchar mais o corpo, entre outros. Para os nutricionistas, essas variedades

 

trazem benefícios sim, mas passam longe do milagre prometido. "A água natural ainda é a melhor opção para hidratar. Essas águas com sabor podem ser interessantes para quem não tem o hábito de beber água", diz a nutricionista Patrícia Pinesi, da clínica Maria Fernanda Barca.

 

A seguir, veja as características dos principais tipos de água:


Água potável: A água potável é essencial para o emagrecimento e manutenção da saúde. "A partir do momento em que começamos a entrar em um processo de desidratação, as pessoas podem confundir sede com fome e acabam comendo mais", explica a nutricionista Patrícia Pinesi, da clínica Maria Fernanda Barca.

Além disso, todas as reações do nosso organismo acontecem na presença de água, inclusive a quebra de gordura. A hidratação correta ainda mantém a saúde e contribui para a eliminação de toxinas e o transporte de nutrientes para as células de uma forma mais adequada.

 

A recomendação é ingerir entre 30 a 35 ml de água por kg de peso corporal, o que em média fica em torno de 2 litros por dia.

 

Água de berinjela: A água de berinjela é feita da seguinte forma: o vegetal é cortado em cubos e colocado de molho na água potável, após algumas horas ele é retirado e a pessoa bebe a água onde a berinjela estava. A crença popular é de que esta água seria rica em nutrientes e por isso contribuiria para a perda de peso.
Porém, até o momento nenhuma pesquisa conseguiu comprovar qualquer benefício da água de berinjela. "Até pode ser que uma ou outra substância seja liberada, mas é pouco. O ideal é consumir a berinjela em uma refeição, pode ser refogada ou grelhada", diz Patrícia.

 

A berinjela proporciona uma série de benefícios para saúde, ajuda a diminuir o colesterol, reduzir a ação das gorduras sobre o fígado e é boa para quem tem artrite, gota, reumatismo, diabetes e inflamações da pele em geral. Por ser rica em fibras, ela é boa para quem tem prisão de ventre e também contribui para a perda de peso saudável



Água de gengibre: Esta água pode contribuir para o emagrecimento saudável desde que seja ingerida da maneira correta e, claro, que faça parte de uma dieta balanceada. "O ideal é consumir o gengibre ralado ou espremido, não em rodelas. Ele tem que soltar seu líquido, o melhor é consumi-lo na salada, mas se quiser ralar na água e tomar, também pode", conta Patrícia.
O gengibre ajuda na perda de peso porque tem ação termogênica. "Por isso, auxilia no processo de queima de gordura e aceleração metabólica, mas ele não é responsável pelo processo de emagrecimento de fato. Ele ajuda sim, mas uma boa alimentação e atividade física diária é muito mais efetivo e saudável", destaca a nutricionista Vivian Ragasso, do Instituto Cohen de Ortopedia.

 

Pessoas com taquicardia devem consumir a água com moderação e evitar consumir o gengibre, pois ele possui efeito termogênico e em excesso pode elevar os batimentos cardíacos.

 

Água com limão: Não há comprovações científicas de que a água com limão de fato contribua para a perda de peso. "Entretanto, o poder alcalinizante do limão pode auxiliar nos processos de desintoxicação facilitando a perda de peso, desde que dentro de um conjunto de mudanças para adoção de hábitos saudáveis de alimentação", observa a nutricionista Hannah Médici. Pessoas com gastrite, úlcera no estômago e intestino ou outros problemas no trato gastrointestinal devem evitar essa prática.
Água Sass: A água Sass foi criada pela nutricionista americana Cynthia Sass e conta com gengibre ralado ou espremido, fatias de limão, pepino e folha de hortelã. Todos esses alimentos ficam de molho na água por 12 horas e depois ela é consumida. Por conter o gengibre ralado ou espremido, esta água pode contribuir um pouco para o emagrecimento saudável desde que aliada a uma dieta balanceada. "É uma fórmula muito boa pra ajudar no processo de detox sim, mas não é efetiva no emagrecimento. O melhor seria bater todos esses ingredientes e consumir após isso", diz Vivian.

Água com gás: No caso da água com gás, muitos acreditam que seu consumo esteja relacionado ao ganho de peso. "Não há comprovações científicas sobre manutenção, ganho ou perda de peso em relação ao consumo de água com gás", afirma Hannah. A água com gás só não deve ser muito consumida por quem tem problemas de gases e também não é interessante consumi-la junto com as refeições.

 

Água de coco: A água de coco apresenta uma associação de substâncias que a tornam especial mesmo quando comparada com bebidas industrializadas. Ela é rica em vitaminas, minerais, aminoácidos, carboidratos, antioxidantes, enzimas e outros fitonutrientes que ajudam o corpo a funcionar com mais eficiência.

 

Quantidade ideal de água por dia

 

Quem consome água de forma regular durante o dia ajuda o corpo a funcionar melhor, previne problemas de saúde, entre outros benefícios. "A água tem um papel regulador de muitas funções de nosso organismo. a quantidade de água que consumimos tem um papel fundamental desde o controle da temperatura até o bom funcionamento do sistema circulatório", explica o fisiologista Raul Santo de Oliveira.

 

Para saber a quantidade certa de água para consumir, basta multiplicar o seu peso corporal por 0,03. Assim, uma pessoa com 70 quilos, por exemplo, deve tomar aproximadamente 2,1 litros de líquido por dia. "É importante lembrar que esse cálculo é feito de maneira geral, mas a necessidade de água varia de pessoa para pessoa. Uma atleta de alto rendimento, por exemplo, pode perder um litro de água por hora, e por isso precisa de uma maior ingestão", diz o fisiologista Raul.

 

Benefícios do consumo da Água:

 

Controlar a pressão sanguínea: Um estudo feito pela Vanderbilt University Medical Center, nos Estados Unidos, mostrou que a água sem nenhum aditivo pode ter um papel importante para regular a pressão sanguínea. "A água tem grande influência no controle da pressão, já que a sua presença determina a densidade do sangue. É por isso que em alguns aparelhos medidores, a pressão é medida em porcentagem de água no sangue", explica Raul Santo.

 

Previne cãibras: As cãibras aparecem quando há um desequilíbrio hidroelétrico em nossos músculos, causando uma contração involuntária da musculatura. "Beber água regularmente ajuda manter o equilíbrio hidroelétrico e o bom funcionamento das células musculares", diz o fisiologista.

 

Protege o coração: Um estudo feito pela Loma Linda University, nos Estados Unidos, mostrou que pessoas que bebem mais de cinco copos, o que equivale em média a dois litros, de água diariamente, têm menos chances de sofrer ataques cardíacos ou outras doenças do coração do que aqueles que bebem menos do que isso. "Com o sangue mais diluído, ele flui com mais facilidade pelos vasos sanguíneos, diminuindo as chances de infartos e derrames", explica o fisiologista.

 

Melhora o funcionamento do intestino: Quando o intestino não está funcionando muito bem, uma boa dica é comer mais fibras e ingerir mais água também. Aliás, ingerir muitas fibras e pouca água provoca o efeito reverso: intestino preso. Isso mesmo, a água auxilia na lubrificação das paredes intestinais e na movimentação do bolo fecal, evitando constipação e a formação de gases.
Protege contra pedra nos rins: Beber muita água é a principal maneira de se proteger da formação de um cálculo no rim. Quanto mais água bebermos, mais o nosso sangue circula e ficará diluído, facilitando o trabalho dos rins na hora de excretar nutrientes que não são mais necessários em nosso organismo. "A ingestão contínua de água faz com que nossos rins trabalhem constantemente devido ao maior volume de sangue. E isso acontece sem sobrecarregar os rins, mantendo sua função de 'limpar' o sangue eficiente", diz o urologista Roberto Maluf, do Hospital Santa Cruz.

 

Transporte de nutrientes: A água também é fundamental para que ocorra um bom transporte de nutrientes em nosso organismo. Segundo o fisiologista Raul Sano, sem ela, o sangue fica mais denso e, consequentemente, menos capaz de transportar nutrientes como vitaminas e minerais para nossas células. "A parte líquida do sangue, chamada de plasma, deve corresponder a 55% do sangue. Se essa proporção diminui pela falta de água, as células não recebem todos os nutrientes que deveriam".
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)


Aumenta a resistência física: Durante exercícios físicos, a perda de água pelo suor faz com que nosso desempenho piore. Esse processo pode ser observado também longe do treino. De acordo com o especialista, algumas profissões exigem um esforço muito grande do corpo, e consequentemente, há uma perda maior de água pela transpiração. Além da hidratação, a água ajuda a controlar a temperatura do corpo, e assim melhora o rendimento em alguns esportes.

 

Ajuda a emagrecer: Por aumentar a atividade no sistema nervoso, e assim elevar o nível de energia gasto, o hábito de beber água constantemente também promove a perda de peso. De acordo com cientistas do Vanderbilt University Medical Center, uma pessoa que beba três copos de água por dia pode perder três quilos em um ano, sem mudar em mais nada sua rotina. Isso não resolve o problema de excesso de peso, mas ajuda quem quer emagrecer a entender como o sistema nervoso funciona. De acordo com a endocrinologista Alessandra Rascovski, se ingerirmos bastante líquido durante o dia, conseguiremos manter o estômago relativamente preenchido. Isso significa maior saciedade e, por sua vez, menor comida ingerida.

 

Protege os olhos: Manter o organismo hidratado é essencial para que os olhos fiquem protegidos de lesões. "Os olhos são órgãos muitos sensíveis a desidratação. Por isso, manter o organismo com níveis de água elevados, protege os olhos de ressecamento, causador de problemas oculares como inflamações e infecções", diz Raul Santo.
Absorção de vitaminas: As vitaminas C e do complexo B são hidrossolúveis, ou seja, só são absorvidas pelo organismo com a presença de água. "Ao contrário das vitaminas lipossolúveis, que ficam armazenadas no tecido adiposo, as vitaminas hidrossolúveis precisam ser consumidas regularmente, assim como a água, já que são eliminadas pela urina", diz Raul Santo.

 

Manter a pele jovem: Um dos primeiros sinais da falta de água (desidratação) se dá na pele e nas mucosas. "Entre as células, temos um líquido intersticial que ajuda na sustentação da pele, entre outras funções. A falta de ingestão de água deixa a pele flácida e sem viço", explica a dermatologista Daniela Taniguchi. A pele perde o turgor, demorando para voltar ao seu estado natural, quando sofre uma distorção. Por exemplo, quando beliscamos a pele, ela logo deve voltar ao seu estado normal ao soltarmos. Se isso demora para acontecer, é sinal de que está desidratada e flácida. Além de deixar a pele hidratada e firme, beber água também favorece a excreção de toxinas, substâncias que prejudicam a pele.


Limpa o organismo: De acordo com a nutricionista Márcia Curzio, o consumo de água é vital para o bom funcionamento do organismo, já que quando não nos hidratamos corretamente, substâncias tóxicas e prejudiciais ficam retidas no organismo, abrindo o caminho para o aparecimento de algumas doenças. "A cada 500 gramas de gordura que o organismo metaboliza, são produzidos e despejados no organismo cerca de 550 gramas de um mix de água e resíduos que tende a se acumular cada vez mais. Para que sejam eliminados, só há um meio: botar mais água para circular no corpo, o que proporciona uma espécie de faxina interna, garantindo o equilíbrio hídrico do organismo", explica Márcia Curzio.

 

Riscos da desidratação
Sabia que 70% do corpo humano é formado por água? No entanto, ao longo do dia, parte dela é eliminada por meio do suor ou da urina. Exatamente por esse motivo que, para manter a saúde em dia, é preciso caprichar na ingestão de líquidos.


"Quando não nos hidratamos corretamente, substâncias tóxicas e prejudiciais ficam retidas no organismo, abrindo caminho para o aparecimento de algumas doenças", explica a nutricionista Márcia Curzio.

 

A desidratação pode comprometer diversas atividades metabólicas vitais, entre elas o transporte de nutrientes pelo sangue, o bom funcionamento dos rins, intestinos, além da produção de hormônios e enzimas. "Todas essas reações só podem ocorrer em meio aquoso", esclarece Solange Saavedra, gerente técnica do Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região (CRN3).

Dicas para tomar mais água:

 

Use a tecnologia a seu favor: nem sempre a memória dá conta de lembrar que é necessário beber água. Quando isso acontece, é possível recorrer à tecnologia. Uma forma é colocar um aviso no seu celular a cada meia hora por exemplo, ou utilizar aplicativos que te lembrem de ingerir água

Tenha sempre uma garrafinha de água com você: como não é sempre que estamos perto de um bebedouro ou de um filtro de água, é importante ter sempre à mão uma garrafinha d'água. Esse hábito ajuda a manter sempre em mente que é necessário beber água regularmente e também ajuda a trazer saciedade ao organismo, pois mantém o estômago relativamente preenchido. Além disso, também é possível estipular momentos para beber água ao longo do dia, como antes de almoçar, em jejum, nos intervalos entre as refeições e antes de dormir.

 

Consuma alimentos ricos em água: a alimentação também é uma forma de contribuir para a hidratação do organismo. Alimentos como pepino, melão, melancia, morango, abobrinha e tomate. Vale ressaltar que apenas o consumo desses alimentos não é suficiente para suprir a quantidade de água que necessitamos diariamente. Lembra do cálculo que fizemos lá em cima? Por isso é importante equilibrar o consumo de água com a alimentação


Adicione frutas à água: Que tal acrescentar textura ao seu copo d'água? A nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional, em São Paulo, afirma que você pode acrescentar frutas fatiadas, amassadas ou mesmo cascas à bebida, que ganha o sabor da fruta de maneira bem leve e até parte das vitaminas. "Pode ser adicionado abacaxi picado, cascas de laranja ou limão, maçã picada, uvas, carambola ou mesmo ervas como capim cidreira, hortelã, canela em pau e cravo", afirma.


Dê um sabor com suco concentrado: para quem reclama que a água não tem gosto, a dica é acrescentar suco concentrado de frutas. "Opte sempre pelas opções sem açúcar e não exagere nas quantidades, pois é só para dar um leve sabor e facilitar a digestão", afirma a nutricionista Roseli. A proporção ideal é um litro de água para 200ml do suco


Prepare um chá refrescante: nada como tomar um chá bem gelado para aliviar o calor. "Os chás são excelentes, porque além de hidratarem, têm funções que beneficiam a saúde", afirma a nutricionista Roseli. As ervas em infusões podem ser usadas dependendo da necessidade individual, como hortelã e alecrim para digestão, ou chá verde e de hibisco para efeito termogênico.

 

 

 

Hashtag: |
Dia Mundial do Pão: Comemore com um irresistível pão de alho caseiro

No Dia Mundial do Pão, comemore com uma pão de alho caseiro. Convide os amigos e teste essa receita, que é irresistível!

 

Ingredientes

 

-5 pães (francês)
-4 dentes de alho
-1 creme de leite
-1 tempero pronto
-1 maionese (500 ml)
-1 pitada de orégano.


Modo de preparo


Coloque os alhos e o creme de leite no liquidificador e bata por 1 minuto. Depois acrescente a maionese, o tempero pronto e o orégano. Bata mais um pouco. Quando virar uma pasta, passe no pão e coloque para assar na churrasqueira (elétrica ou a gás). Tire quando estiver dourado e sirva. (Com Bonde)

 

 

 

Hashtag: |
Que tal uma fraldinha recheada com bacon e requeijão ?

Ingredientes


-1kg de fraldinha
-100 g de bacon
-200 g de muçarela em tiras
-2 dentes de alho amassados
-Orégano
-Sal e pimenta a gosto
-1 saquinho culinário para assar carnes.

Molho:

-100 g de bacon cortado em cubos
-3 colheres de sopa (cheias) de requeijão
-1 dente de alho picado.
Modo de preparo
Recheio:
Aqueça uma panela e frite o bacon com a sua própria gordura. Depois de frito, coloque o alho picado e frite. Em uma vasilha coloque o requeijão e acrescente o bacon frito. Misture. Regue a carne com o molho.

Carne:

Tempere-a com sal, a pimenta e o orégano, faça furos com uma faca e coloque os cubos de bacon. Fure o centro da carne sem rasgar e coloque a muçarela. Feche com um palito. Coloque dentro do saco e feche. Leve ao forno por 1 hora e 25 minutos. Quando estiver no ponto, rasgue o saco e deixe dourar um pouco. Depois de pronta, coloque a carne em um prato e corte-a em pedaços. (Com Bonde)

 

 

 

Hashtag: |
Faça cupcake de cenoura com brigadeiro para o dia das crianças

O Dia das Crianças é sinônimo de felicidade e diversão.

 

Seja na forma de presentes ou atividades recreativas, o que não pode faltar é afeto e carinho. Comemorado todo 12 de outubro, este ano a celebração acontece na sexta-feira, dando ainda mais tempo para aproveitar com a família durante o fim de semana.



Para tornar esta data ainda mais especial, a Finna, marca de farinhas e misturas para bolo, sugere uma receita maravilhosa para deixar os pequenos com água na boca: cupcake de cenoura com brigadeiro.A combinação entre a cenoura e o chocolate vai agradar o paladar de todo mundo em casa.

 

 

Ingredientes

 

Bolo

- 4 ovos

- 1 xícara de óleo (200ml)

- 3 cenouras médias em rodelas

- 2 xícaras de Farinha de Trigo com Fermento

-2 xícaras de açúcar refinado

 

Brigadeiro

-1 lata de leite condensado

-50g de chocolate em pó

-60g de Margarina 

- 1 caixa de creme de leite

 

Modo de Preparo

 

Brigadeiro

- Em uma panela, coloque o leite condensado, a margarina e o chocolate.

- Aqueça em fogo baixo e mexa sem parar. Depois de engrossar, adicione o creme de leite, mexa mais um pouco e quando começar a soltar do fundo, estará pronto. Retire da panela e leve à geladeira para esfriar.

- Quando estiver frio, faça pequenas bolinhas para colocar 1 dentro de cada forma de cupcake.

- Guarde o restante para decorar o topo.

 

Cupcake

- Misture os ovos e o óleo e bata. Acrescente a cenoura crua e bata.

- Coloque a Farinha de Trigo e o açúcar em um recipiente, misture com o que foi batido no liquidificador e mexa até incorporar. Preaqueça o forno a 180ºC.

- Monte as forminhas de cupcake com 1 colher de sopa da massa, coloque 1 brigadeiro dentro de cada forminha e cubra com a massa. Não pode encher muito, para não transbordar na hora de assar.

- Asse por aproximadamente 20 minutos.

 

Montagem

- Com o cupcake já assado e frio, decore a parte de cima da forma que desejar utilizando o restante do brigadeiro e confeitos de sua preferência.

 

 

Hashtag: |
10 dicas que combatem a insônia e ajudam a dormir melhor

Dormir é relaxante e ainda faz bem para a saúde. Tem coisa melhor? Tem sim, saber que ele ainda ajuda a viver mais. Um estudo realizado pela American Academy of Sleep Medicine provou que dormir bem é um dos segredos para a longevidade.

 

Porém, para algumas pessoas, uma boa noite de sono não é conquistada tão facilmente. A insônia pode ser decorrente de problemas de saúde. "O problema pode ser decorrente de transtorno ansioso, quadro depressivo, problemas neurológicos como a síndrome das pernas inquietas, apneia do sono ou mesmo um transtorno chamado de movimentos periódicos do sono, entre outros", enumera Stella Tavares, neurofisiologista do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

 

Mas, antes de pensar que o problema é de saúde, vale cogitar: será que você está tendo hábitos saudáveis antes de dormir? "Alguns costumes como uso excessivo de computadores, alimentação pesada antes de dormir e situações de tensão podem sim prejudicar o sono", lista Daniel Inoue, médico especialista em Medicina do Sono do Hospital Santa Cruz de São Paulo.

 

Para resolver o problema nesses casos, listamos alguns cuidados que podem ajudar a melhorar a qualidade do seu sono. Mas se nada disso funcionar, vale então procurar um médico.

 


1 - Escolha o melhor travesseiro


Ao pensar em um bom travesseiro, é importante sempre levar em conta a posição em que você dorme. "Ao deitar-se de lado, é importante que ele seja mais alto, para que o pescoço fique alinhado com resto da coluna. Agora, se você deita de barriga para cima, o ideal é usar um travesseiro mais baixo, para que a cabeça não fique muito acima", considera o ortopedista Cássio Trevizani, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).


Agora, se sua posição favorita é de bruços, o ideal é não usar travesseiro nenhum. Porém, essas regras se invalidam caso você tenha algum problema específico de saúde. "No caso de doenças associadas como o refluxo gastroesofágico e também algumas cardiopatias, a recomendação por travesseiros mais altos é feita", recomenda Daniel Inoue, médico especialista em Medicina do Sono do Hospital Santa Cruz de São Paulo.

 

Quanto ao material, vale escolher o que você preferir. Alguns conservam suas características por mais tempo, como o de viscoelástico, por exemplo. Mesmo assim, sempre que você perceber que o travesseiro está ficando mais baixo, o ideal é comprar outro. "A troca deve ser feita quando apresentarem deformidades ou algum tipo de incômodo para a pessoa dormir", alerta Inoue.

 

2 - Colchão também é importante


Tão essencial quanto o apoio para a cabeça é a base em que ficará o resto do corpo. Por isso mesmo o colchão é um item fundamental para um sono de qualidade. "É sempre importante pensar que a sua coluna deve estar alinhada ao se deitar", pondera o ortopedista Trevizani.

 

"Do ponto de vista prático, existem os modelos ortopédicos, com maior resistência e densidade, que normalmente são feitos com molas e com espuma de viscosidade mais alta", finaliza.

 

A regra principal, no entanto, é que ele seja confortável e que ao acordar você não sinta dores no corpo. E se com o tempo você começar a acordar com desconfortos, talvez já seja hora de trocar.


3 - Bebidas que ajudam


O conselho da vovó de beber um chá pode muito bem estar certo. "Chás calmantes como a camomila, erva doce e cidreira contribuem para dormir melhor, pois ajudam no relaxamento", considera o médico do sono Daniel Inoue.

 

O leite morno pode ser uma pedida também, por conter triptofano, um aminoácido precursor da serotonina, mesmo que em quantidades pequenas. Uma boa dica para potencializar essas bebidas é incluir o mel.

 

Alguns tipos desse doce, como o silvestre, o de flor de laranjeira e o assa-peixe tem propriedades calmantes e ajudam corpo e mente a relaxarem, de acordo com a nutricionista Thais Souza, da Rede Mundo Verde.

 

4 - Reduza a ansiedade


Quando a insônia bater por ansiedade, você pode usar algumas técnicas para reduzi-las. Experimente algo que você sabe que costuma relaxar vocês. Por exemplo, para pessoas mais tranquilas e que já tenham feito ioga, por exemplo, experimentar uma mentalização pode ser uma boa pedida.

 

"Mas se você não está acostumado, isso pode piorar sua ansiedade em querer dormir logo", considera a neurofisiologista Stella. Melhorar a respiração, fazendo exercícios de inspirar e expirar lentamente, também pode ser uma boa pedida, mas treine fazer isso acordado.

 

5 - Cuidado com o álcool


A qualidade do seu sono ao beber uma cerveja, vinho ou destilado não será das melhores. "Como ele relaxa a musculatura toda, inclusive do pescoço, ele deixa a via aérea aberta, o que favorece a apneia do sono, fazendo com que a pessoa durma de forma irregular ao longo da noite", explica Stella Tavares. Por isso podemos roncar mais quando bebemos.

 

6 - Associe a cama ao sono


"A cama deve ser restrita ao sono e as atividades sexuais", ressalta o médico do sono Inoue. Isso porque, quando seu cérebro entende que a cama é um local de dormir, fica mais fácil fazer com que o sono venha. Agora, se você costuma comer, usar o computador ou mesmo ler um livro na cama, a sonolência pode ser tornar mais difícil.

 

7 - Atente-se as cortinas


Ter uma cortina de boa qualidade pode não parecer, mas é tão importante quanto o colchão e o travesseiro. Isso porque a iluminação está diretamente relacionada com o sono, já que tudo isso é regido pelo ciclo circadiano, que leva em conta, entre outros fatores, o dia e a noite.

 

"Um dos hormônios ligado ao sono é a melatonina, e ela é melhor produzida quando estamos no escuro. A luminosidade alta interfere em sua liberação", ensina enumera Stella Tavares, neurofisiologista do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

 

De acordo com a especialista, você pode até ter uma pequena luminosidade no quarto, até porque algumas pessoas não conseguem dormir sem ela. Mas quando a luz fica muito forte, o corpo sente como se não fosse o momento certo de adormecer. Além disso, a luz que entra de manhã pela janela favorece o despertar. Portanto, vale a pena ficar com as cortinas fechadas se você quer dormir um pouco mais.


8 - Cuidado com eletrônicos no quarto


Isso vale para o uso de objetos eletrônicos no quarto, que são muito estimulantes. "Assistir filmes, navegar pela internet, utilizar redes sociais ou mesmo jogos online, podem aumentar o grau de excitação e isso pode ser prejudicial ao sono", considera Inoue.

 

O ideal é que uma hora antes de dormir você se desconecte um pouco e relaxe. Para esse momento, vale diminuir a intensidade da luz, colocar uma música relaxante ou fazer uma leitura tranquila, nada que desperte muito a sua mente.

 

9 - Evite brigas no quarto


Não adianta limpar o ambiente apenas dos estímulos tecnológicos. Evitar brigas, estresse e discussões de problemas no quarto também é muito importante. "Em situações de tensão, encontramos aumento das catecolaminas, que são substâncias responsáveis pela excitação e responsáveis pelo aumento do nível de atenção", explica o médico do sono Inoue. Portanto, isso só vai dificultar que seu cérebro relaxe até o estado de subconsciência.

 

10 - Exercícios na hora certa


Além da luz, a temperatura corporal também ajuda a regular o sono: quando ela cai, ficamos mais sonolentos. Porém, quando fazemos atividades físicas, a tendência é que fiquemos mais quentes. "O ideal é não fazer exercícios à noite, pois isso acaba atrapalhando o sono", estatiza Stella. Mas, caso seja o único horário que você tem, o melhor é deixar para deitar-se até três horas depois. (Com Minha Vida)

 

 

 

Hashtag: |