Laranjeiras do Sul

Laranjeiras - Prefeitura vai investir R$ 6,3 milhões para melhorar iluminação pública em toda a cidade

Laranjeiras - Prefeitura vai investir R$ 6,3 milhões para melhorar iluminação pública em toda a cidade

A Prefeitura de Laranjeiras do Sul vai investir R$ 6,3 milhões, em um conjunto de projetos destinados a melhorar a iluminação pública no centro e bairros, ampliando a segurança e a qualidade de vida da população.

 

Após aprovação pela Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira, 17, o prefeito Berto Silva assinou junto à Caixa Econômica Federal, o contrato de financiamento no valor de R$ 7,5 milhões, para aquisição de mais de 4.300 lâmpadas em LED e demais equipamentos e materiais que compõe o conjunto de iluminação pública e que irá substituir o atual sistema de sódio e mercúrio. A outra parte, cerca de R$ 1,2 milhão será para resolver a questão de resíduos sólidos no município. O financiamento contratado junto à Caixa Econômica Federal será parcelado em 120 meses, com prazo de carência de 24 e taxa de juros de 5,4% ao ano.

 

Para o prefeito Berto Silva, este projeto é a solução para o problema do alto custo da manutenção da iluminação, representando economia de 60% aos cofres públicos. “No primeiro trimestre de 2019 foram arrecadados R$ 2,5 milhões com taxa de iluminação, sendo gasto, com as atuais luzes, R$ 2,4 milhões para sua manutenção. Isso significa que o empréstimo se pagará sozinho. Além do centro e bairros, vamos iluminar a Avenida Santos Dumont, no trecho da Avenida José Campigotto ao trevo de acesso à cidade de Marquinho”, afirmou o prefeito Berto Silva.

 

Nas lâmpadas em LED a administração investirá aproximadamente R$ 6,3 milhões. O restante corresponde à adequação conforme ação civil pública relativa ao antigo aterro sanitário, fechado desde 2007 por suas condições precárias. A gestão anterior assinou um termo de ajuste e conduta responsabilizando-se por resolver o problema dos resíduos sólidos, que representam a instituição de uma usina de reciclagem no município. Sem o empréstimo a atual administração fica sem condições de realizar as adequações necessárias, que preveem a aquisição de terreno e equipamentos destinados à reciclagem e depósito de entulhos, galhos e gramas. Trata-se de um projeto responsável, pensando no meio ambiente.

 

Os equipamentos da usina de triagem já foram adquiridos. Falta ainda a aquisição de parte de equipamento de compostagem para processamento dos resíduos sólidos urbanos, além da construção de um barracão e outras instalações (escritórios, depósitos, refeitórios e instalações sanitárias), em um local do quadro urbano, não muito distante e que possibilite aos catadores fácil acesso. O local para a construção das obras, a prefeitura já dispõe, ao lado da Associação dos Servidores Públicos Municipais (ASPM), no Bairro Presidente Vargas.