Cantagalo - Município terá 115 novas moradias populares

Famílias que atualmente residem em casas em situação precária na Vila Chimim, em Cantagalo, serão realocadas temporariamente para outras regiões.

 

O local receberá obras para a construção de 115 novas moradias e reforma de outras quatro, além da reestruturação completa da infraestrutura para urbanização da região. Os detalhes foram apresentados aos moradores em uma reunião promovida pela Cohapar, Secretaria da Família e Desenvolvimento Social (SEDS) e prefeitura.

 

Os técnicos dos órgãos orientaram a comunidade sobre os próximos passos do projeto, que envolve investimentos de R$ 12,7 milhões do programa Família Paranaense. As obras serão executadas em um prazo de nove meses por construtoras contratadas via licitação, com fiscalização da Cohapar.

 

“No momento, a Cohapar está concluindo o processo licitatório para definição da construtora responsável pelas obras, que ainda precisará passar pelo crivo do Banco Interamericano de Desenvolvimento, que está financiando o projeto”, explica a arquiteta da Cohapar Fernanda Lagana, uma das responsáveis pelo programa.

 

Como a intervenção será feita na própria localidade onde as famílias já residem, elas precisarão ser deslocadas para outras residências temporariamente. Os custos serão subsidiados pela SEDS com o repasse mensal de R$ 480 por família, denominado aluguel social, até a conclusão do projeto.

 

Para o prefeito de Cantagalo, Jair Rocha, o projeto habitacional permitirá que a comunidade, formada por famílias carentes, tenha mais qualidade de vida. “Essa é uma parceria importante que estabelecemos com o Governo do Estado, em que o município ganha, mas ganham principalmente estas pessoas, que vão ter uma moradia digna”, afirma.

 

VIDA MELHOR

 

Uma das famílias beneficiadas é a da vendedora Sozamara de Moraes, de 27 anos, que relata as dificuldades que tem passado até o momento. “A casa está bem decadente, com piso estragado, parede rachando e teto desgastado, e não sobra dinheiro pra gente sequer bancar a manutenção”, conta.

 

Para ela, a perspectiva de mudança para uma casa nova em poucos meses não significa apenas um ganho material, mas o bem estar da família. “Todo mundo quer um ambiente bom pra se viver, onde consiga se sentir bem, com qualidade de ir e vir e facilidade de locomoção”, comenta Sozarama. “É isso que a gente espera daqui pra frente”, completa a vendedora com esperança.

 

 

 

Hashtag:
Cantagalo - Promotoria de Justiça emite recomendações administrativas

 

A Promotoria de Justiça de Cantagalo, no Centro-Sul paranaense, emitiu nesta quarta dia 03, recomendações administrativas dirigidas aos prefeitos dos quatro municípios da comarca (Cantagalo, Candói, Goioxim e Virmond) alertando para ações proibidas pela legislação eleitoral.

 

Os documentos recomendam que os prefeitos de Cantagalo, Candói, Goioxim e Virmond observem e façam observar as proibições legais relacionadas à veiculação de propaganda eleitoral nos prédios e veículos públicos, entre outros pontos.

 

Os documentos recomendam que os gestores públicos observem e façam observar as proibições legais: de veiculação de propaganda eleitoral nos prédios e veículos públicos, bem como nas vias públicas;de uso de bens móveis para a distribuição de panfletos ou convites em favor de qualquer candidato, bem como de cessão de agentes públicos em horário de expediente para qualquer forma de auxílio em campanha eleitoral.

 

Além disso, recomendam que os prefeitos orientem os diretores de escolas privadas, os responsáveis por estabelecimentos privados de uso comum e os detentores de permissão ou concessão pública quanto à proibição de veiculação de qualquer propaganda eleitoral, nos termos estabelecidos pela legislação.

 

Os destinatários das recomendações deverão ainda comunicar à Promotoria Eleitoral ou à Justiça Eleitoral, assim que constatado, qualquer descumprimento das orientações indicadas nos documentos.

 

 

 

Cantagalo – Ladrões arrombam loja e furtam dinheiro do caixa

Compareceu no destacamento Policial Militar de Cantagalo, o Sr. D. K. R., funcionário da Empresa Verdes Campos. 

 

O homem relatou que fechou a loja ontem por volta 18 horas e 15 minutos, sendo que ao retornar nesta data, por volta das 07 horas e 10 minutos para abrir o estabelecimento, constatou que a porta da frente estava entre aberta e do interior da loja fora subtraído a quantia de trezentos reais em dinheiro que encontrava-se no caixa. 

 

O mesmo foi orientado dos procedimentos.

 

 

 

 

Hashtag:

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência e personalizar publicidade. Ao navegar em nosso site você concorda com nossa Política de Privacidade.