Consumo de energia residencial cresce em 2019, aponta Copel

O consumidor residencial foi o principal responsável pelo aumento no consumo de energia do mercado cativo da Copel em 2019, na comparação com 2018. A distribuidora de energia da Companhia vendeu 3,6% a mais a esta classe do consumo na comparação dos dois anos. A classe rural também teve crescimento de 3,2% na mesma comparação. Os dados são do balanço do Mercado Fio da Copel, divulgado na terça dia 04.

 

Consumidor cativo é aquele que compra, necessariamente, energia da concessionária que distribui para sua região. Somente no quarto trimestre de 2019, na comparação com o mesmo período do ano anterior, a classe residencial registrou aumento de 5,6% no consumo.

 

Entre as causas está o calor e o aumento de 1,9% no número de clientes. Já o consumo rural registrou aumento 10% na comparação dos dois trimestres.

 

MERCADO FIO

 

A Copel registrou um aumento de 3,3% no seu mercado fio em 2019 na comparação com 2018. Este mercado inclui toda energia que passa pela rede de distribuição da empresa - tanto a energia fornecida a consumidores cativos quanto consumidores livres - empresas com demanda maior que 500 kW, que optam por deixar o mercado regulado para negociar a compra de energia no mercado livre.

 

Já na comparação dos últimos trimestres dos dois anos, o aumento do mercado fio da Copel foi de 4,5%.

 

Este resultado se deve, principalmente, ao aumento do consumo no mercado livre, com alta de 7,9% na comparação dos dois anos. Este aumento no consumo se deu em função do avanço da produção industrial no Paraná ao longo do ano, que registrou as maiores taxas de crescimento do Brasil. O aumento do consumo no mercado cativo também teve influência significativa no aumento do mercado fio da Copel.

 

TOTAL DE ENERGIA

 

A Copel também divulgou o total de energia vendida pelo grupo em 2019, incluindo, além do mercado cativo, também as vendas da Copel Geração e Transmissão, da comercializadora Copel Energia e dos seus parques eólicos. Estas vendas alcançaram 49.775 GWh - um crescimento de 11,8% em relação ao ano passado. (Com AEN-PR)

 

 

 

Hashtag:
Ratinho visita Show Rural e confirma Trevo Cataratas como prioridade

O governado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, visitou o Show Rural Coopavel 2020, em Cascavel, na tarde desta quarta dia 05, e concedeu entrevista coletiva à imprensa no auditório do evento.

 

Ratinho Junior destacou a importância do evento, que chega em sua 32ª edição consolidado como uma vitrine do agronegócio e dos avanços tecnológicos, e reiterou detalhes sobre o Programa Descomplica Rural, que visa induzir o desenvolvimento sustentável com metodologia mais moderna, e permitir a geração de novos negócios e mais empregos. A iniciativa, conforme ele, vai desburocratizar a abertura de empresas no Estado e beneficiar quem deseja empreender no setor agroindustrial.

Obras de grande relevância para o desenvolvimento do Oeste do Paraná também estiveram em pauta, como é caso do acordo comercial entre o Governo do Paraná e a Rumo Logística, que vai permitir que a Ferroeste (Estrada de Ferro Paraná Oeste S.A.) amplie a capacidade de escoamento da safra, beneficiando o setor produtivo do Estado.

A expectativa é que o volume de produtos transportados na malha ferroviária que liga Cascavel a Guarapuava passe de 1,1 milhão de toneladas por ano para cerca de 2 milhões/ano. O acordo será acinado na noite desta quarta-feira ainda durante o evento.

Em paralelo ao aumento da eficiência da Ferroeste, Ratinho Junior reiterou as alternativas para repensar o anel rodoviário do Estado. "Assumimos o governo com 12 mil quilômetros de rodovias destruídas e agora estamos recuperando a malha rodoviária do estado. No prazo de seis meses esperamos colocar tudo em ordem", garantiu.


TREVO CATARATAS E DUPLICAÇÃO DA BR 277

Um dos maiores gargalos rodoviários do Paraná, o Trevo Cataratas (BR 277), em Cascavel, será totalmente reconfigurado com a construção de um viaduto. Ratinho Junior destacou que Trevo Cataratas é hoje uma das cinco maiores obras de engenharia da atualidade. "É algo extremamente complexo. A previsão é que vamos ter que ter operários trabalhando 24 horas no projeto para que tenha um prazo curto para ser entregue", disse, acrescentando "Por ser uma conquista importante para o Oeste do Paraná, é uma prioridade para o governo".

Ainda durante a coletiva, o governador afirmou que não haverá empecilhos para a conclusão da duplicação de seis quilômetros da BR 277 em Cascavel, entre o posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e acesso ao trevo do Distrito de São João. "Já temos dinheiro para essa obra", garantiu Ratinho Junior. Ele também informou que serão utilizados de R$ 200 a 300 mil para fazer a atualização do projeto. "Em 40 dias o projeto deve estar pronto e será encaminhado para o processo licitatório", completou.


ESTRADA DO COLONO

Surgida há quase 100 anos, a Estrada do Colono permanece fechada há 18 e a possibilidade de reabertura avança no Congresso Nacional, com a discussão de uma proposta integradora, sustentável e de forte potencial turístico. Questionado sobre a reabertura, Ratinho Junior se manifestou favorável, desde que o Senado da República também aprove.(Com CATVE). 

Hashtag:
Paraná ultrapassa os 14 mil casos de dengue e entra em alerta de epidemia

O Paraná aponta hoje 102,08 casos de dengue autóctones por 100 mil habitantes, incidência que confirma situação de alerta de epidemia no Estado. O dado está no boletim que monitora a doença e foi divulgado nesta terça-feira (4) pela Secretaria Estadual da Saúde.

 

O boletim da Sesa registra nesta semana 14.697 casos confirmados de dengue. São 3.815 casos a mais que a semana anterior, que apresentava 10.882. O aumento é de 35,06%.

 

“Alertamos a todo o paranaense, independente da região de residência, para a necessidade de eliminarmos os criadouros do mosquito transmissor da doença; cerca de 90% dos focos estão nos quintais e pátios e nos ambientes internos das residências e das empresas privadas e públicas; precisamos do apoio de todos nesta ação de remoção, pois o período de maior transmissão dengue ainda não chegou”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

 

Este período, segundo análise da sazonalidade, entre fevereiro e março, podendo se estender conforme as condições climáticas.

 

O índice infestação é calculado pela “Regra de 3 simples”: divide-se o número de casos autóctones confirmados pelo número de habitantes e multiplica-se por 100 mil habitantes; no caso do Paraná são 11.585 casos autóctones e 11.348.937 milhões de habitantes, totalizando 102,08 casos por 100 mil habitantes.

 

Municípios - Aumentaram também os municípios em situação de epidemia; eram 34 e agora são 50. Entraram para esta relação: Indianópolis, Itaúna do Sul, Mirador, Planaltina do Paraná, Porto Rico, Santo Antônio do Caiuá, São João do Caiuá, São Pedro do Paraná, Terra Rica, Atalaia, Itaguajé, Nossa Senhora das Graças, Presidente Castelo Branco, Santa Fé, Uraí e Porecatu.

 

São 29 os municípios em situação de alerta para dengue; 15 entraram para esta lista a partir deste boletim: Nova Aurora, Engenheiro Beltrão, Altônia, Brasilândia do Sul, Cruzeiro do Oeste, Umuarama, Amaporã, Nova Londrina, Querência do Norte, Maringá, Nova Esperança, Sarandi, Andirá, Rancho Alegre, e Arapuã.

 

O total de casos notificados é de 49.464, registrados em 309 municípios do Paraná.

 

“O Governo do Estado realiza uma grande força-tarefa por meio do Comitê Intersetorial de Controle da Dengue, em funcionamento desde o ano passado, e vem promovendo ações em todo o Paraná, em parceria com municípios e entidades da sociedade civil. Foram realizados mutirões de limpeza com orientação técnica para a remoção de focos, palestras de orientação sobre medidas preventivas e capacitação de mais de 1.200 profissionais sobre manejo clínico da doença, nas regiões de Londrina, Maringá, Paranavaí e Campo Mourão”, informou o secretário Beto Preto.

 

Na próxima semana, de 11 a 14 de fevereiro, a capacitação sobre manejo clínico da dengue para médicos, enfermeiros e profissionais da saúde será ministrada pelos técnicos da Sesa nas regiões de Jacarezinho, Cornélio Procópio e Cianorte. (Com Bem Paraná)

 

 

 

Hashtag:
Polícia Civil resgata mais de 50 cães em condições de maus-tratos

A Polícia Civil resgatou mais de 50 cachorros em situação de maus-tratos, em uma chácara situada na zona rural de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. Os cães estavam abrigados em um canil clandestino de responsabilidade de um policial militar aposentado. A ação aconteceu no fim da manhã de terça dia 04.

 

Os policiais civis chegaram até o local após uma denúncia anônima, relatando que ali estariam abrigados animais que sofriam maus-tratos. Ao chegarem à chácara, os agentes da Polícia Civil confirmaram o que relatava a denúncia. Toda a ação foi acompanhada pela Secretária Municipal do Meio Ambiente de São José dos Pinhais.

 

O canil estava em péssimas condições de higiene, sujo e com rastros de fezes e urinas. Os animais estavam com problemas de pele, alguns deles inclusive se um dos olhos. Os bichos não eram alimentados de forma adequada e estavam sem receber água.

 

Dentre os cachorros resgatados haviam animais das raças Pastor Alemão, Yorkshire, Pequinês, Beagle, Poodle, Labrador e Golden Retriever. Todos os animais serão retirados do local para que recebam cuidados necessários, como tratamentos médicos. O tutor dos cachorros foi autuado por maus-tratos. Se condenado, poderá pegar até um ano de prisão, além de multa.

 

 

Por Assessoria

 

 

 

Hashtag: |
Trabalhador morre eletrocutado em Toledo enquanto descarregava ração para peixes

Trabalhador de 34 anos morreu na manhã desta terça dia 03, enquanto descarregava ração para peixes na Linha Arapongas, no Distrito de Vila Nova, em Toledo.

De acordo com informações, Marcos Dias Pereira, motorista de um caminhão graneleiro estava manuseando o braço mecânico para descarregar ração para peixes dentro de um silo, e não percebeu que estava próximo a um fio de alta tensão.

Quando o braço mecânico se aproximou do fio, o homem morreu instantaneamente eletrocutado.

Equipes do Corpo de Bombeiros e também do SAMU foram ao local, mas apenas constataram o óbito.

A vítima era moradora de Maringá, região Norte do Estado.

A Polícia Civil e Militar foram acionadas para comparecer no local, juntamente com o IML (Instituto Médico Legal) de Toledo que recolheu o corpo.(Com CATVE).

Hashtag:
Acidente na BR-277 em Guarapuava deixa um ferido

O Corpo de Bombeiros de Guarapuava acaba de registrar mais um acidente na BR-277 em Guarapuava. A rodovia que corta a cidade tem sido palco de diversos acidentes nos últimos dias. Entretanto, a ocorrência desta segunda dia 03, não teve gravidade.

 

A ocorrência foi registrada por volta das 21h30 no Km 333 da rodovia. No local a equipe do Corpo de Bombeiros, acompanhada de uma equipe da Concessionária Caminhos do Paraná, rodovia que administra o trecho, e a Polícia Rodoviária Federal constatou que a batida se trata de uma batida entre um caminhão e uma caminhonete.

 

Um homem de 46 anos ficou com ferimentos leves e foi encaminhado para atendimento médico no Hospital Santa Tereza em Guarapuava. O motorista do caminhão saiu ileso.
As equipes seguem no local. Motoristas que trafegam pelo trecho, devem redobrar a atenção.

EM ALERTA

Entre a última quarta (22) e esta terça (28) foram registradas cinco ocorrências envolvendo caminhões. Na quarta  (22) três pessoas morreram na BR-277 na Serra da Esperança, em Guarapuava. Um caminhão ficou sem freio, e desceu desgovernado atingindo dois veículos.

 

Já na quinta (23), Luiz Carlos Lima, 37 anos, morreu depois de tombar um caminhão carregado com batatas, também na BR-277. Já no sábado (25), um motorista de caminhão teve problemas mecânicos com o veículo na Serra da Esperança, ele não ficou ferido, mas a cabine do caminhão ficou destruída pelas chamas.

 

No domingo (26), outro motorista de Guarapuava morreu. Vanderlei Schupchek Júnior, 26 anos, conhecido como ‘Melancia’, tombou com um caminhão carregado de batatas na PR-445. Ele morreu no local.

 

Já na tarde dessa segunda (27) um caminhão ficou sem freios numa das ruas de Guarapuava. O caminhão acabou
caindo dentro do Lago no bairro Batel. (Com RSN). 

Hashtag:
Aeronave socorre criança ferida em construção

A criança de 10 anos com um ferro empalado na coxa foi encaminhada ao Hospital Universitário de Cascavel, no fim da tarde de segunda dia 03.

Segundo informado à equipe pela Polícia Militar, em Céu Azul, o menino brincava em um local com restos de construção civil, quando sofreu o acidente.

 

A ocorrência foi registrada na Avenida Nilo Humberto Deitos cruzamento com a Rua Colombo.

 

Equipes do Corpo de Bombeiros realizaram o corte do ferro que transpassou a perna da vítima para possibilitar o transporte.

 

Com apoio do Helicóptero do Samu, a criança foi encaminhada ao Hospital Universitário.

 

Atenderam a ocorrência equipes do Samu de Cascavel e Céu Azul, com o apoio do Corpo de Bombeiros em Cascavel.(Com CATVE). 

Hashtag:
Consamu terá heliponto no Show Rural em Cascavel

Equipe aeromédica PARANÁ URGÊNCIA, da Secretaria Estadual de Saúde, operacionalizada pelo CONSAMU, ficará baseada no Show Rural durante essa semana, em heliponto preparado no local.

 

De lá a equipe decolará para missões, conforme indicação da Central de Regulação das Urgências.

 

Nesta segunda dia 03, no primeiro dia do Show Rural, houve o deslocamento da aeronave em uma missão onde socorreu um motociclista.

 Equipe aeromédica, regressando de missão entre Assis Chateaubriand e Toledo , sobrevoando a rodovia 467, visualizou grave acidente com motociclista .

 

Equipe pousou na rodovia e prestou atendimentos no local, realizando o transporte da mesma para o Hospital Universitário em Cascavel, após procedimentos que garantissem a vida da vítima.

 

Equipe do SIATE também estava no local .

 

A vítima apresentada politraumatismo grave , principalmente em tórax .

 

Acidente provavelmente decorrente de estouro de um pneu .

Hashtag:
Economia Solidária beneficia 100 mil trabalhadores no Paraná

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou a regulamentação da Lei número 19.784/18, que institui a Política Estadual de Economia Solidária. A iniciativa visa fomentar o desenvolvimento de empreendimentos baseados em cooperação, com gestão inovadora e a criação de redes, por meio de parcerias entre a sociedade e o poder público.

 

Estima-se que cerca de dois mil empreendimentos e 100 mil trabalhadores sejam beneficiados. São exemplos, cooperativas de catadores de resíduos sólidos e recicláveis (plásticos, alumínio, PET, cobre e papel), associações, cooperativas, federação de artesanato e entidades como a Cáritas, pertencente à igreja católica, que tem inúmeros projetos de economia solidária; projetos desenvolvidos pelas universidades Federal do Paraná, Federal Tecnológica do Paraná, PUC-PR e Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) que tem, inclusive, experiências com Incubadoras de empreendimentos solidários na região dos Campos Gerais. Outros exemplos são organizações não governamentais, como o Centro de Formação Urbano Rural Irmã Araújo.

 

"A medida vai facilitar os empreendimentos desta natureza, uma importante ferramenta para minimizar o desemprego no Paraná", afirma o secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, que também assinou a regulamentação da lei.

 

Com a regulamentação, a Política Estadual de Economia Solidária será organizada nos eixos educacional (formação, assessoria técnica e qualificação social e profissional); de acesso a serviços de finanças solidárias e créditos; de fomento à comercialização, consumo responsável e cooperação; de fomento à recuperação de empresas por trabalhadores organizados em autogestão e apoio à pesquisa e ao desenvolvimento.

 

COLETIVA

 

A Política Estadual de Economia Solidária, vinculada ao Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Renda da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, tem por finalidade organizar a produção de bens, serviços e consumo que tenha por base os princípios da cooperação, da inclusão social, da gestão democrática, da solidariedade, da distribuição equitativa das riquezas produzidas coletivamente, do desenvolvimento local integrado e sustentável, do respeito ao equilíbrio dos ecossistemas, da valorização do ser humano e do trabalho e o estabelecimento de relações igualitárias entre homens e mulheres. (Com Catve)

 

 

 

Hashtag:
Com ajustes feitos em 2019, Líder do Governo projeta 2020 mais tranquilo na Assembleia

Com os ajustes na máquina do estado aprovados em 2019, a Assembleia Legislativa do Paraná projeta um 2020 mais tranquilo e sem grandes polêmicas. Segundo o Líder do Governo, deputado Hussein Bakri (PSD), além de o Executivo já ter colocado em vigor as mudanças mais nevrálgicas planejadas pelo Governador Ratinho Junior (PSD), as eleições municipais tendem a influenciar o ritmo de trabalho na Casa, sobretudo no segundo semestre.

 

"Acredito que, para 2020, não tem nada polêmico, complexo. Nada me sinaliza que a gente vá ter um ano turbulento aqui. Nada parecido com o ano passado, que foi um ano trabalhoso, sobretudo na relação com os servidores. E ainda teremos as eleições municipais. Acho que diminui o ritmo na Casa, mas não para. Não é como no período de eleição estadual”, afirma Hussein Bakri.

 

O deputado do PSD destaca que, no retorno dos trabalhos legislativos a partir desta segunda-feira (3), a Assembleia deverá se debruçar sobre alguns projetos do Governo que não foram votados no ano passado. Entre eles está a reestruturação da Agência Paraná de Desenvolvimento (APD), que passará a se chamar Invest Paraná e a ser subordinada à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo – antes ela era ligada à pasta do Planejamento. O órgão, que é responsável por atrair investimentos para o estado a partir da identificação de novas oportunidades de negócio, assinará um contrato de gestão com o Governo prevendo metas a serem cumpridas.

 

Também será apreciado pelos deputados o projeto que redesenha a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar). Como a lei que previu a sua criação é de 2002, é preciso atualizá-la em virtude de fatores como a recente Lei Federal das Agências Reguladoras e a nova Lei Estadual de Parcerias Público-Privadas (PPPs). O objetivo da proposta é preparar a Agepar para os novos desafios e permitir que ela mantenha a segurança jurídica e o equilíbrio social na prestação dos serviços públicos prestados por entes privados aos paranaenses.

 

Outros dois projetos criam a Política Estadual de Segurança de Barragens e o Sistema Estadual da Cultura. O primeiro vai adequar o estado ao Plano Nacional de Segurança de Barragens, além de corrigir falhas e aperfeiçoar a legislação de forma a evitar tragédias como as de Mariana e Brumadinho. Já o segundo vai reforçar a cultura como política de Estado e seguir as normas do Sistema Nacional da Cultura, permitindo ao Paraná a participação em editais de âmbito federal e o recebimento de repasses da União para o setor.

 

 

 

Hashtag:
Rede estadual prepara a volta às aulas, que acontece nesta semana

Professores e funcionários das escolas da rede estadual de ensino participam, nesta segunda (3) e terça (4), dos Dias de Estudo e Planejamento para o 1º trimestre letivo de 2020, momento em que serão realizados estudos, debates e atividades para o planejamento das ações pedagógicas desse ano. As aulas na rede começam na quarta-feira.

 

As atividades estão organizadas em dois momentos: hoje, professores, pedagogos, agentes I e II se reúnem com a equipe diretiva na instituição de ensino; já amanhã, os professores se reúnem por componente curricular em instituições polo, conforme organização estabelecida por cada Núcleo Regional de Educação (NRE).

 

A organização dessa forma foi pensada de forma a possibilitar que os profissionais da educação tenham primeiro um momento de debate sobre temas pertinentes ao contexto da sua escola e de análise das ações realizadas em 2019 e dos dados referentes à aprendizagem, reprovação e abandono. Esses dados devem subsidiar a elaboração do Plano de Ação da instituição.

 

Trimestral

 

A maior novidade do Calendário Escolar 2020 é que ele será organizado em trimestres para todas as escolas estaduais, padronizando os períodos de avaliação para toda a rede estadual de ensino.

 

A mudança foi definida após consulta pública realizada pela Secretaria com servidores, estudantes e membros da comunidade escolar; 81% dos votos indicaram a preferência pela organização trimestral. Os três trimestres letivos terão início nos dias 5 de fevereiro, 16 de maio e 12 de setembro. (Com Bem Paraná)

 

 

 

Hashtag: