Reserva do Iguaçu - 1.027 famílias serão contempladas com o Programa Comida Boa

O projeto faz parte de um pacote de medidas sociais anunciadas pelo Governo do Paraná por causa da pandemia do novo coronavírus. O auxílio tem duração de três meses, com possibilidade de prorrogação, e é destinado a famílias em situação de vulnerabilidade social. Em Reserva do Iguaçu 1.027 famílias serão contempladas pelo programa, o Prefeito Sebastião Campos fez a entrega dos cartões à equipe da Secretaria de Assistência Social na manhã desta segunda dia 11.


Os beneficiados que possuem cadastro no CadÚnico, do Governo Federal, podem consultar a data de entrega e a situação cadastral no programa, pelo site http://www.cartaocomidaboa.pr.gov.br/form/beneficiarios.php ou ligando para o telefone 0800 200 4150.


Os beneficiários contemplados poderão adquirir o vale nos equipamentos da Assistência Social, CRAS, CREAS e Luz e Arte. Nestes locais também estarão disponíveis as listas com o nome das pessoas selecionadas.


A entrega será realizada nesta quarta, quinta e sexta-feira da seguinte forma:


• Os nomes com iniciais da letra A até o I serão entregues no CRAS;


• Os nomes com iniciais da letra J até o M serão entregues no CREAS;


• Os nomes com iniciais da letra N até o Z serão entregues no Luz e Arte.

 


Quem pode receber

 


• O programa limita a dois membros da mesma família o recebimento do vale e abre espaço para que a pessoa provedora de família monoparental, quando apenas um dos pais arca com as responsabilidades, possa requerer o recebimento de duas cotas do auxílio emergencial, independentemente do sexo, se cumprir os requisitos básicos do programa;


• É necessário ser maior de 18 anos;


• O beneficiário não pode ter emprego formal;


• Renda familiar mensal per capita não pode ser superior a meio salário mínimo ou deve ter renda familiar mensal total que não exceda três salários mínimos;


• Não pode ser titular de benefício previdenciário, seguro-desemprego ou programa de transferência de renda, ressalvados os beneficiários do programa Bolsa Família.


(Com Janaine Lima/Cras e Creas/Diário Reservense)

 

 

 

Reserva do Iguaçu - Secretaria de Saúde intensifica vacina da febre amarela

Devido aos recentes casos de bugios sendo encontrados mortos no interior do município de Reserva do Iguaçu, a secretaria de saúde juntamente com a vigilância sanitária está convocando a população que não se vacinou contra a febre amarela para que se dirijam até o Posto de Saúde Central para que regularizem tal situação.

 

A Febre Amarela é uma das doenças que podem ser transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, assim como a Dengue, a Chikungunya e a Zika. Os macacos são vítimas da doença assim como os humanos, e o aparecimento de macacos mortos serve de alerta, pois significa que podem ter sido picados por mosquitos infectados e contraído a doença.

 

A Secretaria de Saúde do Estado do Paraná lembra que os macacos não transmitem o vírus, e são como os humanos, vítimas, e que indicam a circulação do vírus. A febre amarela é transmitida pelo mosquito contaminado com o vírus, que pica humanos e macacos. Ao encontrar um macaco morto, é recomendado que se comunique a Secretaria de Saúde do município para que seja iniciada a investigação.

 

Um carro da secretaria de saúde juntamente com a equipe vai passar no interior do município atendendo a população. Pessoas com mais de 65 anos podem recebem a vacina somente se estiver com um atestado medico. (Com Diário Reservense)

 

 

 

Reserva do Iguaçu - Decreto autoriza a realização de celebrações religiosas desde que cumpram recomendações

O Prefeito de Reserva do Iguaçu, Sebastião Campos, liberou os cultos e as missas com presença de público que estavam proibidas desde março por causa da pandemia do novo corona vírus. O anúncio foi feito em através de decreto publicado nesta sexta-feira. Ainda não há previsão para a volta das aulas e nem do transporte escolar no município.


As atividades religiosas em igrejas, templos e afins estão autorizadas a partir desta segunda-feira (27). O decreto municipal define as regras, que incluem distância de 2 metros entre os fiéis, ocupação limitada a 40% da capacidade, e a disponibilização de locais providos com água corrente, sabonete líquido, toalhas descartáveis e lixeiras com pedal, ou, álcool em gel antisséptico a 70%, a fim de que os participantes possam fazer a assepsia das mãos. Os frequentadores também terão que usar máscaras, crianças e pessoas do grupo de risco, como idosos, não poderão frequentar esses espaços.

 

O decreto destaca ainda que as entidades religiosas somente poderão retomar suas atividades mediante a assinatura do Termo de Responsabilidade e Compromisso, com o plano específico de contingência, seguindo as regras estabelecidas pela Vigilância Sanitária.

 

A publicação enfatiza também que as igrejas realizem agendas com horários que não conflitem entre saída e entrada dos fiéis no decorrer do dia, para evitar aglomeração de pessoas.

 

O líder da congregação religiosa será o responsável, para os fins civis, penais e administrativos, em caso de descumprimento do plano de contingência assinado. (Com Diário Reservense)

 

 

 

 

Reserva do Iguaçu - Secretaria de Saúde segue firme no combate a Pandemia do COVID-19

Desde os primeiros dias da Pandemia Mundial do COVID-19 (corona vírus), a Secretaria Municipal de Saúde de Reserva do Iguaçu, coordenada até o último dia 03 de abril pelo advogado Alessandro Machado, iniciou uma série de trabalhos destinados à prevenção, divulgação de informações e campanhas para proteção da população reservense.

 

Foi com base nas ações e orientações da Secretaria de Saúde que foi decretada situação de emergência no município, iniciando-se, daí em diante, uma série de trabalhos para esclarecimento da população e contenção da epidemia.

 

As ações desenvolvidas no município e que segundo os profissionais de saúde especialistas em epidemiologia são eficazes, vão exatamente de encontro com as providências dos centros mais especializados e cidades de maior desenvolvimento do país. São ações preventivas e de contingenciamento dos níveis de contaminação.

 

Uma dessas ações desenvolvidas a nível municipal é a de monitoramento da população e orientação acerca dos cuidados, formas de prevenção, sintomas ocasionados pelo vírus, grupos de risco e formas de contágio.

 

Alessandro Machado destacou que é através da informação e conscientização da população acerca de forma preventiva, como a campanha do "fique em casa" e "do distanciamento social e isolamento", que se conseguem resultados mais efetivos para contenção de uma epidemia, seja em pequena ou grande proporção. Segundo ele, os trabalhos serão intensificados nos próximos dias.

 

As ações da Secretaria de Saúde têm contado com apoio da equipe da Brigada de Emergência do Município e da Polícia Militar, além do Departamento de Vigilância Sanitária.

 

De acordo com Luciano Padilha, Técnico de Segurança e Saúde do Trabalho do Município e coordenador da Brigada de Emergência, ações estratégicas e planejadas conduzem a resultados mais eficientes. Para ele a ação de monitoramento, que completou uma semana, ao mesmo tempo em que orienta a população sobre vários fatores de disseminação do COVID-19, proporciona um registro e controle de trânsito nas entradas e saídas da cidade. Os veículos que passam pela barreira recebem um adesio e monitoramento, dessa forma a equipe tem um controle mais exato de quantos carros já foram notificados.

 

De acordo com Tanie Martins, uma das coordenadoras da equipe de monitoramento, a ação exerce um papel fundamental na orientação aos munícipes para prevenção, sintomas, esclarecimentos, dúvidas, cuidados e providências em eventual caso de suspeita de contágio.

 

Segundo Boletim Informativo da Secretaria Municipal de Saúde, a ação está sendo realizada a menos de 10 dias e já foram orientadas mais de 2.000 pessoas. Apenas entre os dias 25 de março e 02 de abril foram orientados 1889 pessoas, sendo registrado um total de 935 veículos. Segundo a equipe de monitoramento os dados vão formar um diagnóstico que vai auxiliar no melhoramento das medidas de combate e contenção da pandemia.

 

Para Kellen Viviane, Coordenadora do Núcleo de Epidemiologia do Município, a expectativa é esclarecer e orientar ao máximo a população, o comércio, as autoridades, para que se conscientizem da importância do cumprimento das orientações da Secretaria Municipal, que vem seguindo os protocolos emitidos pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA).

 

O secretário Carlos Alessandro destacou que o mundo não estava preparado para uma situação como essa, mas, o município agiu rapidamente para conter ao máximo a expansão da contaminação. O mesmo finalizou afirmando que qualquer medida sugerida ou tomada para conter a pandemia não será a melhor escolha, porem, será a alternativa menos dolorosa e menos gravosa para toda a população, e que combater esse vírus é dever do Poder Público, mas o enfrentamento da pandemia só terá efeitos positivos com a colaboração de toda sociedade. (Com Diário Reservense)

 

 

 

Reserva do Iguaçu - Acidente envolvendo caminhão é registrado no Paredão de Pedra

Um acidente foi registrado no inicio da noite deste domingo no entroncamento da PR-459 e PR- 662 no trecho conhecido como “Paredão de Pedra” em Reserva do Iguaçu.


O motorista do caminho sofreu ferimentos e foi atendido pela equipe médico no local e posteriormente encaminhado para o pronto socorro, o caroneiro sofreu ferimentos graves com rompimento de artéria e fratura em um de seus braços, o rapaz foi encaminhado para o hospital em Guarapuava.


As causas do acidente não foram divulgadas. A Policia Militar isolou o local até a chegada da Policia Rodoviária Estadual que registrou a ocorrência. (Com Diário Reservense)

 

 

 

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência e personalizar publicidade. Ao navegar em nosso site você concorda com nossa Política de Privacidade.