Nova Laranjeiras - Curso de panificação capacita Produtoras

A prefeitura Municipal de Nova Laranjeiras , através da Secretaria de Agricultura em Parceria com a Secretaria Municipal de Educação e o Senar-Pr (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) .

 

Nos dia 23 e 24 de abril de 2019 , terça e quarta-feira , Realiza o curso de Panificação , o qual é organizado pela nutricionista Adrieli Correa , e pelo Assessor de Desenvolvimento Jair Muller . E tem como objetivo , ajudar a capacitar a população rural.

 

O publico alvo ,são as produtoras da associação Monjolo , que produzem os produtos dos programas de merendas escolares (Municipal e Estadual) , e demais produtoras interessadas.
O curso esta sendo realizado na cozinha industrial da associação monjolo( espaço adaptado para cursos e atividades de integração comunitária) , e tem Carga horaria de 16 horas.

 

O Senar procura profissionalizar os participantes de seus cursos , para garantir a geração de renda e diversificar a produção e aumentar o lucro da propriedade rural.

 

Segundo a Nutricionista Adrieli; Iniciamos sempre com a parte teórica, as explicações das receitas, como fazer ,a quantidade de cada ingrediente utilizado, sobre o aproveitamento, o material a ser utilizado. “Muitas vezes a pessoa erra na quantidade , então esse curso teve esta preocupação, foi focado nas quantidades exatas dos ingredientes”.

 

Para o Assessor de Desenvolvimento Jair Muller . “Essa parceria com a Secretaria de Educação e com o Senar é muito importante para que possamos levar alternativas de geração de emprego e renda à população rural”. Lembrando que a pedido do Prefeito José Lineu Gomes , os cursos são destinados para vários públicos

 

Os aprendizes recebem instruções para a produção de massas mais tradicionais , e que tem mais procura no mercado regional , como : Panetone , Cuca Alemã , Pão doce, Pão de queijo,Sonho,Pão de milho, Pão Integral e outros.

 

Para o segundo semestre de 2019, serão ministrados mais cursos pra essas produtoras , garantindo assim mais conhecimento , melhor qualidade nos produtos e a satisfação do consumidor final.

 

 

 

 

Cantagalo - Chefe do NRE visita Escola Municipal

O Chefe do NRE de Laranjeiras do Sul, professor Lidio dos Santos, visitou na tarde de hoje (23/04), a Escola Rural Municipal Irineu Mendes Machado do município de Cantagalo, na ocasião foi recebido pelo Diretor Leosmar Staidel e sua equipe.

 

A visita se deu devido ao fato da Escola ter alcançado um índice bastante relevante nos resultados da primeira etapa da Prova Paraná aplicada em março com os alunos dos 5º anos.

 

A instituição de ensino que atende atualmente aproximadamente 115 (cento e quinze) alunos, tinha uma projeção de 5,1 para o IDEB 2017, e neste mesmo ano já alcançou a projeção de 2019, que é de 5,4. Um índice muito bom dentro do município.

 

Para o Professor Lidio, é muito importante que as Escolas Municipais tenham esse comprometimento com as Avaliações Externas, pois são através dos resultados delas que podemos identificar as habilidades já alcançadas e onde estão as maiores dificuldades dos alunos para assim elaborar propostas de trabalho que os atendam integralmente. “Parabenizo a Equipe da Escola e também os alunos, pois mesmo enfrentando algumas dificuldades por ser uma Instituição do meio rural, alcançou um ótimo desempenho.

 

 

 

 

Hashtag:
Rio Bonito - Prefeito alerta sobre cobrança de serviços de georreferenciamento no assentamento Ireno Alves

O prefeito Ademir Fagundes (Gaúcho) de Rio Bonito do Iguaçu gravou um áudio e distribuiu para as rádios da região fazendo um alerta sobre uma suposta cobrança de georreferenciamento que estaria sendo feito em lotes do Assentamento Ireno Alves dos Santos.

 

Segundo informações, uma empresa particular através de uma associação estaria fazendo ou pretendendo fazer o serviço autorizada pelo Incra e um valor estaria sendo cobrado de cada família. Há postagens em perfis no Facebook onde terceiros que não fazem parte dos quadros da Administração Pública afirmam estar auxiliando agricultores - desta vez do assentamento Marcos Freire - a buscarem pelos mesmos serviços.

 

Segue na íntegra a fala do prefeito na gravação repassada à imprensa regional alertando sobre a situação:

 

“Quero fazer um esclarecimento a respeito de um georrerefenciamento que está para acontecer no Assentamento Ireno Alves (dos Santos). Eu quero dizer a todos os assentados do Ireno Alves que a responsabilidade de fazer georreferenciamento é responsabilidade do Governo Federal. É responsabilidade do Incra; não é responsabilidade de cada um dos assentados.

 

No entanto, escutei há pouco ali no centro de Rio Bonito do Iguaçu que estão cobrando R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais ) por lotes para fazer o georreferencial. Eu peço a vocês, não sei qual empresa está fazendo ou vai fazer, não sei se é legal ou ilegal. Eu quero dizer a respeito de responsabilidade. Vocês assentados não podem pagar por uma coisa de governo federal, isso é o Incra que deve fazer e entregar os documentos para vocês legalizados, porque vocês estão ai a há mais de 20 anos e até hoje eles não fizeram.

 

O Incra na realidade está se omitindo e esta passando a responsabilidade para uma associação, que a mim não importa quem sejam, pra tirar a responsabilidade deles e jogar em cima do povo. Eu peço a vocês, assentados: vocês não pagam. Você vão pagar R$ 1.500,00 para fazer o levantamento georreferencial de um lote, ou seja, da gleba (terra) inteira, se a responsabilidade é do governo federal? Então esses R$ 1.500,00 é muito dinheiro e deixa a responsabilidade para Incra, porque é ele que legaliza.

 

Prestem atenção o que o prefeito está falando. Não paguem. Como é que vocês vao assumir uma responsabilidade do governo federal? Chega a responsabilidade que já pagamos nossos impostos e nós estamos numa situação difícil. Então deixa o Incra, que o governo federal que é responsável por isso ele vai tomar essa decisão e vai fazer esse georreferencial. Economize esse dinheiro de vocês porque que é suado. E a responsabilidade é do Incra. Façam, pensem “o no que esse prefeito falou, não deixem serem explorados”, disse o prefeito.

 

Em 14 de março último, o prefeito Ademir Fagundes esteve visitando o senhor Sandro Márcio Fecchio, Chefe da Divisão de Ordenamento da Estrutura Fundiária do Incra em Curitiba e que está respondendo pelo órgão. Até o momento um novo superintendente no Paraná não foi indicado pelo general do Exército João Carlos Jesus Corrêa. O cargo está vago conforme descrito no site oficial do órgão - http://www.incra.gov.br/pr

 

Incra | Superintendência Regional do Incra no Paraná (SR 09)

 

Com o objetivo de aperfeiçoar os processos democráticos que permitem a construção conjunta de políticas públicas entre governo e sociedade, o Incra disponibiliza para consulta pública a proposta de Decreto regulamentador dos artigos n° 10 e 22 da Lei 13.001, de 20 de junho de 2014, que trata da consolidação e titulação dos assentamentos.
www.incra.gov.br

 

O que é georreferenciamento?

 

Georreferenciamento é o mapeamento de um imóvel rural referenciando os vértices de seu perímetro ao Sistema Geodésico Brasileiro, definindo sua área e sua posição geográfica. Serve para a regularização registral dos imóveis rurais, segundo a nova legislação (Lei 10.267/01 e Decretos 4.449/02 e 5.570/05).

 

 

 

 

Laranjeiras - Cidade recebe a peça ‘O Príncipe e a Aviadora’, no dia 28 de abril

Peça traduzida em libras promove o acesso a um dos clássicos da literatura universal, com adaptação focada nos temais centrais do universo feminino.

 

Acesso e integração via cultura fazem todo o sentido na turnê do espetáculo infantil “O Príncipe e a Aviadora”, da companhia ST Produções Teatrais. Entre os dias 20 de abril e 10 de maio, o grupo percorrerá cerca de três mil quilômetros pelo interior do Paraná para levar a 10 cidades, com menos de 50 mil habitantes, a peça que traz uma releitura de um dos maiores clássicos da literatura universal, o Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-Exupéry, adaptado à atualidade e à valorização do feminino.


O elenco é formado pelos atores Lucas Campos, Marina Franchi e Victor Carlim, que interpretam os personagens da trama. Só que na adaptação a aviadora, a contadora de estrelas e a vaidosa tratam de temas centrais do universo feminino. Todas sofrem uma crítica social, uma vez que transitam exclusivamente pelo universo masculino.

 

A trama se desenvolve com cada personagem mostrando o quanto as “pessoas grandes” se preocupam com coisas superficiais e não dão valor ao que está debaixo de seus olhos. Será através de um sonho, tendo como cerne a trama de O Pequeno Príncipe, que acontecerá a reflexão, para uma resolução positiva. As 30 apresentações serão traduzidas em libras, de forma a enaltecer o tema da acessibilidade.

 

Viabilização da turnê


O ator, diretor e produtor peruano Sandro Tueros, que assina a adaptação da obra que já foi encenada nos palcos da capital, admite que a viabilização dessa extensa programação pelo interior, que contempla três apresentações em cada cidade, sendo duas exclusivas para escolas públicas – priorizando os quartos anos - e uma aberta ao público, só foi possível via apoio da Companhia Paranaense de Energia (Copel), por conta do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice) que possibilita às empresas em situação regular, e inscritas em Regime Normal de Tributação, a renúncia fiscal de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para projetos de valorização à produção, difusão, circulação, pesquisa e a preservação dos bens culturais, além de ações de caráter educativo para a arte e a cultura no Estado.

 

A turnê contemplará as cidades de Campina Grande Do Sul, Mandirituba, Ipiranga, Tibagi, Laranjeiras Do Sul, Palotina, Guaíra, São Miguel do Iguaçu, Capanema e Rio Negro. Além da população reduzida, tais cidades possuem equipamentos culturais como: cines, teatros municipais, centros culturais ou casas de cultura, que demonstram um esforço dos departamentos e secretarias de cultura e educação em manter tais estruturas para oferecer a comunidade uma programação constante de produtos culturais.

 

Segundo Tueros, esse comprometimento genuíno em garantir o direito à cultura, estabelecido na legislação brasileira, corresponde aos objetivos da companhia, que tem como uma das prioridades a formação de novas plateias do teatro paranaense. “O Profice visa a descentralização do teatro, ou seja, permite que as grandes cidades, que possuem produção de teatro, possam circular pelas pequenas cidades”, elogia o diretor.

 

Serviço:


O Príncipe e a Aviadora
Adaptação de Texto e Direção: Sandro Tueros;
Duração: 60 minutos
Para mais informações sobre a programação, acesse: www.stteatro.com.br

 

Confira a agenda completa:

 

Cidade

Local

Datas / Horários

Campina Grande do Sul

Teatro Municipal José Carlos Zanlorenzi

20 de abril às 19h (sessão aberta ao público) / 21 de abril, às 9h30 (sessão fechada para escola pública)

Mandirituba

Teatro Municipal Joana Dilacir Palu Gelatti

23 de abril às 10h, 14h (sessões fechadas para escola pública) e 19h30 (sessão aberta ao público)

Ipiranga

Quadra de Esportes Sagrada Família

25 de abril às 10h, 14h (sessões fechadas para escola pública) e 19h (sessão aberta ao público)

Tibagi

Teatro Municipal Tia Inália

26 de abril às 10h e 14h (sessões fechadas para escola pública) 27 de abril às 17h (sessão aberta ao público)

Laranjeiras do Sul

Cine Teatro Iguassu

28 de abril às 17h (sessão aberta ao público) / 29 de abril às 10h e 14h (sessões fechadas para escola pública)

Palotina

Teatro Municipal Ludovico Riedi

01 de maio às 17h (sessão aberta ao público) e 02 de maio às 10h e 14h (sessões fechadas para escola pública)

Guaíra

Cine Teatro Sete Quedas

03 de maio às 10h e 14h (sessões fechadas para escola pública) / 04 de maio às 17h (sessão aberta ao público)

São Miguel do Iguaçu

Centro Cultural Abelino Vieira

05 de maio às 17h (sessão aberta ao público) e 06 de maio às 10h e 14h (sessões fechadas para escola pública)

Capanema

Centro de Eventos Martin Lutero

07 de maio às 10h30 e 14h (sessões fechadas para escola pública) às 19h (sessão aberta ao público)

Rio Negro

Cine Teatro Antonio Candido do Amaral

10 de maio às 14h e 15h30 (sessões fechadas para escola pública) e às 19h30 (sessão aberta ao público)

 

 

 

 

 

'O Sétimo Guardião': Ondina é mãe de Luz!

Ondina (Ana Beatriz Nogueira) teve uma filha no passado e ela foi roubada por seu ex-marido depois de uma briga feia do casal! Toda a verdade vem à tona em O Sétimo Guardião, em uma conversa de coração aberto que ela tem com Sóstenes (Marcos Caruso), já que foi ele quem encontrou a criança abandonada pelo antigo amor da dona do cabaré.

 

Confira o que vai rolar!


O papo começa quando o avô de Luz (Marina Ruy Barbosa) leva para Ondina a camisa que envolvia a menina quando ele a encontrou abandonada durante uma tempestade. A cafetina reconhece a peça de roupa e as letras bordadas, LCG, que são as iniciais do nome Luís Carlos Góis.

 

“Eu é que bordei aquelas letras”, ela revela a Sóstenes.



Sóstenes pergunta, então, se ela conhecia o dono da camisa. Ondina surpreende com a resposta:

 

“Muito! Ele era meu marido!”


Ondina revela a mágoa que tem do homem com quem se casou no passado e diz a Sóstenes que não teve mais notícias dele.

 

“Deixou de ter notícias quando?”, o avô de Luz questiona.


“Desde o dia em que roubou nossa filha recém-nascida, sumiu com ela... E destruiu minha vida pra sempre!” (Com Gshow)

 

 

 

Hashtag: |
'Verão 90': Jerônimo arma para separar Herculano e Janaína

Para conseguir separar Herculano (Humberto Martins) e Janaína (Dira Paes) e, com isso, garantir a sociedade na Pop TV, Jerônimo (Jesuíta Barbosa) vai armar uma arapuca para o Gatão nos próximos capítulos de Verão 90! Ele vai invadir o restaurante da mãe e roubar a famosa receita dos seus brownies...

 

O sonho da vida de Jerônimo sempre foi ser sócio da Pop TV. Ele se sente preterido, porque nunca recebeu essa proposta. Só que, agora, Mercedes (Totia Meireles) deseja acabar com Janaína e quer vê-la separada de Herculano. Sabendo do desejo do ex-Patotinha, a ricaça usa a sociedade em sua empresa para convencê-lo a separar a mãe do Gatão. E ele aceita! 

 

Jerônimo, então, decide roubar a receita dos famosos brownies de Janaína e colocar a culpa em Herculano. Para isso, ele invade o restaurante à noite, pega a receita do doce e deixa a carteira do diretor de cinema jogada no restaurante. A ideia é que todos achem que foi ele quem roubou o segredo de como fazer o brownie mais famoso do momento. Que situação!

 

Antes de sair do restaurante de Janaína, Jerônimo ainda debocha:

 

“Dançou, Herculano!” (Com Gshow)

 

 

 

Hashtag: |
'Órfãos da Terra': Soraia e Hussein decidem fugir de Aziz e têm reencontro emocionante

Em Órfãos da Terra, Soraia (Letícia Sabatella) já se arriscou por Hussein (Bruno Cabrerizo) e, por pouco, Aziz (Herson Capri) não flagrou a esposa com um de seus capangas. Nos próximos capítulos, ela irá ainda mais longe e decidirá fugir com amado. Para conseguir isso, terá a ajuda de Fairouz (Yasmin Garcez), outra esposa do sheik e sua grande amiga.

 

Hussein conseguiu escapar de Aziz e encontrou abrigo no campo de refugiados de Beirute, mais especificamente na barraca de Samira (Beatrice Sayd). Ele sabe que o sheik não vai descansar enquanto não o encontrar e planeja fugir do Líbano com Soraia, a mulher que ama.

 

Através de Fairouz, Soraia vai receber um bilhete escrito pelo amado. A amiga a aconselhará: “ Só leia o bilhete quando estiver sozinha”. O que as duas não percebem é que Áida (Darília Oliveira), a terceira esposa de Aziz, estava de olho na conversa.

 

Escondida de todos, Soraia vai se emocionar com mensagem de Hussein:

 

“(...) Chegou a hora de darmos uma chance ao nosso amor. Me arrependo de não ter feito isso antes (...)”

 

“ (...) E cheguei à conclusão de que nunca é tarde para recomeçar uma vida. Consegui trazer algum dinheiro comigo, o suficiente para irmos para a Europa (...)”

 

No bilhete, ele também dará as coordenadas de como se encontrarão:

 

“(...) É mais seguro que venha sozinha até o campo. Quando chegar, procure pela barraca de Samira Kalil que fica ao lado do velho poço. Estarei aqui, esperando pela dona do meu coração.”


Mesmo com todos os riscos (ela conhece mais do que ninguém a fúria de Aziz), Soraia vai decidir abraçar a única chance que tem de ser feliz ao lado do homem que ama e irá ao seu encontro. Novamente Fairuz a ajudará, desta vez a fugir da mansão. Escondida, Áida acompanhará a movimentação das duas.

 

“Não sei como me despedir, Fairouz. Eu não teria sobrevivido aqui sem você”, diz Soraia antes de partir.


Quando chegar ao campo de refugiados, Soraia logo encontrará Samira, que a levará até onde está Hussein. Quando finalmente se reencontrarem, os dois darão um beijo apaixonado, certos de que serão felizes longe dali.

 

No entanto, tem outra pessoa que também já saberá onde Hussein está escondido. Avisado por Fauze, que o viu no campo de refugiados, Aziz decidirá ir pessoalmente acertar as contas com ele, sem imaginar que sua primeira esposa também está lá... (Com Gshow)

 

 

 

Hashtag: |
'Malhação': Lígia e Joaquim recebem intimação para exame de DNA

Rita (Alanis Guillen) apareceu no batizado de Nina e gritou para todos que a criança é filha dela em Malhação – Toda Forma de Amar.

 

A jovem também prometeu que iria fazer de tudo para tê-la de volta e essa decisão vai mexer com Lígia (Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes). Em uma manhã que deveria ser como outra qualquer, as vidas dos pais adotivos da menina acabam virando um pesadelo ao receberem uma péssima notícia:

 

“Eu sou Oficial de Justiça e vim trazer uma intimação para exame de DNA de Carolina Henriques, sua filha. O senhor pode assinar para mim, por favor? ”, diz o homem.


Joaquim assina o papel e olha para a sua esposa segurando a bebê. Abalada, Lígia abraça a filha, carinhosamente apelidada de Nina, e fala para o marido:

 

“Essa menina não vai deixar a gente em paz, Joaquim”. (Com Gshow)

 

 

 

 

Hashtag: |
Saiba quais bens podem ser refinanciados para a quitação de dívidas

Em momentos de crise econômica, como esta que o Brasil está vivendo, a população tende a ficar mais endividada. Com a alta do desemprego e dos trabalhos informais, muitos ficam sem fonte de renda fixa e algumas contas acabam acumulando.

 

Muitas vezes, são dívidas simples, mas a depender do juros, o que era uma pequena parcela, acaba virando uma enorme bola de neve. Nesta situação, muitas pessoas, por já estarem endividadas, simplesmente não conseguem créditos em bancos ou outras instituições financeiras.

 

Uma boa alternativa, neste caso, é o refinanciamento imobiliário. Não sabe o que é, nem se você pode pleiteá-lo? Nós reunimos algumas das dúvidas mais frequentes para você conhecer melhor sobre essa modalidade de empréstimo.


O que é?


O refinanciamento imobiliário nada mais é do que utilizar o seu imóvel próprio ou o de outra pessoa para obter crédito junto a instituições financeiras. O refinanciamento imobiliário é também conhecido por Crédito por Garantia de Imóvel (CGI). Em inglês, é chamado de Home Equity.

 

A modalidade é bastante comum em países da Europa e nos Estados Unidos e só recentemente chegou ao Brasil.


Como funciona?


O refinanciamento é um empréstimo feito junto ao banco ou outra instituição financeira, tendo como garantia a casa ou outro imóvel. Mas o que isso significa?

 

Significa que se, eventualmente, você não conseguir pagar as parcelas do empréstimo, o seu imóvel servirá para cobrir o débito devido, ou seja, funciona como um caução.


Então, eu vou perder a casa?


Não necessariamente. O banco não tem a intenção de te deixar sem casa. Mas se você não conseguir pagar até 3 parcelas da quantia emprestada, então, por contrato, ele fica sim autorizado a tomar o seu imóvel.


Só posso refinanciar se o imóvel for meu?


Não. Muitas pessoas acabam desistindo desse tipo de empréstimo porque não têm imóvel próprio e quitado. Mas o que muita gente não sabe é que é possível usar o imóvel de outra pessoa como caução.


Obviamente, a pessoa precisa estar ciente e de acordo, já que também vai assinar o contrato junto ao banco. Neste caso, essa pessoa é chamada de interveniente garantidor.


Vantagens


Por ter essa garantia do imóvel, os bancos costumam oferecer algumas vantagens, como os juros que são consideravelmente menores. Enquanto os empréstimos tradicionais têm taxas de juros a 4% ao mês, por exemplo, o com garantia de imóvel pode ser menos da metade, girando em torno de 1,5% ao mês.

 

Outro atrativo é o tempo para quitar a dívida, que também costuma ser maior que os empréstimos comuns (de 1 a 20 anos).


Valores


É possível obter empréstimo de até 60% o valor do imóvel, ou seja, são empréstimos para valores altos, a partir de R$ 30 mil podendo chegar à casa dos milhões.


Quando fazer


Esse tipo de prática é recomendada quando a pessoa está precisando de uma quantia relativamente alta de crédito e tem um bem que pode oferecer como garantia.

 

Mas, além desse caso, também é possível aproveitá-lo se você quer fazer uma nova compra de imóvel, para pagar o financiamento de uma faculdade ou para investir em um negócio, por exemplo.

 

Os bancos não costumam divulgar muito a existência dessa modalidade porque é menos vantajosa para eles, principalmente por causa do juros mais baixo.

 

Quando evitar


O crédito por garantia de imóvel não é recomendado se você precisa de dinheiro urgentemente. Geralmente, costuma ser um processo um pouco demorado.

 

Também não é sugerido para pessoas que possuem outras dívidas, oriundas de antigos empréstimos. Neste caso, é muito provável que você de fato não consiga efetuar o pagamento do novo empréstimo e o risco de perder o imóvel é ainda maior.

 

Também não é recomendado se você tiver que comprometer mais de 30% da sua renda mensal com o pagamento das prestações.


Cuidados básicos


O refinanciamento requer a mesma atenção dos empréstimos normais. Então, por exemplo, é imprescindível checar se as taxas de juros são fixas ou serão constantemente corrigidas pela taxa da inflação. Prefira as que não oscilam tanto.

 

Também é bom ficar atento às possíveis cobranças de encargos extra, como os seguros.


Só a casa pode ser dada como garantia?


Não, se você tiver outros bens, como carros ou motos, por exemplo, também é possível pleitear o refinanciamento. Neste caso, os valores costumam ser menores, girando em torno de R$ 10 mil e R$30 mil.

 

Os juros costumam ser maiores, se comparados aos do crédito com imóvel de garantia. O prazo para pagamento também é menor, chegando a no máximo 5 anos.

 

Outro detalhe é que os bancos não costumam financiar veículos com mais de 10 anos de uso, ou seja, se você tem um veículo de 2008, provavelmente, não conseguirá refinanciá-lo.

 

 

 

Hashtag:
Praia ou montanha: qual destino combina mais com você

As férias são momentos muito esperados por todos. E não são só as crianças que ficam ansiosas por esse período. Muito pelo contrário. Na verdade, os adultos ficam ainda mais na expectativa para poder usufruir dos dias de descanso.

 

Planejar a viagem com tempo é sempre um momento bacana. Escolher o destino, se praia ou montanha, por exemplo, pensar no melhor resort, nos passeios que serão feitos. Tudo isso é decisivo para que a viagem seja o mais proveitosa possível.

 

Você está pensando em tirar férias, mas ainda não sabe se é melhor curtir o sol e a maresia ou o friozinho da montanha? Nós reunimos algumas dicas valiosas para você se resolver e aproveitar cada segundo das suas merecidas folgas.


Praia


O litoral brasileiro é bastante vasto, são mais de 7 mil km só de praias. De norte a sul, opções não faltam. O sol, o mar, as lindas paisagens são pontos positivos das regiões praianas.

 

Mas não é só isso. O litoral oferece também boas opções de gastronomia e passeios divertidos a alto mar. Além disso, quem gosta de praticar exercícios tem diversas opções.


Práticas esportivas


Na praia é possível fazer diversas atividades físicas, desde circuitos funcionais na areia até exercícios na água como o stand up paddle. Ambas prometem queimar muitas calorias e são hits do verão já há algum tempo.

 

Mas se você gosta de coisas mais tradicionais, pode optar, por exemplo, pela corrida na areia. O terreno irregular exige mais dos músculos que podem ficar mais torneados e definidos.

 

Se sua preferência for mesmo a água, é possível escolher o surfe ou a boa e velha natação no mar. Nestes casos, é sempre bom ficar atento às correntezas e movimentos das marés. Mas são exercícios tradicionais que geram bons gastos calóricos.

 

Se tiver filhos, é sempre legal incluí-los nessas atividades que para eles são, na verdade, brincadeiras.


Comida


Outra boa vantagem da praia é a alimentação. Quem gosta de frutos do mar e peixes, por exemplo, está sempre bem servido. Muitos restaurantes recebem carregamentos de produtos frescos diariamente, o que rende deliciosas refeições.


Saúde


Ficar bronzeado é um desejo de muita gente que vai para a praia. A pele parece ficar mais bonita após a exposição solar. É claro que não se deve abusar e sempre se proteger da grande incidência dos raios solares.

 

Mas é muito importante manter-se exposto ao sol. Os médicos recomendam, pelo menos, 10 minutos por dia para ajudar na produção de vitamina D do organismo. Por isso, escolher a praia pode ser também uma questão de saúde.


Passeios


O litoral brasileiro é repleto de paisagens lindas que são ainda pouco exploradas. Muitas vezes, há praias e arquipélagos próximos aos centros mais badalados que podem ser visitados, por exemplo, com barcos.

 

Esses passeios, geralmente, incluem os mergulhos que são das experiências mais gostosas que o litoral pode oferecer.

 

Montanha


Se você não gosta tanto da maresia e das comidas típicas das regiões litorâneas, uma boa opção é fugir para as montanhas. Mas se engana quem pensa que as regiões montanhosas são monótonas.

 

Essas áreas, geralmente, têm clima mais frio. Quanto à agitação, o badalo costuma ser menor, mas também há cidades montanhosas, como Campos do Jordão, que são muito movimentadas.
Baixas temperaturas


As regiões montanhosas costumam ter um clima mais frio, isso acontece porque quanto maior a altitude, menos o sol consegue aquecer totalmente a área. Se você gosta de vestir várias camadas de roupas ou, então, de ficar embaixo das cobertas vendo algo na tevê, as montanhas podem ser boas opções.


Passeios


Nestas regiões há diversas atrações e muito lazer. Se você quer se desconectar de tudo, pode optar por uma região mais interiorana, onde não há, por exemplo, redes de telefonia. Ficar longe do celular pode ser uma boa pedida.

 

Neste caso, você poderá buscar as atividades ao ar livre, como o passeio a cavalo, caminhadas e trilhas.

 

Mas se você gosta mais do fervo, também é possível escolher lugares com uma vida social mais agitada. Neste caso, pense em cidades que ofereçam boas redes de restaurantes, cinemas e lojas.

 

Comida


A culinária é um ponto muito forte dos destinos montanhosos. Massas, sopas e caldos costumam ser o carro-chefe das cozinhas e são sempre boas pedidas para aquecer.

 

Depois de uma boa refeição, pensar nas sobremesas não é nenhum sacrifício né? E aí o bom e velho chocolate é infalível.

 

Agora que você já conhece as vantagens de ir para a praia ou se aventurar nas montanhas, escolha seu cenário preferido e boas viagem.

 

 

 

 

Hashtag: |
A vida e a obra de Luís Fernando Veríssimo

Quem estuda no melhor cursinho de medicina sabe da importância de entender os diferentes gêneros textuais para se sair bem nas provas, não é verdade? Um dos gêneros que mais aparecem nos vestibulares é a crônica.

 

Esse tipo de texto é muito comum nos jornais. Trata-se de um texto leve, normalmente falando sobre algo cotidiano, de modo que o leitor se identifique rapidamente.

 

É importante que o estudante entenda que um cronista pode enriquecer o seu texto com detalhes sobre o ambiente e os personagens, de modo que a crônica se pareça com um texto ficcional – ainda que trate de fatos reais.

 

É importante que o vestibulando se atenha aos detalhes da crônica, para evitar confundi-la com outros gêneros textuais, como um artigo de opinião, por exemplo.

 

A crônica não tem como finalidade convencer o leitor com argumentos, mas dar a ele a chance de saber de algo que o cronista vivenciou e que acredita merecer ser relatado.



Um dos cronistas mais importantes da literatura brasileira é o Luís Fernando Veríssimo. Suas obras são constantemente cobradas nos principais vestibulares. Então, pegue papel e caneta para anotar alguns pontos importantes sobre a história desse autor.


Quem é Luís Fernando Veríssimo?


Luís Fernando Veríssimo é filho do também escritor Érico Veríssimo – autor de obras famosas, como O Tempo e O Vento. Gaúcho de Porto Alegre, Veríssimo nasceu no ano de 1936.

 

Passou parte da vida nos EUA, pois seu pai era professor na Universidade de Berkeley. Aos 30 anos, Luís Veríssimo passa a trabalhar como redator publicitário e tradutor.

 

Em 1956 passa a escrever para o jornal gaúcho Zero Hora. Veríssimo também foi colaborador de outros veículos, como a Folha da Manhã, Folha de São Paulo, Jornal do Brasil e revista Veja. Em 1971, cria o semanário “O Pato Macho”.

 

Luís Fernando Veríssimo se destacou como humorista, roteirista, cartunista e cronista. Atuou em programas de tevê icônicos, como o “Planeta dos Homens”, exibido pela Rede Globo.


Qual é o seu estilo e escola literária?


Esse autor faz parte da chamada Literatura Contemporânea Brasileira. Esse movimento surge na década de 1950, em um momento em que o Brasil se modernizava durante o Governo JK.

 

Essas décadas foram muito tumultuadas para o Brasil, pois Juscelino não conseguiu eleger o seu sucessor, de modo que o país foi governado pelo excêntrico Jânio Quadros que renunciou ao mandato, abrindo brecha para o Golpe de 1964.

 

Contudo, em 1970, o Brasil vive um momento de euforia causado pela conquista de sua terceira Copa do Mundo. Trata-se de um momento de grande nacionalismo.

 

Em 1979, o presidente militar Figueiredo concede anistia aos exilados. Na década de 1980, surgem os movimentos pelo voto direto, seguidos pelo governo Sarney e eleição de Collor em 1989 – primeiro presidente eleito após a Ditadura.

 

Como vimos, o Brasil passou por momentos complexos. Essa complexidade, relacionada às repressões políticas e problemas econômicos, aparece nos textos da Literatura Contemporânea Brasileira.

 

Existe nos autores contemporâneos uma variedade de temas abordados. No caso das obras de Luís Fernando Veríssimo, destaca-se a crítica bem-humorada aos problemas e situações observadas.


As crônicas de Veríssimo


Como já vimos, a crônica jornalística é um texto menos formal coloquial que dá ao leitor a sensação de identificação, algo que pode ser intensificado quando ele se reconhece na situação descrita pelo jornalista. Assuntos relacionadas aos problemas cotidianos são um exemplo dessas questões.

 

Uma das obras de Veríssimo que mais aparece nas provas é Comédias Para se Ler na Escola. Trata-se de um livro que reúne várias crônicas do autor, organizadas em seis partes.

 

Por serem narrativas curtas, o estudante não terá dificuldades em acompanhar os textos. É importante que ele fique atento às informações dadas pelo autor, pois existe, em cada texto, uma crítica a algo que Veríssimo acreditava ser um traço relevante sobre aquela época.

 

Como vimos, a obra de Luís Fernando Veríssimo fala do Brasil contemporâneo, por isso, é provável que o estudante se reconheça nela. Ademais, falamos de um gênero textual muito usado no jornalismo, a crônica.

 

Sendo assim, fique atento a esses detalhes para conseguir interpretar corretamente as questões e, claro, não se esqueça de ler alguns textos desse autor, contextualizando a leitura com o período de publicação e, se possível, traçando um paralelo com o Brasil de hoje.

 

 

 

 

Hashtag: |
Vale a pena investir no CDB?

Felizmente, hoje em dia, fala-se cada vez menos na poupança como opção rentável de aplicação. Utilizá-la como uma forma de guardar dinheiro ainda é aceitável, mas existem melhores investimentos, igualmente seguros, quando o assunto é multiplicar o patrimônio.

 

Uma dessas opções são os CDBs, ou Certificados de Depósito Bancário. Nada mais são do que títulos de renda fixa que trazem equilíbrio entre rendimento e risco, ou seja, são possibilidades não apenas para perfis conservadores, como aplicação principal, mas também para arrojados, como uma forma de diversificar a carteira de ativos.

 

Assim como outros títulos de renda fixa, os CDBs são facilmente calculados, fazendo com que sejam ideais para investidores menos experientes. Podem ser prefixados, ou seja, seu rendimento é definido por meio de apenas uma porcentagem, ou pós-fixados, cuja rentabilidade é medida a partir de um índice.

 

Então, independentemente da classificação dos certificados, não existem surpresas no fim da aplicação. Isso vale, inclusive, para os pós, pois o investidor já possui uma noção do retorno ao acompanhar o índice a que se refere — normalmente CDI.


Como funcionam os CDBs?


A dinâmica dos Certificados de Depósito Bancário é simples: funciona como um empréstimo para uma instituição bancária. Então, o banco emite um título com a taxa de rentabilidade desse empréstimo, para que, no fim do prazo definido, o investidor receba não apenas o valor inicial, mas também esse acréscimo.

 

O dinheiro recebido por essas instituições é utilizado para financiar projetos de expansão, crescimento, quitação de dívidas e outras atividades do banco emissor. Por isso, quanto menor o porte da empresa, a tendência é que o rendimento seja maior.

 

Isso ocorre porque são os bancos menores que necessitam de mais recursos para financiamento de projetos e são eles quem correm mais risco de não cumprirem com suas obrigações financeiras.

 

Tudo gira em torno da relação risco x retorno: bancos maiores possuem mais condições financeiras e não oferecem tanto risco ao investidor; assim, oferecem rentabilidade menos atrativa. Já bancos menores, por oferecerem mais risco de crédito, prometem maiores rendimentos.

 

Para escolher o melhor título, é preciso ponderar os seguintes fatores: risco — e perfil de investidor (forma de encarar perdas e prejuízo) — rentabilidade, prazo e liquidez. Apesar de todos estarem relacionados, existe sempre um que se sobressai, de acordo com a necessidade de cada um.

 

Quais são as vantagens em investir nos CDBs?


Antes de mais nada, é preciso entender que não existe uma aplicação ideal para todos os investidores; na realidade, há opções que se encaixam melhor em cada perfil ou para determinados objetivos de vida.

 

No entanto, alguns investimentos são mais versáteis, ou seja, são adequados para diversas situações. Como dito anteriormente, o CDB é um deles, pois é indicado para perfis conservadores e até para equilibrar carteiras de perfis mais agressivos, que necessitam compensar eventuais prejuízos.

 

Outro ponto interessante é que os Certificados de Depósito Bancário também são vantajosos para investidores de primeira viagem e para os mais experientes; tudo vai depender do título escolhido e como ele vai se encaixar na estratégia de cada um. No entanto, é importante salientar que a aplicação mínima do CDB é de R$ 1 mil.

 

De todo modo, trata-se de um investimento simples: basta ter acesso à internet e uma conta em uma corretora de valores para escolher qual título comprar. Depois de definido, é só comprá-lo e acompanhar a rentabilidade pela própria plataforma da corretora.

 

Por falar em rentabilidade, hoje existem CDBs que oferecem retornos acima de 100% do CDI (benchmark de títulos pós-fixados). Claro, é preciso equilibrar riscos e retornos, mas, nesses casos, basta adquirir aplicações de bancos maiores e mais sólidos no mercado.

 

Caso, infelizmente, tenha optado por uma instituição que não cumpriu com suas obrigações financeiras, os CDBs ainda possuem cobertura do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que faz o ressarcimento do valor investido em até R$ 250 mil por CPF, fazendo com que sejam títulos ainda mais seguros.

 

Ainda há títulos com liquidez diária, ou seja, é possível utilizar o CDB como opção de reserva de emergência, com facilidade para que o investimento se torne dinheiro em conta. De modo geral, investir nos certificados é cada vez mais comum, porque são opções rentáveis, seguras e versáteis.

 

 

 

Hashtag:
Babado: em quais peças e onde usar

Dentre as várias tendências da moda, uma que está fazendo a cabeça de diversas fashionistas é o babado. Feminino e elegante, ele tem invadido as passarelas e as ruas das principais capitais da moda do Brasil e do mundo.

 

É possível encontrar o babado tanto em roupas femininas casuais, para o dia a dia, como em looks de gala e para situações mais formais. Até mesmo as roupas de banho, como biquínis e maiôs, têm apresentado detalhes desse tipo.

 

Quer incorporar o babado em suas produções, mas não sabe bem ao certo como? Nós reunimos as principais dicas para você aproveitar mais esta tendência fashion.


O que é babado?


O babado é uma tira de tecido que pode enfeitar desde peças de vestuário até cortinas e roupas de cama. É um elemento que existe na moda desde o século XVI, quando reis, rainhas e os nobres da corte usavam o detalhe para incrementar o visual da roupa.

 

Na moda feminina, os babados podem ser de vários tipos, mas, em geral, o objetivo é dar um acabamento mais requintado às roupas.


Tipos


Há diversos tipos de babados. Cada um cria um tipo de silhueta, ou seja, cada um dá um shape diferente às mais diversas peças. E por que isso importa? Porque cada contorno que o babado cria realça partes específicas do corpo.


Retos


Tecnicamente, os babados retos são aqueles que são cortados no fio do tecido. Não faz ideia de como seja? Ah, você o conhece sim, são os pregueados famosos das saias.

 

Circulares


Já os circulares são cortados no viés do tecido e, em geral, aqueles mais volumosos. Podem criar a ilusão de ondas e movimentos. Também são de vários tipos.


Franzido


Babado clássico, é bastante usado em roupas infantis e em alguns tipos de saia. São bastante volumosos e podem ser usados, inclusive, em camadas.


Godê


Outro babado muito tradicional e fashion. Não é tão ondulado quanto o franzido e, por isso, dá elegância e beleza às peças. Geralmente é usado em mangas e barras de saia.


Peplum


O babado peplum é bastante usado em blusas, mas não é na gola não, pelo contrário, é justamente na parte de baixo da peça. O interessante deste detalhe é, justamente, criar um volume discreto na região da barriga.

 

Pode ser aplicado nos mais diversos tecidos como a renda e o couro.


Jabô


O jabô é ideal para criar um efeito cascata. Pode ser aplicado em diversas peças, mas geralmente é usado em vestidos e saias, principalmente para ocasião de festa.


Como usar?


Os babados criam volume, então, a principal dica para usá-los é optar por peças mais secas e retas para dar equilíbrio ao look. Então, por exemplo, se você quiser investir em uma camisa com detalhe em peplum, pode escolher uma calça skinny ou mesmo uma saia mais reta, como a lápis.


Só para magras?


Muita gente acha que pessoas acima do peso não podem usar babado, já que criam volume, aumentando ainda mais a silhueta. De fato, alguns babados ampliam um pouco o volume do corpo, mas isso não impede as pessoas com quilinhos a mais de usarem também.

 

Tudo depende do quão bem a pessoa se sente com a roupa. Se você está feliz e satisfeita com o que vê no espelho, então, vá e frente.


Peças


Os babados estão nas mais diversas peças do vestuário feminino. Algumas são tradicionais e clássicas como em saias e camisas. Outras são menos convencionais, como em maiôs e biquínis, mas estão super em alta.


Saias


As saias, geralmente, ajudam a criar um look mais feminino e com os babados ficam ainda mais girlie. Se você quer ficar ainda mais fashion, pode optar por peças com babados em estampadas com animal print e mesmo o poá.

 

Para dar equilíbrio à silhueta, neste caso, opte por blusas um pouco mais justas e retas.


Camisas


Este é um item que toda fashionista tem, porque está sempre na moda, não depende muito de temporada. Você pode optar por peças com detalhes nas golas e mesmo nas mangas.


Roupas de banho


Maiôs e biquínis também adotaram essa tendência. No caso dos maiôs, é possível encontrar os do tipo tomara-que-caia com babados de ombro a ombro. Também há os com detalhes verticais. São super femininos e ajudam a dar um novo ar a peças tão tradicionais.


Onde usar?


Os babados podem ser usados nas mais diversas ocasiões, desde em ambientes de trabalho a vestidos de festa. Não há nenhuma restrição.

 

 

 

 

Hashtag:
Quais são os cuidados com as crianças no inverno?

A oscilação de temperaturas durante o outono e a queda mais brusca dos termômetros nos meses de inverno deixam as crianças e os idosos mais suscetíveis a problemas de saúde.

 

No caso das crianças, isso é ainda mais preocupante porque o sistema imunológico delas não está totalmente desenvolvido, ou seja, elas acabam sofrendo mais para lutar contra as mais diversas doenças.

 

Nesta época do ano, elas precisam de ainda mais atenção. Um dos principais cuidados é quanto à roupa infantil. Não basta escolher apenas modelos bonitos e atrativos para elas, as crianças precisam de proteção contra as baixas temperaturas, por exemplo.

 

Mas este é apenas um dos muitos cuidados que se deve ter. Nós levantamos algumas das principais recomendações dos pediatras.


Vacinação


Crianças, geralmente, têm imunidade mais baixa. É que elas ainda não foram expostas a diversas doenças. Dessa forma, as chances de ficarem doentes são entre 8 e 10 vezes maiores do que um adulto, por exemplo.

 

E não tem o que fazer, já que a imunidade vai sendo construída ao longo do tempo. Para isso, é essencial que as crianças sejam vacinadas.

 

Esse é o único procedimento cientificamente comprovado que garante que os indivíduos desenvolvam o sistema de defesa sem ter que entrar em contato direto com as doenças.


Como funcionam


As vacinas fazem com que o organismo produza anticorpos. E como isso acontece? Bem, um vírus ou bactéria atenuados são injetados no indivíduo. A partir disso, o organismo, em contato com esse corpo estranho, vai começar a produzir uma defesa (anticorpos) que fica na memória do sistema imunológico.

 

Sempre que o organismo entrar em contato com aquele corpo estranho, já saberá como combatê-lo. É por isso que as crianças vacinadas conseguem sobreviver quando em contato com vírus e bactérias fortes, como a do sarampo e da meningite.


Onde vacinar


O Sistema Único de Saúde, o SUS, disponibiliza gratuitamente todas as doses das mais diversas vacinas infantis. Basta apenas levar o cartão de vacinação e a carteirinha do SUS.

 

Alimentação


Aliada da vacinação, a alimentação equilibrada é imprescindível para que as crianças não sofram tanto nos períodos frios como o inverno.

 

É dos alimentos ricos em nutrientes que os pequenos adquirem, por exemplo, as vitaminas e proteínas necessárias para o bom funcionamento do organismo e do próprio sistema imunológico.


Hidratação


Embora no frio a gente não goste tanto de beber água, é muito importante mantê-las hidratadas. É muito comum, inclusive, que no inverno, as crianças sofram com quadros de desidratação. Por isso, sucos de frutas naturais e muita água são indispensáveis.

 

Evite coisas muito geladas para evitar inflamações da garganta e das vias que já ficam mais vulneráveis nesse período.

 

Também ajude a hidratar os olhos e o nariz dos pequenos. Para isso, conte com a indicação do médicos pediatras. Evite a automedicação.


Problemas respiratórios


Os problemas respiratórios, como a bronquite, a rinite e a asma, são muito comuns nesta época do ano. Isso acontece porque costuma chover menos e as partículas de poluentes ficam mais concentradas na atmosfera, desencadeando essas inflamações e irritações respiratórias.



As crianças tendem a ficar mais suscetíveis a estes problemas. Por isso, procure mantê-las protegidas da friagem e do contato com água fria, por exemplo.

 

Também procure limpar os ambientes domésticos, evitando a concentração de poeira. Lave com regularidade os cobertores, mantas e edredons. Faça o mesmo com os agasalhos e casacos mais pesados.


Roupas


Não é novidade para ninguém que as crianças adoram brincar, faça frio ou faça sol. Jogar bola, videogame, brincar de boneca. Muitas vezes, com o movimento, as crianças podem acabar suando.

 

Com isso, elas tendem a tirar os agasalhos, toucas e luvas e ficam mais suscetíveis, por exemplo, ao vento gelado. O choque de temperaturas do corpo quente com o ar frio pode ser bastante nocivo, então, muita atenção com isso. Fique de olho para que elas não fiquem completamente desprotegidas.

 

Escolha roupas funcionais, como casacos e agasalhos e que sejam bem quentinhas. Tecidos como a flanela ajudam a dar a proteção extra contra o fio. Não esqueça de proteger as extremidades. Para isso, opte por meias e luvas.

 

Se a criançada quiser se movimentar, pense em camisas de manga comprida e coletes corta-vento. Procure mantê-las em ambientes mais fechados para que não sofram tanto com o frio.

 

 

 

 

Hashtag: |
Seu filhote não quer se alimentar? Saiba qual é a solução

Quem é dono de pet sabe que todo animalzinho dá trabalho, mas os filhotes de cachorro precisam de atenção redobrada. São muitos os cuidados necessários, porque é como se eles fossem crianças.

 

O sistema imunológico deles, por exemplo, ainda não está totalmente preparado e, por isso, eles precisam de diversas doses de vacinas e mesmo de um desmame adequado.

 

O seu animalzinho está na fase do desmame ou ele já passou por isso, mas ainda não está conseguindo comer direito? Nós reunimos algumas dicas essenciais para você enfrentar essa fase.


Desmame adequado


O leite é essencial para os filhotes. Geralmente, eles adquirem 95% dos anticorpos necessários para a sobrevivência justamente deste alimento natural. Além dos anticorpos, nas primeiras semanas de vida, todos os nutrientes necessários devem ser adquiridos justamente do leite.

 

Ou seja, os filhotes devem ser alimentados exclusivamente pelo leite materno até, mais ou menos, a sexta e a sétima semana de vida. Em hipótese nenhuma dê leite industrializado ou de vaca.



A produção de leite nas cadelinhas tende a durar umas 6 semanas. A partir desse período, as mamães tendem a regurgitar o alimento que ingerem para que os filhotinhos comecem a se acostumar com o alimento sólido.


Transição do leite para o alimento sólido


É imprescindível que o desmame não seja feito de forma abrupta, já que isso pode, inclusive, traumatizar os cãezinhos. É sempre recomendado ir retirando o leite materno aos poucos. Esse processo deve ser bem natural. É muito importante respeitar o tempo do próprio filhotinho.

 

Avalie junto ao médico veterinário o período mais adequado para ir apresentando as comidas mais sólidas e quais os melhores alimentos.


Papinhas e rações


Os dentinhos dos cães começam a nascer por volta do 20º dia de vida, mas só entre a sexta e a oitava semana de vida é que eles começam a explorar mais as comidas mais durinhas. Para que eles consigam fazer a transição alimentar adequadamente, opte por rações ou algumas papinhas.

 

E, não, você não leu errado não! A indústria já tem produzido papinhas para cães e gatos. É também possível prepará-las em casa. Neste caso, é bom misturar a ração e o leite materno numa proporção de 30% para 70%, respectivamente.

 

Se preferir, pode tentar diluir um pouco da ração com água. Mas, lembre-se de comprar rações específicas para filhotes que estão nas primeiras semanas de vida. Neste caso, para fazer a melhor escolha, consulte o médico veterinário.


Dificuldade para comer


Na fase de crescimento, os cães costumam precisar de muita energia, isso porque eles gostam de explorar o ambiente e brincar. Se eles não estão comendo muito é bom ficar atento, pois pode ser um problema mais grave de saúde.

 

Se o filhotinho está apresentando dificuldades para comer, saiba que há várias causas possíveis e muitas estão ligadas ao cotidiano domiciliar.


Possíveis causas


Antes de se desesperar com a perda de apetite do seu pet, tente observar se há alguma mudança na rotina. Não parece, mas eles sentem muito qualquer alteração no dia a dia. Então, por exemplo, alguém do convívio dele foi viajar ou se mudou? Se sim, pode ser que ele não esteja comendo, simplesmente, por estar triste.

 

Além disso, há também a questão climática. Se os humanos ficam mais ou menos dispostos por causa do clima, o mesmo acontece com os cães. Em dias muito quentes, eles costumam sofrer mais, ficam mais preguiçosos e vagarosos.

 

A falta de apetite também pode estar ligada à própria ração. Então, por exemplo, se o seu cãozinho está há muito tempo com um mesmo tipo de comida, pode ser que esteja enjoado dela. Neste caso, pense em uma troca.

 

Mas evite mudar de uma hora para outra. Tente ir misturando os tipos de ração para que o animalzinho não sinta tanto a mudança.

 

Agora, se você observou a rotina do cãozinho, mas ele ainda não demonstra apetite, então é bom levá-lo para o médico. O veterinário poderá avaliar melhor as possíveis causas. Pode ser algum desconforto gastrointestinal ou, então, algum parasita no organismo.


Soluções


É muito importante ter paciência com os filhotes. Se eles não querem comer logo de cara, tente ajudá-los nesse processo. O primeiro passo é escolher as rações mais adequadas para essa fase da vida, para isso, consulte um veterinário.

 

As rações precisam ser macias e com os melhores nutrientes para eles. Se perceber que o pet tem dificuldade para mastigar, tente dissolver a ração com um pouco de água quente, por exemplo. Também é possível adicionar na ração caldo de carnes, como a de frango, por exemplo e estimulá-los com algumas brincadeiras ou petiscos.

 

Com essas dicas, você ajuda seu pet a crescer forte e saudável.

 

 

 

Hashtag:
Catanduvas - CRAS realiza abertura da campanha de Combate ao Abuso Sexual Infantil

Nesta terça dia 23, a Secretaria municipal de Assistência Social, através do CRAS, realizou a primeira etapa da campanha “18 de maio”.

 

A campanha compreende um concurso de redação com os alunos do 5º ano, para basear as redações os alunos participaram de uma palestra e apresentação de um teatro, realizado pelos alunos da oficina de teatro do CRAS.

 

Dando sequencia a campanha, em maio, haverá uma passeata e entrega da premiação para as melhores redações de cada turma.

 

Segundo a secretaria de Assistência Sueli “ a campanha tem o objetivo de informar as crianças e assim conseguir prevenir situações de abuso sexual infantil”.

 

 

 

 

MP aperta o cerco contra caminhoneiros que fraudam exame toxicológico

Nas últimas semanas, centenas de motoristas foram identificados por burlar a lei vigente no Brasil desde 2016.

 

Em 2016, entrou em vigor a Lei Federal13.103 que tornou obrigatória a realização do exame toxicológico para emissão e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias C, D e E, e na admissão e desligamento de motoristas contratados pelo regime CLT. Agora, o exame toxicológico voltou a ganhar destaque no Brasil após o Ministério Público intensificar a identificação de motoristas que tentam burlar a lei nacional.

 

Nos últimos cinco meses, o Ministério Público identificou quase 300 caminhoneiros, nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que pagaram de R$ 800 a R$ 1.500 para forjar resultados de exames antidrogas. A primeira medida contra os infratores será o bloqueio da Carteira Nacional de Habilitação, e nos próximos meses a identificação e fiscalização deverá ser intensificada em todo país.

 

Infelizmente, as drogas sempre foram muito comuns nas estradas brasileiras. Segundo números do Ministério do Trabalho, um terço dos caminhoneiros utilizam algum tipo de substância para se manter acordado por horas e horas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, em 2017 foram registrados 89.318 acidentes graves nas estradas e 48% deles foram provocados por caminhões.

 

Exame toxicológico

 

Além de garantir a segurança nas estradas brasileiras, o exame toxicológico é rápido e extremamente eficiente, detectando a presença de metabólitos de drogas psicoativas que se depositam nos fios de cabelo ou pelos, por um período de até 90 dias. Hoje, o exame é encontrado em laboratórios de todo Brasil e, de acordo com a legislação, o resultado deve sair em até 15 dias.

 

Para assegurar confiabilidade, todo processo de coleta de cabelos ou pelos é realizada na presença de uma testemunha para garantir um resultado seguro. Quando o exame é feito a partir de cabelos, são necessários 120 a 150 fios com, no mínimo, 4 cm de comprimento. Já em casos de coleta de pelos do corpo, é retirado uma quantidade equivalente a uma bola de algodão com 2 cm de diâmetro. São coletadas duas amostras - uma vai para análise e a outra fica à disposição das autoridades e do motorista, no banco de dados do laboratório.

 

“O teste verifica diversas substâncias, entre elas as anfetaminas mazindol, femproporex e anfepramona e as anfetaminas ilegais ecstazy, MDA e MDMA. Além disso, conseguimos identificar metanfetaminas, maconha, cocaína, bezoilecgnonina, cocaetileno, norcocaína, opiáceos codeína, morfina e heroína. A legislação exige até 15 dias para o resultado, mas estamos preparados para entregar em no máximo em 10 dias. Agilizar resultados beneficia o processo de liberação do motorista”, explica o gestor do DB Toxicológico (www.dbtoxicologico.com.br), Jean Haratsari.

 

A empresa, que pertence ao grupo Diagnósticos do Brasil, é certificada pelo INMETRO, tem uma estrutura exclusiva de atendimento para exame toxicológico e responde por aproximadamente 15% dos procedimentos realizados no país. Para garantir a segurança do teste, a empresa trata a cadeia de custódia dos exames taxológicos com muito rigor, que começa pela capacitação dos coletores. Desde a implantação da ferramenta, quase 4 mil já foram treinados. Outro diferencial fica por conta da logística do grupo, que consegue atender o mercado brasileiro com agilidade por meio de dezenas de unidades de atendimento e mais de 400 rotas que atendem, aproximadamente, 6.000 cidades.

 

De acordo com números do DB Toxicológico, a cocaína ultrapassou a anfetamina, popularmente conhecida como “rebite”, e é a droga mais utilizada por caminhoneiros. “O custo da cocaína baixou e ela passou a ser vendida em muitos pontos das estradas. Hoje, ela é responsável por mais da metade dos exames toxicológicos com resultado positivo. Ela é utilizada por aqueles caminhoneiros que querem se manter acordados por várias horas”, detalha Jean Haratsari.

 

Caso o resultado do exame seja positivo para qualquer substância ilegal, o motorista terá a CNH suspensa e deverá aguardar três meses para realizar um novo exame. “Após a realização de um novo toxicológico, a suspensão da carteira pode ser revista caso o resultado seja negativo. Sabemos da importância dos caminhoneiros para o Brasil, e é importante que eles entendam que a lei é benéfica para todos e visa aumentar a segurança em nossas estradas. Desde que ela entrou em vigor, houve uma redução de 40% no número de acidentes com veículos pesados”, completa Haratsari.

 

 

 

 

Hashtag:
Homem é atingido com mais de 20 tiros de 9 MM em Cascavel

O empresário, dono de uma distribuidora de bebidas, foi alvo de mais uma tentativa de homicídio na manhã desta quarta dia 24, na Rua Xavantes, esquina com Itaquatiaras, no Bairro Santa Cruz, na região Oeste de Cascavel. A vítima foi atingida por 24 disparos de pistola.

 

A vítima estava no estabelecimento quando foi surpreendida pelo criminoso armado com pistola 9MM. Os moradores próximos a cena do crime relataram que foram efetuados mais de vinte disparos.

 

Socorristas e médico do Siate foram acionados para atender a vítima que está em estado grave. O homem foi encaminhado ao Hospital Universitário e deve passar por cirurgia para remover os projéteis. O caso é grave e ele corre risco de morte.

 

A Delegacia de Homicídios está no local e dá inicio as investigações para apurar o crime e identificar possíveis autores da tentativa de homicídio.

 

A Polícia Militar está em rondas para tentar localizar os criminosos.

 

Em 29 de novembro de 2018, a vítima foi atingida por vários disparos e ficou em estado grave internado no Hospital Universitário. (Com Catve)

 

 

 

 

 

Hashtag: |
Conta de água mais cara no Paraná deve começar a ser cobrada a partir de maio

Com a publicação em Diário Oficial da homologação do aumento de 12,13% na conta de água e esgoto da Sanepar, a tarifa reajustada já poderá ser cobrada a partir do dia 17 de maio, segundo a companhia de saneamento.

 

Para definir a data, foi considerado que a homologação do reajuste já foi “amplamente divulgada” a partir de 15 de abril, quando o conselho executivo da Agepar homologou a decisão. A regra sobre o reajuste determina que passe a valer 30 dias após a data da publicação em Diário Oficial, mas a Sanepar considera que já houve a publicização cobrada em lei.

 

A publicação em Diário Oficial foi feita por volta das 17 horas desta terça dia 23. O aumento deve ser aplicado na conta do consumidor de forma gradativa, a partir do próximo dia 17, dependendo da data da leitura de cada consumido.

 

O reajuste de 12,13%, acima da inflação, que foi de 4,5% no período, segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi autorizado no último dia 15 pela Agepar, a pedido da Sanepar.

 

Em seis anos da gestão Beto Richa (PSDB), entre 2011 e 2017, o reajuste foi de 123,96% - acima da inflação do período, que ficou em 47,49%. O último reajuste da tarifa da Sanepar, de 2018, ficou em 5,12%. (2019: 12,13%; 2018: 5,12%; 2017: 8,53%; 2016: 10,48%; 2015: 12,5% - em duas etapas de 6,5% e 6%).

 

A Sanepar afirma que o índice é composto pela inflação dos custos do setor de saneamento mais a terceira parcela do diferimento aprovado na revisão tarifária de 2017. O diretor-presidente da companhia, Claudio Stabile, e o presidente em exercício da Agepar, João Vicente, participaram de reunião ontem, na Assembleia Legislativa, para falar aos deputados sobre o reajuste. Stabile iniciou a apresentação explicando que o reajuste é composto pela inflação dos custos do setor de saneamento, medida de acordo com indexadores variados (IPCA, IGPM e INPC) mais a terceira parcela do diferimento aprovado na revisão tarifária de 2017, atualizada pela taxa Selic. Aí ele fez um breve histórico do período que vai de 2006 a 2010, quando a tarifa ficou congelada, durante o governo de Roberto Requião (MDB) e os subsequentes aumentos até 2016.

 

Segundo Stabile, houve uma “reavaliação dos ativos da companhia”, ocorrida em 2017, quando ficou decidido que a diferença de mais de 26% seria diferida em parcelas ao longo de oito anos. Fez questão de atacar o que chamou de mistificação do diferimento, insistindo que ele não deve ser atribuído a governos anteriores. “A empresa tem 54 anos, recebemos um passivo. Não conseguimos apresentar o resultado que todos reclamam em tão pouco tempo”, disse Stebile.

 

 

Governo estuda reduzir a tarifa, diz secretário

 

Em entrevista ontem ao Jornal TNews, da Rádio T, o secretário chefe da Casa Civil do Paraná, Guto Silva, disse que o governo estuda reduzir a tarifa nos próximos anos. Segundo ele, o Palácio Iguaçu poderia fazer “pouco” para evitar o aumento da tarifa da Sanepar acima da inflação. “Muito pouco, porque é um produto de concessão. A Agepar, que é uma agência reguladora, que determina esse recurso, o que o governador determinou é que a gente continue economizando, cortando gastos, cortando privilégios, e na sequência a gente tenha condições de reduzir a tarifa”, disse.

 

O secretário enfatizou que a redução na tarifa para 2021 está na pauta. “Eu gostaria até de afirmar isso, que a médio e longo prazo nós vamos conseguir reduzir a tarifa. Estamos em um processo vinculado à Sanepar, que foi dado aumento em 2017, 2018, e a previsão desse aumento para 2019. É necessário que o Estado, a Sanepar, todas as empresas estatais possam fazer seu trabalho. As reduções, nós já realizamos no Estado, passa desses R$ 80 milhões nos primeiros 100 dias, vamos continuar enxugando a máquina, cortando privilégios, mordomias. Tenho certeza que esse mesmo espírito está sendo realizado na Sanepar para que no próximo ano ou em 2021 nós possamos iniciar os cortes de tarifas”, disse.

 

Para este e o próximo ano, no entanto, Guto Silva já havia adiantado que o governo não pretendia interferir. “O que acontece com a tarifa (agora) é que já vem escalonada do passado e nesse sentido o Estado tem muito poucas alternativas para poder fazer esse congelamento ou sobretudo segurar esses incrementos”, disse.

 

Na Assembleia Legislativa, o dirigente da Agepar referiu-se à função da agência, e também informou que o órgão foi consultado pela Sanepar sobre a antecipação de parcela do diferimento, determinando a realização dos procedimentos referentes a revisão tarifária extraordinária, com a convocação de audiências públicas.

 

Os deputados Soldado Fruet (PROS) e Delegado Jacovós (PR) apontaram que o reajuste beneficia os acionistas da companhia e que o reajuste aplicado no Paraná é superior aos aplicados em outros estados do Sul e Sudeste. Tadeu Veneri (PT) argumentou que a parcela dos lucros destinada ao pagamento de dividendos é absurda para o atual momento econômico, propôs a revisão dos métodos adotados pela Agepar sob pena do diferimento se tornar impagável. Requião Filho (PMDB) sugeriu uma auditoria na avaliação de ativos da empresa que, segundo ele, não merecem confiança.

 

 

 

Hashtag:
Com pena reduzida Lula poderá pedir semiaberto em setembro

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) votou nesta terça- dia 23, por manter a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silvano caso do triplex em Guarujá (SP), mas sugeriu reduzir a pena de prisão --de 12 anos e um mês para 8 anos, 10 meses e 20 dias. O tribunal julgou recurso da defesa do ex-presidente, que tentava reduzir ou anular a pena.

 

Lula havia sido condenado em 12 de julho de 2017 a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex. A sentença, em primeira instância, foi dada pelo então juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, que condenou o ex-presidente por corrupção passiva e de lavagem de dinheiro.

 

Em janeiro do ano passado, a condenação foi confirmada pela Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), tribunal de segunda instância, que aumentou a pena para 12 anos e um mês de prisão. Lula, então, foi preso em São Paulo em abril do ano passado e levado a Curitiba.


Além do caso do triplex, o ex-presidente Lula é réu em outras seis ações penais.

 

O que diz a lei?

 

um preso tem direito a reivindicar progressão para o regime semiaberto depois de cumprir um sexto da pena, desde que tenha bom comportamento. A pena imposta a Lula pelo TRF-4, portanto, exigiria pelo menos dois anos de prisão em regime fechado;

 

Como será na prática?

 

Com a decisão da Quinta Turma do STJ, Lula terá que cumprir 17 meses para reivindicar a transferência para o semiaberto, regime pelo qual é possível deixar a cadeia durante o dia para trabalhar. Como Lula já cumpriu cerca de 13 meses, faltariam quatro meses. A leitura na prisão, por exemplo, pode contribuir para reduzir ainda mais os dias de punição;

 

O que pode influenciar o cenário?

 

O que pode mudar esse cenário é outro processo a que Lula responde: ele foi condenado pela juíza Gabriela Hardt, então na 13ª Vara Federal de Curitiba, a 12 anos e 11 meses, também por corrupção e lavagem de dinheiro, relativo ao processo da Lava Jato que apura se ele recebeu propina por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP). O processo ainda não foi encaminhado para a segunda instância, no TRF-4. Se a condenação for mantida na segunda instância, Lula pode ser mantido em regime fechado --o tempo a mais seria determinado em eventual sentença do TRF-4.

 

 

 

 

Hashtag:
Três Barras - Acidente de Trânsito é registrado pela PM

Nesta terça dia 23, a equipe da Polícia Militar foi solicitada por um motorista, relatando que se envolveu em um acidente automobilístico na Av. Paraná.

 

O mesmo estava transitando com o veiculo I/Ford Ranger, quando o condutor de um veiculo caminhão VW/24.280, efetuou a marcha ré, vindo a colidir na lateral de sua caminhonete, causando danos no para-brisa e no para lama direito, vindo a causar danos de pequenos danos na Ford Ranger.

 

 

 

Candói - Agência do Trabalhador divulga vagas de emprego

A Agência do Trabalhador de Candói, divulgou nesta semana algumas vagas disponíveis, para operador de vidroacabadora e ajudante de motorista. Para as duas áreas há uma vaga.

 

Para operador de vidroacabadora é necessário ter experiência e CNH categoria C e para ajudante de motorista, ensino fundamental completo e também CNH categoria C. As vagas de pedreiro, carpinteiro, meio oficial e servente de obras já foram preenchidas.

 

Os interessados devem comparecer a agência, localizada na avenida Anísio Pedro da Luz, nº 189, até às 12h Centro, com carteira de trabalho, CNH e comprovante de escolaridade. O trabalhador deve residir no município de Candói.

 

 

 

 

Candói - Prorrogada as inscrições para o concurso Rainha do Charque 2019

Foi prorrogada até esta sexta dia 26, as inscrições para o concurso Rainha do Charque 2019. O principal objetivo do concurso é eleger a Rainha, Primeira Princesa e Segunda Princesa, XVII Festa Nacional do Charque 2019, realizada em agosto.

 

As escolhidas vão representar a beleza candoiana, durante as festividades, divulgando valores culturais, sociais e econômicos do município.

 

Para este ano, as candidatas deverão ter entre 18 e 28 anos. A apresentação será feita através de um vídeo de até 30 segundos, onde deverão responder a pergunta: “Por que mereço ser escolhida a Rainha da XVII Festa Nacional do Charque 2019?”.

 

São 12 vagas disponíveis e as inscrições deverão ser feitas apenas na Biblioteca Cultural Municipal, situada na Avenida Nilton Marcondes de Oliveira, nº 2556, Bairro Pioneiros, (ao lado da Escola Municipal Ormi França de Araújo), ou no portal da Prefeitura Municipal de Candói. A escolha acontece no dia 18 de maio.

 

O edital, regulamento e anexos está disponível no site www.candoi.pr.gov.br.

 

 

 

 

 

Porto Barreiro - Comitê Local e Municipal do Programa Família Paranaense se reúne para acompanhamento de ações

O Comitê Local e Municipal do Programa Família Paranaense de Porto Barreiro esteve reunido na tarde desta terça dia 23.

 

Em pauta, a importância do trabalho intersetorial para alcançar o índice de aderência e melhor qualidade de vida para as famílias em alta vulnerabilidade, além de uma nova ação do programa Família Paranaense. Criado em 2015, o programa transfere um valor fixo às famílias da área rural.

 

Os recursos do Renda Agricultor são investidos em pequenas reformas que melhoram o saneamento básico, incentivam à produção para consumo próprio e desenvolvimento de atividades agrícolas. Para subsidiar as atividades, é repassado a cada família um auxílio financeiro de até R$ 3 mil, que recebem acompanhamento de um intencionista da EMATER.

 

 

 

 

Laranjeiras - Prefeito e Secretário de saúde visitam Instituto São José e conferem os equipamentos da nova UTI

O prefeito Berto Silva acompanhado do vice e Secretário de Saúde, Valdemir Scarpari, estiveram na segunda-feira, 22, visitando o Instituto São José. Na companhia da direção do Instituto, conferiram de perto os equipamentos da nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

 

“Ficamos impressionados com o que vimos. São máquinas de última geração e tecnologia de ponta, que brevemente estarão a serviço da população na preservação de vida. Parabéns aos profissionais do Instituto pela seriedade e competência com que estão trabalhando”, afirmou o prefeito Berto Silva.

 

Em 2018, o Instituto de Assistência Social e Saúde São José, recebeu do Governo do Estado, R$ 719.881,00, para através de Licitação Pregão Presencial, adquirir Equipamentos e Materiais de Uso Permanente para estruturar a Unidade de Terapia Intensiva. Em recente viagem a capital do Estado, o Secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, garantiu que o Governo do Estado vai liberar recursos para a volta do funcionamento da UTI, com capacidade de 10 leitos.

 

A UTI do Instituto São José, ficou pronta em 2010, mas só começou a receber pacientes em março de 2014. O tempo de funcionamento foi curto (apenas quatro meses) e por falta de recursos e funcionários foi fechada. Neste período, a Unidade de Terapia atendeu mais de 600 pessoas, não só de Laranjeiras do Sul, mas de outros municípios da região. Deste total, mais de 90% dos atendimentos foram exitosos. Ou seja, em torno de 500 vidas foram salvas.

 

A logística é favorável para a volta da UTI em Laranjeiras do Sul, que está a 130 km de Cascavel, 110 km de Guarapuava e a 140 km de Pato Branco, municípios que possuem leitos.

 

 

 

 

Laranjeiras - Prefeitura homologa resultado final do Concurso Público

A lista e a classificação final dos candidatos aprovados no concurso público realizado pela prefeitura de Laranjeiras do Sul, já está disponível no site www.alfaumuarama.com.br/concursos, responsável pelas provas do concurso.

 

A relação também poderá ser conferida no endereço eletrônico da prefeitura www.ls.pr.gov.br. Estão disponíveis os resultados para todos os cargos, incluindo nível superior e médio, fundamental e professores. O próximo passo é a convocação dos aprovados de acordo com a necessidade de cada Secretaria. O prazo de duração do concurso é de 2 anos podendo o mesmo ser prorrogado.

 

As provas objetivas do concurso foram realizadas no dia 31 de março. Os candidatos classificados na prova escrita, participaram da prova de títulos e prática, no dia 14 de abril.

 

Confira o resultado