Governo prorroga contratos de professores PSS até 2020

O governo do Estado fechou acordo com a APP-Sindicato – que representa professores e funcionários de escolas públicas - e decidiu manter as regras atuais para a contratação de professores temporários para 2020. Pelo acordo, a Secretaria de Estado da Educação deve prorrogar os atuais contratos de professores para o próximo período letivo, sem a realização de novas provas ou bancas de avaliação. A medida beneficia 20 mil professores contratados através de Processo Seletivo Simplificado (PSS), que atuam em 2,1 mil escolas estaduais. Com o acordo, a categoria decidiu no sábado encerrar em definitivo a greve que havia sido suspensa temporariamente em 13 de julho.

 

Na sexta-feira, o governo encaminhou oficialmente à Assembleia Legislativa, a nova proposta de reajuste salarial parcelado do funcionalismo de 5,08% até 2022, com pagamento de 2% em janeiro de 2020; 1,5% em janeiro de 2021 e mais 1,5% em janeiro de 2022 – os dois últimos índices condicionados à disponibilidade de caixa e ao cumprimento dos requisitos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

 

Segundo o líder do governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri (PSD), eventuais mudanças na contratação via PSS só serão implementadas a partir de 2020. “Nesse caso específico, a Seed terá mais tempo para aprimorar um novo modelo de contratação, e os professores do PSS poderão continuar o seu trabalho normalmente até metade do ano que vem”, explicou Bakri.

 

Além disso, o governo retirou da pauta da Assembleia na última quarta-feira, o projeto da Lei de Eficiência na Gestão do Estado (LEGE), que segundo os sindicatos, representaria na prática o congelamento de salários e benefícios do funcionalismo. Também serão autorizadas a concessão de 3,5 mil licenças especiais e a implantação de progressões e promoções aos profissionais da educação. Serão 750 licenças para servidores do Quadro dos Funcionários da Educação Básica (QFEB) e do Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE) e 2,7 mil para servidores do Quadro Próprio do Magistério (QPM) e do Quadro Único de Pessoal do Poder Executivo (QUP), com período de fruição que vai de 23 de setembro a 21 de dezembro deste ano.

 

Promoções


Um grupo de trabalho permanente será montado, integrado por representantes da Secretaria de Educação e APP-Sindicato. O objetivo é discutir em encontros mensais o novo modelo de contratação via PSS, que será adotado a partir de 2020, além do próximo concurso público para professores e funcionários de escolas estaduais. Segundo a Pasta, recorre-se à contratação via PSS para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público para preencher vagas existentes no Estado. O governo também se comprometeu a anunciar, ainda este mês, a autorização para a implantação de promoções e progressões de professores e funcionários da educação básica.

 

Reposição


Na assembleia de sábado, a direção da APP avaliou como positivo o andamento das negociações e da pauta com o Executivo. “Haverá um debate com a Seed, ainda este mês, onde cobraremos a eleição de diretores no mês de novembro, a distribuição das aulas em dezembro. Seguiremos cobrando item a item do que é a nossa pauta”, explicou o presidente do sindicato, Hermes de Leão.

 

Segundo a APP, uma questão que permanece em aberto é a forma de reposição das aulas do período de greve De acordo com a entidade, continua o debate sobre a retirada das faltas das greves gerais do dia 15 de maio e de 14 de junho. “Nesta semana conseguimos na Justiça, o direito a reposição da falta do dia 30 de agosto de 2017”, afirmou o presidente da entidade. (Com Bem Paraná)

 

 

 

Hashtag:
A cada 43 segundos, um crime é registrado no Paraná

A cada 43 segundos, um boletim de ocorrência (B.O.) é registrado no Paraná. É o que revela dados levantados pelo Bem Paraná com base no “Relatório Estatístico Criminal” divulgado nesta quinta-feira (8) pela Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR),com dados referentes ao primeiro semestre deste ano.

 

Entre janeiro e junho, revela o documento, o Estado registrou um total de 357.274 ocorrências criminais, o que aponta para uma queda de 1,97% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando haviam sido registrados 364.306 crimes.

 

O levantamento considera os crimes contra a pessoa (como homicídio e lesões corporais), os crimes contra o patrimônio (roubo, furto, estelionato e outros), os crimes contra a dignidade sexual (estupro, assédio sexual, etc), os crimes contra a administração pública (peculato, prevaricação, corrupção ativa e passiva) e os demais crimes consumados.

 

Dentre os diversos tipos penais com dados mais detalhados no relatório Sesp, aqueles que tiveram crescimento mais expressivo de ocorrências foram os crimes de ameaça e ocorrências envolvendo tráfico de drogas, com aumento de 4,27% e 5,82%, com um total de 57.793 e 6.294 ocorrências, respectivamente.

 

Por outro lado, os casos de furto e roubo consumados e de furto e roubo de veículos tiveram expressiva queda nos seis primeiros meses deste ano. Os casos de furto consumado, por exemplo, caíram 12,24%, passando de 87.766 registros no 1º semestre de 2018 para 77.502 no mesmo período de 2019. As ocorrências de roubo consumado, por sua vez, caíram 22,01%, passando de 31.076 para 25.470. Já os casos de furto e roubo de veículos caíram 12,98% e 37,79%, passando de 8.784 e 4.219 casos para 7.823 e 3.062, respectivamente.

 

Criminalidade cai mais em Curitiba que no Estado

 

Outro dado obtido por meio do relatório da Sesp é que a criminalidade na Capital caiu mais do que no restante do estado nos seis primeiros meses deste ano. Em Curitiba, foram registrados 69.614 crimes contra a pessoa, o patrimônio, a dignidade sexual e a administração pública no 1º semestre deste ano.

 

No mesmo período do ano passado haviam sido 73.430 registros, o que aponta para uma diferença de 5,48%. No Paraná, a redução da criminalidade foi de 1,97%.

 

Dentre os diferentes tipos penais, os casos de furto e roubo consumado e roubos de veículos foram os que tiveram quedas mais expressivas (-19,4%,-26,08% e -48,78%, respectivamente). Por outro lado, os crimes de ameaça (+10,48%), de lesão corporal (+3,34%) e de furtos de veículos (+0,7%) tiveram aumento.

 

 

 

Hashtag:
Surto de raiva expõe necessidade de vacinar o rebanho no Paraná

O recente surto de raiva no Paraná fez com que a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) emitisse um alerta, que destaca a importância de o pecuarista vacinar seu rebanho contra a doença. Até o início de agosto, foram comprovadas 45 mortes de animais (39 dos quais eram bovinos) em decorrência deste mal. Trata-se de uma doença incurável, que ataca o sistema nervoso dos animais, levando à morte.

 

O estado de vigilância se torna ainda maior pelo fato de a raiva ser considerada uma zoonose, ou seja, uma moléstia que pode ser transmitida ao ser humano.

 

De acordo com a Adapar, os focos confirmados de raiva ocorreram em diversas áreas do Paraná, mas a região Sudoeste é um dos pontos de atenção. Só no município de Ampére, foram cinco casos confirmados. Cidades próximas, como Dois Vizinhos e Santo Antônio do Sudoeste, também tiveram animais mortos em decorrência da raiva. Além de bovinos, equinos, suínos, ovinos e caprinos estão entre os mais suscetíveis.

 

Diante do estado de alerta, a Adapar reforça que a vacinação do rebanho é a medida mais eficaz e indispensável à manutenção da sanidade do rebanho. O coordenador de vigilância e prevenção da raiva da Agência, Ricardo Vieira, destaca que as reses devem ser vacinadas anualmente. Os animais novos com idade superior a três meses também precisar ser imunizados e receber um reforço da vacina 30 dias após a primeira aplicação.

 

“A vacina pode ser encontrada facilmente em qualquer agropecuária. É baratíssima. Custa entre R$ 0,50 e R$ 0,60. Com isso, o pecuarista evita a perda de um animal, como um boi, que custa mais de R$ 1 mil”, diz Vieira. “É uma doença que não tem cura. Se o animal for contaminado, não tem como se recuperar”, alerta.

 

 

 

Hashtag:
Educação e APP-Sindicato vão montar grupo de trabalho para discutir PSS

Representantes da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte e da APP-Sindicato se reuniram na quinta-feira (8) para discutir questões referentes à contratação de profissionais para atuação na rede estadual de ensino por meio de PSS (Processo Seletivo Simplificado).

 

No encontro, ficou definido que os critérios atuais dessa modalidade de contratação, com foco em prova de títulos e tempo de experiência, serão mantidos, em atendimento ao requisitado pela APP anteriormente. A secretaria estadual também se comprometeu a solicitar a prorrogação, até julho de 2020, dos atuais contratos dos professores.

 

Foi decidido, ainda, que será montado um grupo de trabalho permanente, integrado por representantes da Secretaria de Educação e APP-Sindicato. O objetivo é discutir em encontros mensais o novo modelo de contratação via PSS, que será adotado a partir de 2020, além do próximo concurso público para professores e funcionários da rede estadual de educação. Recorre-se à contratação via PSS para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público para preencher vagas existentes em todo o território estadual.

 

A Secretaria de Educação foi representada pelo chefe de gabinete e pelo diretor-geral da pasta, Josimar Bochine e Elisandro Frigo, respectivamente, e pela assessora Cinthia Assis. Representando a APP, participaram o presidente do sindicato, Hermes Silva Leão, além de Vanda do Pilar Santana, Nádia Brixner, Élio da Silva, Taís Mendes e Cid Cordeiro.

 

LICENÇAS ESPECIAIS


O Governo do Paraná autorizou a concessão de 3,5 mil licenças especiais para professores e funcionários que tenham cumprido os requisitos para obtenção do direito à aposentadoria.

 

Serão 750 licenças para servidores do QFEB (Quadro dos Funcionários da Educação Básica) e do QPPE (Quadro Próprio do Poder Executivo) e 2,7 mil para servidores do QPM (Quadro Próprio do Magistério) e do QUP (Quadro Único de Pessoal do Poder Executivo), com período de fruição que vai de 23 de setembro a 21 de dezembro deste ano. A Instrução Normativa que regulamenta os prazos para inscrição e critérios que devem ser preenchidos pelos servidores será publicada na sexta-feira (9).

 

O Governo também deve anunciar, ainda este mês, a autorização para a implantação de promoções e progressões de professores e funcionários da Educação Básica. Aos funcionários do vínculo QFEB, o pagamento será em setembro retroativo a agosto. Já para os professores a implantação ocorrerá em outubro. (Com AEN-PR)

 

 

 

Hashtag:
PF realiza nova operação contra facção criminosa no Paraná e mais três estados

A Polícia Federal deflagrou na manhã de sexta dia 09, uma operação para desarticular o esquema de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro por uma facção criminosa com atuação nacional.

 

Batizada de "Caixa-Forte", a operação é fruto de uma investigação iniciada no ano passado pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO). Segundo informações da PF, o esquema, somente com os alvos de mandados desta sexta-feira, movimentou mais de R$ 7 milhões nos últimos 9 meses.

 

Cerca de 250 agentes públicos, entre policiais federais, rodoviários federais e civis, além de agentes penitenciários, estão sendo cumprindo 52 mandados de prisão preventiva, 48 mandados de busca e apreensão, 45 mandados de sequestro de valores/bloqueio de contas bancárias em Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul, totalizando 18 cidades e unidades prisionais, onde seis dos alvos já se encontram recolhidos.

 

Todos os mandados foram expedidos pela Vara de Tóxicos de Belo Horizonte e foram cumpridos em Uberaba/MG, Conceição da Alagoas/MG, Campo Grande/MS, Corumbá/MS, São Paulo/SP, Ribeirão Preto/SP, Itaquaquecetuba/SP, Embu das Artes/SP e nas cidades paranaenses de Curitiba, Londrina, São José dos Pinhais, Almirante Tamandaré, Colombo, Fazenda Rio Grande, Goioerê, Mandirituba, Matinhos, Paranaguá, Pinhais e Piraquara.

 

As investigações tiveram início em novembro de 2018 e identificaram a existência de uma seção rigidamente estruturada dentro da facção, denominada "Geral do Processo". O setor era responsável por gerenciar o tráfico de drogas, distribuindo os entorpecentes que garantem o sustento da organização criminosa, bem como por orquestrar a lavagem de dinheiro dos valores oriundos dos crimes praticados. Contas bancárias de pessoas aparentemente estranhas ao grupo criminoso eram cooptadas para ocultar e dissimular a natureza ilícita do montante movimentado.

 

Os criminosos também utilizavam o método de "depósitos fracionados" para lavar o dinheiro, realizando depósitos bancários de pequenas quantias em diversas contas, de forma a não se identificar o depositante e não ativar os gatilhos de comunicação de atividade suspeita às autoridades de controle de atividades financeiras (COAF), previstos na Lei de Combate à Lavagem de Dinheiro.

 

Posteriormente, o dinheiro era transferido a outras contas ou mesmo sacado em terminais eletrônicos. Foram identificadas 45 contas bancárias, todas bloqueadas e com os valores sequestrados judicialmente. A movimentação financeira ultrapassou sete milhões de reais durante o período das investigações.

 

Os números das contas eram enviados por integrantes de outro setor da facção, denominado "Resumo Integrado do Progresso dos estados e países", responsável também pelo recebimento dos comprovantes para a realização da contabilidade geral dos valores movimentados.

 

Os presos estão sendo investigados pelos crimes de tráfico de drogas, participação em organização criminosa e lavagem de dinheiro, cujas penas cominadas podem chegar a 33 anos de prisão.

 

A Operação de hoje reforça, mais uma vez, a estratégia de combater o tráfico de drogas e as organizações criminosas não apenas pelas apreensões de entorpecentes e prisões de traficantes, mas principalmente pela descapitalização das facções através da identificação dos responsáveis pela lavagem de dinheiro, bloqueio de suas contas e sequestro de seus bens.

 

Será concedida entrevista coletiva sobre a ação policial, às 10h, na Superintendência Regional da PF em Belo Horizonte (Rua Nascimento Gurgel, 30, Gutierrez).  (Com Catve)

 

 

 

Hashtag:
Professores decidem suspender greve na UNICENTRO

Em assembleia realizada pelo Adunicentro nesta quinta dia 08, nos campi Santa Cruz e Irati - este por videoconferência -, os docentes da instituição optaram pela volta às aulas, que deve ocorrer na próxima segunda dia 12.

 

Após seis semanas de paralisação, os professores da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) optaram por suspender o movimento de greve. A decisão foi tomada em uma assembleia do Sindicato dos Docentes da Unicentro (Adunicentro), realizada nos campi Santa Cruz e Irati, nesta quinta-feira (8 agosto).

 

A votação para decidir os rumos da movimentação foi acirrada 54 professores votaram pela volta às aulas, enquanto 45 foram contra. Depois, 57 docentes foram a favor da suspensão e não do encerramento da paralisação. Durante a reunião, também ficou definido que o retorno às atividades ocorrerá somente na próxima segunda-feira (12). (Com JCC)

 

 

 

 

 

Hashtag:
Jovem que não sabia surfar entra no mar com prancha e some no litoral do Paraná

Um jovem, de aproximadamente 22 anos, está desaparecido desde a manhã desta quarta dia 07, após ter se afogado na praia central de Matinhos, no litoral do Paraná.

 

O local, conhecido como o Pico de Matinhos, costuma ser frequentado por surfistas nessa época. Segundo o Corpo de Bombeiros, o jovem estava com uma prancha, mas a equipe recebeu informações de que ele não era surfista e também não sabia nadar. Entretanto, a família do jovem procurou a Banda B e negou a versão do Corpo de Bombeiros de que ele não tinha conhecimentos aquáticos.

 

O tenente Xisto André Frazato dos Santos, do Corpo de Bombeiros, explicou à Banda B que a equipe recebeu a ocorrência por volta das 11 horas da quarta-feira. “Recebemos a ocorrência que este jovem estava submerso, a 150 metros aqui do quartel. Um pescador, que também é formado como guarda-vida civil, nos informou que tentou salvá-lo, mas ao chegar perto da vítima, ela afundou”, explicou.

 

Ainda segundo o tenente, a equipe foi informada que o jovem não era surfista e não sabia nadar. “Para quem não sabe nadar e está com a prancha, é perigoso. Foi o que aconteceu com essa vítima. Ela se soltou da prancha e não conseguiu nadar até a superfície”, afirmou, embora a família do jovem negue que ele não saiba nadar.

 

Pico de Matinhos


Fora de temporada, o Pico de Matinhos, localizado na praia central da cidade, é frequentado por surfistas e, segundo o tenente, fazia anos que a equipe não recebia uma ocorrência nessa época, tão próximo ao quartel. “Nos últimos anos não tivemos casos de afogamento fora de temporada aqui perto do quartel. Nessa área, geralmente ficam apenas os surfistas. Atendemos situações assim no verão”, disse.

 

A equipe do Corpo de Bombeiros ficou até as 18 horas de quarta-feira realizando as buscas e deu continuidade nesta quinta-feira (8), por volta das 6 horas.

 

A vítima não foi identificada e as buscas continuarão até que a equipe encontre o corpo do jovem. (Com Banda B)

 

 

 

Hashtag:
Ações de segurança reduzem roubos e furtos no 1º semestre em todo o Paraná

O Relatório Estatístico Criminal da Secretaria de Estado da Segurança Pública aponta uma redução na criminalidade em todo o Paraná durante o primeiro semestre de 2019, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

 

Foram 5,6 mil roubos a menos registrados na comparação dos semestres, uma média de queda de 31 roubos por dia no Estado. Em relação a furtos, houve redução de 10,2 mil ocorrências, ou seja, em média 56 casos a menos por dia.

 

Para o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, os números mostram o resultado do trabalho proposto pela atual gestão. “A criminalidade em todo o Paraná reduziu de acordo com as orientações do governador Carlos Massa Ratinho Júnior, que colocou a segurança como uma das prioridades de sua gestão. Nestes seis primeiros meses de 2019, aumentamos as operações policiais e o patrulhamento nas ruas, que resultaram na diminuição nos indicadores criminais”, afirmou.

 

Dentre os dados, o que se destaca é a redução dos crimes de roubo em 18% no período. Essa tendência pode ser vista em outras naturezas do crime, tais como roubo a veículos (27,4%), roubo em ambientes públicos (14,7%) roubo a residências (26,3%) e roubo a comércios (25,3%).

 

O delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Jacob Rockembach, enfatizou que a solução de crimes tem contribuido efetivamente para a redução do número de furtos e roubos. “O aumento da efetividade, a eficiência das investigações que vêm sendo conduzidas pela Polícia Civil, é um dos fatores que tem contribuído diretamente para a redução dos números de furtos e roubos no Estado do Paraná”, disse.

 

Segundo ele, existem estudos que comprovam que há uma relação direta de quanto maior o índice de solução de crimes, menor a taxa de uma ou outra incidência criminal específica. “Se um marginal tem a certeza que o crime vai ser descoberto, e ele efetivamente vai ser preso por ter praticado aquele crime, vai pensar duas vezes antes de cometer novamente um determinado tipo de delito”, afirmou.

 

Os furtos também diminuíram nos seis primeiros meses deste ano (11,6%). Além disso, o Paraná também reduziu o número de furtos a veículos (11%), furtos a residências (10,5%), furto em ambientes públicos (9,2%) e os furtos a comércios (3,4%).

 

“As novas estratégias de policiamento, as novas operações, mas, principalmente, a interlocução regional através de Conselhos de Segurança, dos Comandos de Batalhões junto à sua comunidade e muitas vezes numa pequena comunidade é um elemento importante na redução de crimes de furto e roubo. Quando tiramos de circulação um só delinquente estamos contribuindo para a segurança da população e fazendo com os números reduzam”, disse o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Péricles de Matos. “Isso ainda tem mais resultados em cidades pequenas, onde, muitas vezes, um único marginal é responsável por diversos crimes”, acrescentou.

 

CURITIBA

 

A capital do Estado acompanhou a tendência de queda nos crimes contra o patrimônio e registrou redução nos números de roubo (20,6%), roubo de veículos (32,7%), roubo a comércio (31,2%) e roubo a residência (39,8%).

 

Em números absolutos, a Capital teve 2.726 roubos a menos no primeiro semestre deste ano em comparação com o seis primeiros meses do ano anterior, o que gera uma média de 15 ocorrências a menos por dia.

 

A queda também pode ser vista na 2ª Área Integrada de Segurança Pública de São José dos Pinhais, que engloba os 22 municípios da Região Metropolitana de Curitiba. O número de roubos diminuiu em 18%, roubo a veículos em 28%, roubo a residência em 25% e roubo a comércio em 22%.

 

ÁREAS INTEGRADAS

 

Entre as regiões que mais se destacam na redução da criminalidade está a 20ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP) de Londrina, correspondente a cinco municípios da região, a qual reduziu os crimes de roubo em 23%. Dentro desta categoria, na mesma região, estão os crimes de roubos a veículos (32,5%), roubos a residência (48%) e roubo a comércio (40,3%).

 

Outra região que também se destacou é a 15ª Área Integrada de Segurança Pública de Umuarama, que abrange 30 municípios, e mostra diminuição no roubo a residência 58,7% e furto a residência 27%. Furto e roubo a veículos também registraram uma queda expressiva durante o período nesta região: furto a veículo (30%) e roubo a veículo (44%). Já para furto e roubo a comércio a queda, em porcentagem, foi 26% para ambos os crimes. (Com AEN)

 

 

 

Hashtag:
PSS: Estado e APP discutem novo formato de contratação

Representantes da secretaria de Estado da Educação vão se reunir nesta quinta dia 08, com a APPSindicato em busca de uma nova modelagem para a contratação de profissionais por meio de Processo Seletivo Simplificado (PSS). Mesmo após a definição, o novo formato só será implementado a partir de 2020.

 

O encontro acontece na Secretaria de Educação.

 

A prática é usada para suprir demandas emergenciais de contratação temporária para disciplinas e funções que não são mais atendidas por falta de candidatos nas listagens de processos seletivos anteriores.

 

O PSS é destinada a selecionar profissionais para atuar em instituições da rede pública estadual de ensino, exclusivamente para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, suprindo as vagas existentes em todo o território estadual.

 

 

 

Hashtag:
Celulares de última geração são encontrados em fundo falso de veículo na BR 277

O veículo Citroen/Aircross foi apreendido transportando eletrônicos contrabandeados do Paraguai, na noite de quarta dia 08, no quilômetro 714, na BR 277, Santa Terezinha de Itaipu - Oeste do Paraná.

 

Durante as consultas ao sistema, os ocupantes do veículo, condutor e um passageiro, demonstraram nervosismo excessivo. Diante dos fatos a equipe PRF realizou fiscalização avançada encontrando no painel do veículo um fundo falso especialmente preparado para o transporte de mercadorias, o qual possuía abertura por meio de travas eletrônicas.

 

No compartimento foram encontrados 26 smartphones de marcas e modelos diversos e no porta-malas havia duas sacolas, contendo 26 perfumes de marcas importadas.

 

Diante dos fatos, as mercadorias, ocupantes e o veículo foram encaminhados para a Receita Federal em Foz do Iguaçu. (Com Catve.com)

 

 

 

Hashtag: