Falta de chuva provocou queda na vazão de rios e preocupa Sanepar

A falta de chuvas nos últimos meses tem reduzido a vazão de rios e poços de algumas cidades na Região Oeste do Estado. Os sistemas de Cascavel, Santa Tereza do Oeste, Lindoeste, Santa Lúcia e o Distrito de Ibiracema, no município de Catanduvas, são os que mais preocupam a Sanepar. A redução da vazão os rios ou poços que abastecem aos moradores dessas localidades chega a mais de 50%.
A empresa alerta a população para que faça uso racional da água.

 

A gerente da Sanepar, Rita Camana, explica que as chuvas do fim de agosto e início de setembro não foram suficientes para regularizar a vazão dos mananciais de abastecimento.

 

A Sanepar tem adotado medidas emergenciais para esse período. Em Cascavel, por exemplo, foram retomadas as captações dos rios Saltinho e Peroba, além do aumento na abertura do registro na saída do Lago Municipal. Em Santa Tereza do Oeste, Lindoeste e Santa Lúcia o abastecimento tem sido complementado com caminhões-pipa. Já para o Distrito de Ibiracema, a Sanepar vai retomar a produção de água por meio da estação de tratamento do local.

 

Essas ações, no entanto, têm efeito limitado. Por isso, é imprescindível que todos colaborem, adotando hábitos de uso racional da água. A orientação é para que se dê prioridade para alimentação e higiene pessoal. As limpezas mais pesadas, lavagem de carros, calçadas e fachadas devem ser postergadas até que a situação se normalize.

 

Reaproveitar a água do tanque e da máquina de lavar roupas pode contribuir muito com o consumo consciente. O reuso dessas águas pode ser aplicado na limpeza, no vaso sanitário e na rega de hortas e jardins.

 

Para atender ao crescimento de Cascavel, a Sanepar projetou nova captação de água no Rio São José. Porém, por questões judiciais, o empreendimento teve atraso de cerca de três anos. Com investimentos de R$ 72 milhões está sendo implantada a nova captação e a nova adutora, a estação de tratamento localizada nas margens do Rio Cascavel, está sendo ampliada e estão sendo adquiridos os equipamentos para as unidades de produção e tratamento da água. As obras tiveram início no segundo semestre do ano passado e estão dentro do cronograma estabelecido e devem ser concluídas em julho do ano que vem.

 

 

Por Assessoria

 

 

 

Hashtag:
Ventos fortes e altas temperaturas predominam em todo o Paraná

A intensidade dos ventos e a temperatura acima dos 30ºC chamaram a atenção nesta segunda dia 09, na região Oeste do Paraná. 

 

 

César Duquia, meteorologista do Simepar, explica que a condição climática se deve ao fato de existir um maior aquecimento das temperaturas. A intensidade dos ventos, no entanto, tende a diminuir no período da noite.

 

"Enquanto a chuva não vem para a região, o forte calor vai continuar predominando entre os estados do Paraná, Mato Grosso e São Paulo. Além disso, há uma área chuvosa mais no norte da Argentina, e a combinação desses dois sistemas distintos, ou seja, calor na nossa região e frio um pouco mais ao sul do continente, faz com que os ventos acelerem na nossa região", comenta.

 

Segundo Duquia, as temperaturas extremas tendem a diminuir com o aumento da nebulosidade, o que deve ocorrer entre quarta-feira (11) à tarde e domingo (15).

 

A possibilidade de avanço de uma frente fria na região pode trazer um pouco de nebulosidade e chuva para os próximos dias. (Com Catve)

 

 

 

Hashtag:
Procon Paraná realiza mutirão online de negociação de dívidas. Saiba como participar

O Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PR), da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho promove entre os dias 11 e 30 de setembro mutirão online de negociação de dívidas. A ação é uma iniciativa conjunta do Procon-Paraná, com a Associação Brasileira de Procons (Proconsbrasil) e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e acontecerá exclusivamente pela internet, através da plataforma de solução de conflitos consumidor.gov.br.

 

Participam da ação, mais de 90 bancos e instituições financeiras. “A iniciativa possibilitará que consumidores que estejam endividados negociem seus débitos e sigam tranquilos”, destacou o secretário da Sejuf, Ney Leprevost. Para participar do mutirão online, basta o consumidor fazer o seu registro na plataforma www.consumidor.gov.br e aguardar seu login e senha.

 

Nesse momento, o consumidor poderá fazer o relato do seu problema, devendo informar que deseja participar do mutirão de negociação de débitos. Após finalizar o registro, o banco ou instituição financeira tem o prazo de 10 dias para apresentar uma proposta ou resposta para o consumidor.

 

No momento do preenchimento do registro, é preciso informar corretamente telefones e e-mail para contato, pois esses dados vão facilitar o atendimento por parte dos bancos e instituições financeiras participantes.

 

O Procon-Pr orienta, ainda, que o consumidor, no seu relato, informe que está participando do mutirão, com a seguinte hashtag: #MutiraoProconsBrasil. Terminado o prazo para resposta do fornecedor, o consumidor tem 20 dias para avaliar o retorno prestado.

 

“A ferramenta consumidor.gov.br é um instrumento de cidadania oferecido pelo Governo do Paraná, o que permite que consumidores exerçam seus direitos de uma forma fácil, moderna e efetiva, sem precisar se deslocar”, afirma a chefe do Procon-PR, Claudia Silvano.

 

 

Hashtag:
Paraná é o segundo estado que mais criará vagas para temporários no final de ano

A geração de vagas formas através do trabalho temporário (regulado pela lei federal 6019/74) deve registrar, no Paraná, um crescimento de 15,3% nos últimos meses deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado. Segundo previsão da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem), serão criadas 36.899 vagas entre setembro e dezembro, ao passo que em 2018 haviam sido 32 mil vagas.

 

O levantamento da associação, divulgado no final da última semana, mostra ainda que o crescimento paranaense será mais expressivo do que a média nacional. Em todo o país, a geração de vagas para trabalho temporário deve crescer 13,86%.com a disponibilização de 570 mil vagas diante das 500 mil vagas de 2018.

 

Esse cenário coloca o Paraná como o segundo estado que mais deve gerar oportunidades de trabalho temporário no país, atrás apenas de São Paulo, com cerca de 366 mil vagas. Na sequência aparecem ainda Rio de Janeiro (34.688), Santa Catarina (26.870) e Amazonas (26.701).

 

Ainda segundo a Asserttem, o bom resultado, tanto no Paraná como a nível nacional, se deve à datas comemorativas. Em outubro, por exemplo, a previsão é de crescimento de 19,84% nas contratações, em razão do Dia das Crianças. Já dezembro, devido às festas de final de ano, deve ter um acréscimo de 21,82%. Os dois meses (outubro e dezembro), inclusive, devem ser os com maior volume de vagas.

 

Presidente da Asserttem, Michelle Karine explica que esse tipo de contratação é utilizada em diversos setores e para qualquer nível de ocupação, o que favorece a abertura de vagas em períodos e situações específicas para cada setor.

 

“É importante ressaltar que a lei federal autoriza essa modalidade de contrato para qualquer tipo de empresa. Desde o microempreendedor até as multinacionais, em qualquer área de atuação e para todas as qualificações de profissionais, podem utilizar essa ferramenta de gestão de pessoal através de uma agência registrada e autorizada pela Secretaria do Trabalho, Ministério da Economia”, diz Michelle.

 

“Contratação temporária nunca foi precarização”

 

De acordo com a presidente do Asserttem, Michelle Karine, o trabalho temporário representa uma solução viável tanto para as empresas, uma vez que possibilita ter maior flexibilidade de gestão, quanto para os trabalhadores, que além de ter os seus direitos respeitados podem adquirir mais conhecimentos e ter novas experiências no mercado de trabalho, o que potencializa a sua recolocação em uma eventual vaga permanente.

 

“A contratação temporária, da lei 6019/74, nunca foi uma precarização das condições de trabalho. Ao contrário. Desde 1974 a lei prevê que o trabalhador temporário tenha o mesmo salário do efetivo equiparado, assim como INSS, FGTS, 13º e Férias proporcionais ao período trabalhado, mesmo embora ele não seja um empregado (CLT) e sim um trabalhador específico com legislação própria. Nela, pela própria característica transitória da contratação, não cabe o aviso prévio e nem a multa dos 40% do FGTS. E as agências de trabalho temporário são responsáveis por intermediar, organizar e acompanhar este tipo de contração junto às empresas e trabalhadores, além de inserir no SIRETT – Sistema de Registro das Empresas de Trabalho Temporário, da Secretaria do Trabalho, o cadastro dos trabalhadores temporários contratados”, explica Michelle. “Já em relação ao prazo, ele tem a duração atrelada à necessidade transitória da empresa, e o período máximo para contratação é de até seis meses, podendo ser prorrogado, por até, mais três meses”, explica.

 

Além disso, Michelle também ressalta que a contratação de trabalho temporário, seguindo o determinado pela lei 6019 de 1974, tem contribuído para uma melhor organização das empresas que, por sua vez, ainda estão conhecendo mais sobre as especificações e as características da legislação sobre o assunto, que foi atualizada recentemente, em março de 2017, por meio da Lei Nº 13.429/2017.

 

“O cenário está em constante transformação e as empresas estão se adaptando, se reinventando, se reestruturando e buscando formas e alternativas formais de contratar trabalhadores, nas mais variadas qualificações profissionais, preservando os direitos, mas com oxigênio suficiente para acompanhar as oscilações da economia”, afirma Michelle.

 

Já no ano passado, ainda segundo a Asserttem, o trabalho temporário tirou da informalidade e do desemprego 1.279.990 trabalhadores, através da geração de vagas para atender à demanda complementar de trabalho na indústria, comércio e serviços, como também para atender substituição transitória de pessoal em período de férias ou de outros afastamentos legais. Esse número representa um crescimento de 23% em relação a 2017. (Com Bem Paraná)

 

 

 

Hashtag:
Mais 25 frigoríficos são autorizados a exportar para a China

Brasil vai vender mais carnes para a China, com a habilitação de mais 25 frigoríficos. Nesta segunda dia 09, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) recebeu um comunicado da GACC, órgão de sanidade chinês, informando a habilitação dessas plantas para a exportação de carnes para o país asiático.

 

Dos 25 frigoríficos habilitados, 17 são produtores de carne bovina, seis de frango, um de porco e um de asinino. As empresas já podem exportar imediatamente. Com a decisão do órgão de sanidade chinês, o número de plantas habilitadas passa de 64 para 89.

 

As negociações para que o GACC ampliasse o número de frigoríficos brasileiros autorizados a exportar para a China foram conduzidas pelo Mapa em conjunto com o Ministério das Relações Exteriores e a Embaixada do Brasil em Pequim.

 

Em maio, a ministra Tereza Cristina e comitiva viajaram para China e outros países asiáticos com o objetivo ampliarem a venda dos produtos agropecuários brasileiros. (Com Agência Brasil)

 

 

 

Hashtag:
Receita Estadual multa setor de combustíveis em R$ 18 milhões

A Receita Estadual do Paraná notificou 155 pessoas físicas e jurídicas para prestar esclarecimentos sobre transporte irregular e venda de etanol sem documentação fiscal. Entre elas foram identificados sócios de postos revendedores do Norte do Estado.

 

Até o momento, foram lavrados 85 autos de infração, relativos a mais de 16 milhões de litros de etanol hidratado comercializados de forma irregular. As autuações somam, entre imposto, juros e multa, cerca de R$ 18,4 milhões e atingem transportadoras e proprietários dos veículos subcontratados para o transporte.

 

Órgão da Secretaria de Estado da Fazenda, a Receita está intensificando o combate à sonegação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em vários setores, entre eles o de combustíveis.

 

Nas últimas operações, o fisco paranaense identificou o transporte do combustível que deveria ir para as usinas de álcool seguindo diretamente para postos de combustíveis sem emissão de nota fiscal e sem pagamento do imposto devido.

 

A fiscalização será intensificada para estimular a concorrência justa e combater a sonegação fiscal, diz o diretor da Receita Estadual, Luiz de Moraes Junior.

 

 

 

Hashtag:
Operação Independência: PRE intensifica fiscalizações durante feriado

O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) inicia às 14 horas de sexta dia 06, em todo o Paraná, a Operação Independência, que intensificará as ações nas rodovias estaduais durante o feriado de 7 de Setembro.

 

As seis companhias da unidade empenharão o efetivo na atividade, que segue até 23h59 de domingo (8).

 

Durante a operação, os policiais rodoviários acompanharão o fluxo de veículos e reforçarão a fiscalização em diversos trechos para inibir, além da embriaguez ao volante, outras atitudes perigosas como a ultrapassagem em local proibido e delitos que podem ocasionar acidentes fatais.

 

As equipes farão bloqueios em locais pré-definidos, atividades rotineiras de verificação de documentação e de infrações de trânsito rodoviário.

 

Haverá fiscalização ao longo dos mais de 12,8 mil quilômetros de rodovias estaduais, com ênfase no Litoral, com radares e testes etilométricos em vários trechos, focando no excesso de velocidade.

 

O batalhão contará com seus 58 postos de fiscalização e estará à disposição da comunidade pelo telefone 198 para os casos de emergência.

 

CUIDADOS - Para quem for pegar a estrada é importante cuidar da manutenção do veículo, sendo preciso verificar as condições mecânicas (freios, suspensão e pneus) para evitar problemas. Os motoristas também devem sempre portar os documentos do veículo e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além de estarem em dia com o pagamento de tributos (IPVA, licenciamento e seguro obrigatório). (Com AEN)

 

 

 

Hashtag:
Parque Nacional do Iguaçu entra na mira de privatizações do Governo Federal

O Parque Nacional do Iguaçu, na fronteira do Brasil com a Argentina, pode entrar no programa de privatização do Governo Federal. Um parecer assinado pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, aprova a inclusão da parte brasileira do parque neste projeto.

 

A ideia do projeto é entregar de vez as operações de controle de visitação, proteção e gestão dos parques nacionais para a iniciativa privada.

 

Atualmente, o Parque Nacional do Iguaçu já é parcialmente administrado por uma concessionária que controla a visitação, mas trabalha de forma subordinada ao ICMBio, o Instituto de Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

 

Além disso, o parque vem batendo recordes de visitação. No ano passado, o local recebeu um milhão e 800 mil turistas, vindo de 170 países. A maioria veio conhecer as cataratas do Iguaçu, mas existem outros atrativos, como os passeios pela mata e as aventuras no rio.

 

O Parque Nacional do Iguaçu também é reconhecido como o último habitat natural da onça-pintada. 

 

O parque, criado em 1939, é considerado patrimônio natural da humanidade, e foi eleito uma das sete novas maravilhas da natureza.

 

A decisão final será do presidente Jair Bolsonaro. Em Foz do Iguaçu, a direção do parque e os representantes do ICMbio não falam sobre o tema, mas, para quem visita o Parque Nacional, pouco importa quem vai comandar o negócio, desde que a visitação permaneça aberta.

 

Além do Parque Nacional do Iguaçu, a resolução também inclui o Parque Nacional de Jericoacoara, no Ceará, e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, no Maranhão, neste mesmo pacote. (Com Catve)

 

 

 

Hashtag:
AliExpress ganha loja física em shopping de Curitiba a partir desta sexta-feira

O AliExpress, site de comércio eletrônico que pertence ao Alibaba, maior varejista da China, abre seu primeiro ponto de venda físico no Brasil nesta sexta dia 06. O local escolhido doi Curitiba. O Brasil está entre os cinco principais mercados da marca. Em parceira com a Ebanx, empresa de pagamentos, a loja será no estilo 'pop-up', como são chamadas as operações de comércio temporárias, cada vez mais comuns no varejo.

 

O espaço ficará no Shopping Mueller, em Curitiba, sede da Ebanx. É um projeto-piloto, de 30 dias, que vai servir para que consumidores se sintam "mais seguros para comprar produtos da China pela internet", segundo André Boaventura, sócio da Ebanx. "O shopping dá uma sensação de segurança ao consumirdo. Colocar um ecommerce chinês nesse local ajuda a mudar a percepção de que os produtos de lá não têm qualidade. Há muito produto bom e vamos permitir que o consumidor tenha essas garantias", explicou André Boaventura, sócio da Ebanx.

 

O ponto da AliExpress será uma espécie de vitrine com produtos digitais, em um painel de 30 metros onde são expostos também itens físicos. O consumidor tem a oportunidade de analisar os objetos em uma tela interativa e escanear os objetos com QR Code, mas a compra é finalizada pelo celular.

 

Curitiba foi escolhida por ser a sede da Ebanx, empresa que processa os pagamentos do AliExpress e de 150 marcas chinesas de ecommerca, Spotify e Airbnb. (Com Bem Paraná)

 

 

 

 

 

 

Hashtag:
Rodovias estaduais terão fiscalização intensificada para o feriado

O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) inicia às 14 horas desta sexta dia 06, a "Operação Independência" em todo o Paraná, com o objetivo de intensificar as ações nas rodovias estaduais. As seis companhias da unidade empenharão seus respectivos efetivos na atividade que segue até às 23h59 de domingo (08), para reforçar o policiamento preventivo em toda rede viária do Estado durante o feriado de 7 de Setembro (Dia da Independência do Brasil).

 

Durante a operação os policiais rodoviários acompanharão o fluxo de veículos e reforçarão a fiscalização em diversos trechos para inibir, além da embriaguez ao volante, outras atitudes perigosas como a ultrapassagem em local proibido e delitos que podem ocasionar acidentes fatais. As equipes farão bloqueios em locais pré-definidos, atividades rotineiras de verificação de documentação e de infrações de trânsito rodoviário.

 

Estão programadas fiscalizações ao longo dos mais de 12,8 mil km de rodovias estaduais, com ênfase no Litoral, com radares e testes etilométricos em vários trechos, focando no excesso de velocidade. O batalhão contará com seus 58 postos de fiscalização à disposição da comunidade pelo telefone 198.

 

Para quem for pegar a estrada é importante cuidar da manutenção do veículo, sendo preciso verificar as condições mecânicas (freios, suspensão e pneus) para evitar problemas. Os motoristas também devem sempre portar os documentos do veículo e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além de estarem em dia com o pagamento de tributos (IPVA, licenciamento e seguro obrigatório).

 

 

 

Por Assessoria

 

 

Hashtag:
Justiça bloqueia mais de R$ 19 milhões de Beto Richa e outros acusados na Operação Integração

A Justiça determinou o bloqueio de bens do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) e de mais 16 pessoas e duas empresas investigadas na Operação Integração, um desdobramento da Lava Jato, que investiga um esquema de corrupção nos pedágios. O valor bloqueado é de 19 milhões e 600 mil reais.

 

O bloqueio foi pedido como forma de garantir o ressarcimento aos cofres públicos em caso de uma condenação. Richa e os outros envolvidos são acusados de improbidade administrativa porque eles teriam participado de um esquema de pagamento de propinas da concessionária Econorte em troca de aditivos contratuais e também aumento de tarifas.

 

No mês passado, a Justiça já havia acatado outro pedido de bloqueio de bens de até 2 milhões de reais contra Beto Richa e outras seis pessoas investigadas na Operação Piloto, que investiga suspeitas de fraudes em obras de duplicação da PR 323, na região noroeste do Estado.

 

Além disso, Beto Richa também teve uma decisão de outubro de 2018 na Justiça Eleitoral que determinou a indisponibilidade dos bens dos investigados na Operação Quadro Negro, que investiga desvio de recursos para a construção e reformas de escolas públicas no Paraná.

 

 

 

Hashtag: