Papagaio roubado de zoológico escapa de bandidos e volta para casa

O que não falta na vida de Freddy, um papagaio que vive no Zoológico de Cascavel, é emoção. Roubado na madrugada da última terça-feira, quando homens armados renderam um guarda do parque, levando em seguida um botijão de gás e dois animais, Freddy voltou para sua casa nesta quinta-feira (18 de abril), segundo o médico veterinário Ilair Detoni.

 

A ave, que se recupera de uma picada de cobra, voltou ao zoológico voando após fugir dos bandidos que haviam o levado. Ele passa bem e agora o zoológico trabalha para resgatar outro papagaio que também foi levado no assalto.

 

Mas esse foi apenas um dos episódios marcantes da trajetória de Freddy. Antes de ir para o zoológico, o animal vivia com criminosos envolvidos com o tráfico de drogas. Um dia, porém, a polícia bateu na residência e, na tentativa de prisão dos bandidos, houve troca de tiros e o bico da ave acabou atingido, ficando com uma deformidade na face.

 

A ave então foi encaminhada ao ambulatório do zoológico, onde recebeu todo o tratamento necessário. Mas quando já estava quase 100%, acabou sendo picado por uma cobra e teve de voltar ao ambulatório.

 

Terceira tentativa de arrombamento

 

O roubo das aves e do botijão de gás marca a terceira tentativa de arrombamento do zoológico de Cascavel apenas em 2019. Esta, entretanto, foi a primeira vez em que os criminosos foram até o local armados.

 

Para dar mais segurança aos trabalhadores e aos animais, a prefeitura promete reforçar as rondas da Guarda Municipal pela região e também estuda implementar o uso de cãmeras de monitoramento, embora não dê um prazo para que isso aconteça.

 

Nos últimos anos, inclusive, o zoológico tem ficado famoso por acontecimentos inusitados. Nos últimos quatro anos já houve fuga de macados, de dois jacaré e o furto de outros quatro papagaios. O local conta com apenas dois guardas patrimoniais para tomarem conta de uma área de 17 hectares. (Com RIC/TV)

 

 

 

 

 

Hashtag: |
Deficiente visual sem CNH e com carro sem freio causa acidente na BR 277

Um deficiente visual que não possui CNH, que conduzia um veículo sem freios, causou um acidente na manhã desta sexta dia 19, na BR 277, em Guarapuava.

 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a colisão transversal ocorreu no trevo de acesso ao município de Goioxim, por volta das 08h40, e envolveu um GM Corsa, com placas de Goioxim, e um Renault Fluence, com placas de Curitiba.

 

O motorista do Corsa, que não é habilitado, contou aos policiais que ao acessar a BR 277 seu veículo ficou sem freio, por isso não conseguiu parar, obstruindo a passagem do veículo Fluence, ocorrendo assim a colisão transversal.

 

O condutor do Corsa disse ainda ser deficiente visual e receber benefício referente a essa invalidez. Diante dos fatos foi encaminhado esse condutor para a 14ª SDP. em Guarapuava.

 

A vítima, passageira do Corsa, foi encaminhada para a UPA BATEL em Guarapuava com lesões leves. No Fluence não houve feridos.

 

 

 

 

 

Hashtag: |
Sicredi Grandes Lagos PR/SP distribui mais de R$ 3,6 milhões em resultados para os seus associados

Os valores pagos são de acordo com o volume de negócios que os associados efetivaram com a cooperativa ao longo do ano passado. É o equivalente a quase 34% do lucro obtido em 2018.

 

Os mais de 25 mil associados da Sicredi Grandes Lagos PR/SP receberam na terça dia 16, parte do lucro obtido pela cooperativa em 2018 que superou os R$ 10,6 milhões. Ao todo, R$ 3,6 milhões desse resultado, o equivalente a 33,96% do total, foi distribuído aos associados, de acordo com o volume de negócios que foram efetivados com a instituição financeira cooperativa ao longo do ano passado. Parte desse valor já havia sido creditado na cota capital (uma espécie de participação acionária) em dezembro passado, e o restante foi pago nesta semana na conta corrente dos associados que movimentaram com a cooperativa.

 

O total distribuído foi definido pelos próprios associados durante as assembleias, realizadas entre 23 de janeiro e 9 de março. Quase 20% do quadro associativo participou das reuniões que servem como prestação de contas e no qual se tomam decisões estratégicas, como a que foi feita com o resultado obtido pela cooperativa. As assembleias foram realizadas em 15 municípios do Paraná e de São Paulo, especialmente na região da Baixada Santista.

 

De acordo com o presidente da Sicredi Grandes Lagos PR/SP, Orlando Muffato, mais importante do que a boa performance da cooperativa e a possibilidade de distribuir resultados, é o benefício gerado à comunidade, que está em linha com a missão da instituição. “O impacto causado pela cooperativa está alinhado ao volume de recursos financeiros que giram nas localidades nas quais estamos presentes. Há uma relação direta de parceria entre o associado e a cooperativa: ambos crescem juntos, e a comunidade é a principal beneficiada”, diz.

 

Na comparação com 2017, a performance da cooperativa pode ser considerada positiva, visto que houve aumento de 17%. O total de recursos administrados foi de R$ 304 milhões para R$ 383 milhões – um salto de 25% e um incremento líquido de R$ 79 milhões. Em relação às operações de crédito, a cooperativa cresceu 27%, fechando o ano anterior com R$ 330 milhões emprestados para os seus associados, o que também fomenta a economia da região.

 

 

 

 

 

Hashtag:
Paraná segue em alerta contra a febre amarela

O boletim semanal da febre amarela divulgado nesta quarta dia 17, pela Secretaria de Estado da Saúde não registra novos casos da doença no Estado. Porém, o Paraná segue em alerta com 15 casos confirmados, incluindo uma morte e 85 ocorrências em investigação. Outros 269 já foram descartados.

 

“A nossa recomendação é para que a população busque a unidade de saúde mais próxima da sua casa e tome a vacina contra a doença, que está disponível nos 399 municípios”, alerta o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. Ele destaca a preocupação com algumas pessoas que não querem se vacinar. “A vacina é segura e a única forma eficaz de proteger a população”.

 

A secretaria segue com as ações de combate à febre amarela em todo Paraná. A superintendente de Vigilância em Saúde, Acácia Nasr, informa que a vacina demora dez dias para fazer efeito. “Portanto, recomendamos que todos procurem o serviço de saúde para a imunização. Devem receber a vacina pessoas com idade entre 9 meses e 59 anos”, orienta.

 

Mais uma epizootia (morte de macaco) foi confirmada na 3° Regional de Saúde, em Jaguariaíva. No total, são seis casos. Além deste, outros ocorreram em Antonina, Morretes, Paranaguá, São José dos Pinhais, Castro e Jaguariaíva. Outras 28 ocorrências estão em investigação e 54 já foram descartadas.

 

 

 

 

 

Hashtag: |
Contrabandistas atiram contra Policiais Federais no Rio Paraná, em Altônia

A Polícia Federal foi recebida a tiros durante patrulhamento embarcado na barranca do Rio Paraná, na madrugada de quinta dia 18, em Altônia Oeste do Paraná.

 

A equipe de policiais federais e militares da Força Nacional percebeu a movimentação suspeita de barcos aparentemente carregados às margens de uma ilha próxima.

 

Ao se aproximarem para a abordagem, mesmo dando todos os sinais disponíveis, os policiais foram recebidos a tiros disparados pelos suspeitos que estavam próximos da embarcação carregada.

 

Com a fuga dos indivíduos foi possível observar que se tratava de uma carga de cigarros contrabandeados do Paraguai. Foram apreendidos uma embarcação de cinco metros carregada com cigarros, uma embarcação de sete metros também com cigarros e um caminhão mais acima. Ao total foram apreendidas 180 caixas de cigarros do Paraguai.

 

 

 

 

 

 

 

Contribuinte ganha prêmio do Nota Paraná no dia do aniversário

Os ganhadores dos três principais valores no sorteio de abril do programa Nota Paraná receberam os prêmios nesta quarta-feira (17), em evento na Secretaria da Fazenda do Paraná, em Curitiba. O principal prêmio, de R$ 50 mil, saiu para o designer de interiores Pedro Henrique Moretti da Costa, de 28 anos, morador de Maringá. Ele ficou sabendo que havia sido contemplado justamente no dia do aniversário. “Foi o melhor presente”, disse.

 

O prêmio de R$ 30 mil saiu para Rodrigo Luiz Granzotto, de 38 anos, morador de Curitiba, e o de R$ 20 mil foi para Evandro Luiz dos Santos, de 42 anos, Evandro Luiz dos Santos, de 42 anos, também da capital.

 

De acordo com a coordenadora do Nota Paraná, Marta Gambini, da Secretaria da Fazenda, a participação no programa tem crescido cada vez mais, graças ao trabalho de divulgação que vem sendo feito no interior do Estado e até mesmo em outras regiões do país. “Durante a ExpoLondrina, no período de 5 a 14 de abril, foram atendidas centenas de pessoas que buscavam mais informações sobre o programa no estande da Nota Paraná”, afirmou.

 

Já na próxima semana, o programa Nota Paraná será apresentado no 69º Encontro Nacional do GEF (Grupo de Educação Fiscal), a convite da Secretaria da Fazenda do Mato Grosso do Sul. O evento contará com representantes das unidades de Educação Fiscal de todas as secretarias estaduais e demais entidades com atividades relacionadas ao tema do exercício da cidadania por meio da educação fiscal.

 

FAZER DINHEIRO - Pedro Henrique, de Maringá, contou que estranhou ao ser informado que havia sido contemplado com o prêmio maior e que a ficha só caiu quando ele conferiu o bilhete premiado no site do programa. “Nunca esperamos por uma notícia dessas”, disse ele, que pretende investir o valor. “A ideia é fazer esse dinheiro render ainda mais dinheiro.”

 

Para Rodrigo Luiz Granzotto, a ligação informando que foi contemplado com o valor de R$ 30 mil pareceu ser um trote. Isso porque horas antes ele havia acabado de acessar sua conta do Nota Paraná para fazer a resgate de um valor menor, sem ao menos se dar conta de que tinha ganhado um dos prêmios principais.

 

“Entrei para resgatar um valor menor e não tinha me dado conta do prêmio”, diz. Concorrendo com apenas 9 bilhetes, Rodrigo diz que esse foi um dos meses em que teve menos cupons. “Tinha apenas nove cupons e fui premiado com valor maior”, comemora. Ele confessa que não acreditava muito nos sorteios do programa, até que acabou sendo um dos premiados. “Agora vou pedir mais do que nunca o CPF na nota e fazer o raio cair duas vezes no mesmo lugar”, comemorou.

 

ESPERANÇA – O militar Evandro Luiz dos Santos, contou que a esperança de ser sorteado com um dos prêmios principais do Nota Paraná foi o que o motivou a se cadastrar no programa logo no seu lançamento, em 2015. Desde então, ele e toda a família costumam pedir o CPF na nota em todas as compras. “Sempre pedi o CPF na nota, até no pão. Esse prêmio demorou, mas veio”, brinca o ganhador de R$ 20 mil.

 

COMO SE CADASTRAR - Para se cadastrar no Nota Paraná basta acessar o site www.notaparana.pr.gov.br, clicar na opção “cadastre-se” e preencher os dados pessoais, como CPF, data de nascimento, nome completo, CEP e endereço para criação da senha pessoal.

 

Para participar dos sorteios é preciso fazer adesão no site. Toda primeira compra no mês gera um bilhete ao participante do programa para os sorteios mensais, independentemente do valor. Depois, cada R$ 50 em notas fiscais dá direito a um novo bilhete, com validade apenas para o sorteio do seu respectivo período.

 

Os valores dos prêmios dos sorteios e os créditos devolvidos poderão ser utilizados para abatimento do valor do IPVA ou para depósito em conta bancária do premiado.

 

Os prêmios mensais são de R$ 50 mil, R$ 30 mil, R$ 20 mil, R$ 1 mil, R$ 250, R$ 50, R$ 20 e R$ 10. Nos sorteios especiais, realizados em meses com datas comemorativas (maio, junho, agosto, outubro e dezembro) o valor dos três prêmios principais é multiplicado por quatro, chegando a R$ 200 mil, R$ 120 mil e R$ 80 mil. (Com AEN)

 

 

 

 

Casos de tuberculose sobem no Paraná e acendem o alerta

A cada quatro horas, um novo caso de tuberculose é diagnosticado no Paraná. Segundo informações do Ministério da Saúde, enquanto o Brasil registrou queda de 0,63% no número de diagnósticos em 2018, no estado foi verificado crescimento de 10,9%, o que coloca o Paraná como uma das 12 unidades da federação que registraram alta da doença.

 

No ano passado, foram registrados um total de 2.248 novos casos de tuberculose no Paraná, o maior número de diagnósticos da doença desde 2013. Já em 2017, haviam sido registrados 2.027 ocorrências. Com o aumento de casos, a taxa de incidência por 100 mil habitantes subiu cerca de 10%, passando de 17,9 para 19,7.

 

Ainda assim, a Organização Mundial da Saúde (OMS) avalia que os números registrados no estado ainda são considerados aceitáveis. O estado, inclusive, pretende, até 2035, alcançar uma taxa de menos de 10 casos por 100 mil habitantes. Para tanto, desde o ano passado, em todo o Brasil, começou a ser implementado o novo Sistema de Notificação de Tratamento da Infecção Latente.

 

“A tuberculose é um problema de saúde pública que só controlaremos com monitoramento e alinhamento de esforços”, afirmou recentemente o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, explicando que o novo sistema de abordagem tem dois focos: o primeiro, pessoas que tiveram contato com pacientes com tuberculose, que vivam com HIV, façam terapias imunossupressoras (tratamento de tumores e períodos de pré-transplante) e diabéticos; o segundo, identificar os casos sintomáticos respiratórios, ou seja, pessoas com tosse há mais de 3 semanas e que também devem ser encaminhadas para o teste.

 

De acordo com especialistas, 10% das pessoas infectadas vão desenvolver a forma ativa e contagiosa da doença em algum momento da vida. A transmissão ocorre de forma direta, ou seja, de um doente ao outro, principalmente pela via respiratória, ao falar, espirrar e, principalmente, ao tossir. A estimativa é que, em um ano, um indivíduo infectado pode contaminar, em média, de 10 a 15 pessoas. Essas bactérias podem se depositar em roupas, lençóis, copos e outros objetos.

 

Doença está se tornando cada vez mais resistente, diz médico

 

De acordo com o médico Aier Adriano Costa, do aplicativo Docway, os casos de tuberculose resistente (quando a doença não responde aos principais medicamentos) são cada vez mais comuns. Assim, segundo, ele, a chave para o controle do problema é a rápida detecção, que pode ser feita por meio da tradicional baciloscopia, um meio rápido de triagem que pode auxiliar na detecção precoce do bacilo, ou via Biologia Molecular com o avançado “Mycobacterium Tuberculosis (MTB) detecção por PCR”.

 

Ele ainda destaca que o principal sintoma da doença é a tosse. “É recomendado que as pessoas que estejam com tosse há três semanas ou mais procurem um médico para que o caso possa ser investigado e a suspeita da doença afastada. Em casos positivos, a doença pode ser tratada corretamente”, diz o especialista. Existem ainda outros sintomas que podem aparecer além da tosse, como a febre vespertina, sudorese noturna, emagrecimento e cansaço/fadiga.

 

Mortes


A tuberculose é transmitida pelo ar, no espirro ou tosse. E pode matar, principalmente por conta de sua elevada capacidade de infectar os pulmões, além de outras partes do corpo humano (como os ossos e o sistema nervoso). O tratamento contra a tuberculose começa após confirmação bacteriológica, tem duração de 6 meses e a medicação está disponível no SUS. Nos últimos cinco anos com dados disponíveis (2013-2017), inclusive, foram registradas 22.711 mortes em decorrência da doença em todo o Brasil, das quais 636 ocorreram no Paraná. No último ano (2017), entretanto, houve redução de 13,19% no número de mortes no Paraná, que passaram de 144 para 125. Já no Brasil, o número de óbitos nesse mesmo período subiu 1,14%, passando de 4.483 para 4.534. Dados referentes a 2018, contudo, só deverão ser divulgados em 2020. (Com Bem Paraná)

 

 

 

 

 

Hashtag:
Páscoa: 187 mil veículos irão trafegar na BR-277, PRF e Ecocataratas já preparam operação para o feriado

A Ecocataratas espera um aumento no tráfego de veículos durante o feriado de Páscoa, na BR-277, entre Guarapuava e Foz do Iguaçu. A quinta dia 18 e o domingo dia 21, serão os dias de maior movimento, com acréscimo de 18,2% e 50,4%, respectivamente. Já a sexta dia 19, e o sábado dia 20, não terão alteração no fluxo de automóveis.

 

A orientação para quem vai pegar a estrada é precaução. “É importante que o motorista saia de casa com antecedência, respeite os limites de velocidade, e solicite que todos os integrantes do veículo usem o cinto de segurança. Medidas simples, mas que proporcionam uma viagem mais segura”, comenta Marcelo Belão, gerente de atendimento ao usuário da Ecocataratas.

 

Por se tratar de um feriado religioso, e para uma viagem mais tranquila, a Ecocataratas alerta para possível presença de movimentação de pessoas nos trechos urbanos ao longo da rodovia com procissões de romeiros, principalmente na sexta-feira (19), motivo pelo qual a atenção ao volante deve ser redobrada e a velocidade adequada a situação.

 

A Polícia Rodoviária Federal irá realizar uma série de fiscalizações entre os dias 18 e 21 de abril. “As ações serão voltadas, principalmente, no combate a alcoolemia, ultrapassagens indevidas, fiscalizações em motocicletas, uso de cinto de segurança e excesso de velocidade”, explica o inspetor da PRF, Antonio Alcides Gradin Júnior.

 

Obras e restrição de tráfego

 

Em decorrência do aumento no tráfego de veículos, os trabalhos com interferência nas pistas serão paralisados entre os dias 18 e 21 de abril.

 

No decorrer do feriado, nos trechos de pista simples de todas as rodovias federais do país, haverá restrição de trânsito de carretas e caminhões bitrem. “Na quinta-feira (18) e domingo (21), o tráfego destes veículos ficará proibido entre 16h e 22h e no sábado (19), das 06h às 12h”, relata Gradin.

 

Serviços

 

O motorista que trafegar no trecho de concessão da Ecocataratas estará amparado 24 horas por dia por meio do monitoramento de câmeras, inspeção de tráfego, guinchos e ambulâncias. Além disso, os usuários poderão usufruir dos seis Serviços de Atendimento ao Usuário (SAU’s) localizados entre Foz do Iguaçu e Guarapuava.

 

Campanha de segurança


Na quinta-feira (18), a partir das 15h a Ecocataratas em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizará um comando educativo no posto de fiscalização, em Cascavel. Além da costumeira orientação sobre segurança viária, a ação especial de Páscoa contará com a presença de um coelho (personagem) que distribuirá chocolates aos usuários abordados.

 


Para saber mais sobre as ações da Ecocataratas acesse o site www.ecocataratas.com.bru por meio do perfil no Twitter: @ecocataratas, siga nosso perfil e fique bem informado. Para entrar em contato com a concessionária ligue para 0800 450 277 ou baixe no celular o aplicativo Ecorodovias APP, onde terá acesso a informações sobre condições de tráfego, serviços e interferências na rodovia. Em situações de emergência, o usuário poderá solicitar atendimento médico ou socorro mecânico acionando a opção “SOS” diretamente no aplicativo.

 

Serviço

Comando Educativo

Local: Posto de Fiscalização da PRF – BR-277 Km 580, em Cascavel

Horário: 15h às 16h

A ação especial de Páscoa contará com a presença de um coelho (personagem) que distribuirá chocolates aos usuários abordados.

 

 

 

 

 

Hashtag: |
PM do Paraná prepara novo concurso para soldados

Para aqueles desejam ingressar na carreira de soldado da Polícia Militar do estado do Paraná já é hora de aquecer os motores e começar os estudos. De acordo com informações prestadas pela assessoria de imprensa da Polícia Militar do Estado do Paraná ao blog Concurseiros, da Gazeta do Povo, houve autorização verbal do governador Ratinho Júnior para a abertura de um concurso para soldados.

 

A publicação do edital poderá não acontecer tão rápido como se espera, já que além da autorização do governador, faltam trâmites como a definição das vagas, a elaboração do edital e a contratação de uma organizadora. Mas os interessados no edital já podem ir se preparando.

 

QUEM PODERÁ FAZER O CONCURSO?

 

De acordo com as regras definidas pela Lei Estadual n.º 1.943 de 23 de junho de 1954, para ingressar no cargo de soldado da polícia militar do Paraná é preciso ser brasileiro, ter no máximo 30 anos de idade no ato da inscrição, ter concluído o ensino médio, ser aprovado em todas as etapas do concurso, possuir idoneidade moral, estar quite com o serviço militar e com as obrigações eleitorais e, também, possuir a Carteira Nacional de Habilitação no mínimo na categoria B.

 

O concurso público para ingresso no cargo de soldado policial é composto pelo exame intelectual (prova escrita), pelo exame de Capacidade Física (ECAFI), pelo exame de Sanidade Física (ESAFI), pela Avaliação Psicológica e pela Investigação Social.

 

Após a aprovação no concurso, o candidato é nomeado Soldado de 2ª Classe e matriculado no Curso de Formação de Soldados, composto por aulas teóricas e práticas e, ao final, considerado aprovado, será promovido a Soldado de 1ª Classe.

 

O cargo de Soldado de 2ª Classe da PMPR (durante o curso de formação) tem vencimento básico de R$ 1.895,72, sendo que ao fim do curso, com a promoção para Soldado de 1ª Classe, o valor passa a ser de R$ 4.180,07 (Lei Estadual n.º 18.493 de 24 de junho de 2015).

 

 

 

 

 

Hashtag:
Temperatura despenca no Paraná e cidades registram mínima de 8ºC

As temperaturas despencaram na maior parte do Paraná durante a madrugada de quinta dia 18. O Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná) revela uma massa de ar frio que chegou pela fronteira entre Argentina e Paraguai e a redução de temperatura foi significativa.

 

Em alguns pontos do Estado, a madrugada registrou temperaturas de 8ºC típica de inverno.

 

Cascavel promete um feriado prolongado de temperaturas agradáveis mínima entre 12 e 19ºC e a máxima podendo alcançar os 28ºC.


A chuva só deve chegar ao município no domingo dia 21,  e o acumulado é baixo. (Com Catve)

 

 

 

 

Hashtag:
Novo golpe na praça mira agricultores de Cascavel e região

Produtores rurais, atenção! Um novo golpe na praça tem mirado o segmento na região de Cascavel.

 

Os estelionatários entram em contato com os agricultores e informam que estão encaminhando uma dívida deles para protesto e, se ela não for quitada, os produtores perderão acesso a crédito no banco Sicredi e no Banco do Brasil. “Procure o sindicato nessa hora e não tome nenhuma atitude antes de conversar conosco ou com seu advogado”, alertou a advogada do Sindicato Rural de Cascavel, Dora Fagundes Marchioro.

 

O golpe tem funcionado assim: um suposto cartório de títulos de Bauru, São Paulo, aciona os agricultores por telefone e detalha a dívida com empresas de insumos agropecuários, que tem “coincidido” entre R$ 2 mil e R$ 2,4 mil. Os criminosos são convincentes, pois possuem alguns dados cadastrais dos lesados, como CPF entre outros.

 

“Eles afirmam que se a dívida for paga, não vai para protesto. Mais de cinco produtores rurais já me ligaram desesperados, já que os criminosos afirmam que se a suposta dívida não for paga, eles perdem crédito com alguns dos principais bancos financiadores do setor”, informou Dora.

 

Como estratégia de convencimento, os bandidos passam o telefone de outro golpista, o dono da empresa que irá protestar a dívida. “Eles recomendam que o agricultor pague e depois entre em contato com a empresa. Se não houver dívida ou for um erro, eles ressarcem o prejuízo. Um dos agricultores ligou para essa empresa. Uma suposta funcionária atende e diz que o dono ou responsável pelo local está de férias, mas que o agricultor pode ficar “tranquilo” e pagar, pois quando o outro golpista voltar tudo será resolvido. Isso mostra a complexidade e esperteza dos bandidos”, detalhou Dora.

 

Caso um desses meliantes entre em contato com uma história semelhante, fique atento. Procure o sindicato (45-3225-3437) para orientação ou seu advogado de confiança. A recomendação de Dora é que não se deve agir por impulso, pois esse sentimento proporciona um cenário ideal para os bandidos.

 

 

 

 

Hashtag: