Saúde & Beleza

Cura para a calvície pode ter sido descoberta

Cura para a calvície pode ter sido descoberta

Há muito que a ciência pretendia acabar com um dos maiores dramas da humanidade: a perda de cabelo.

 

Embora a calvície seja comummente associada ao sexo masculino, este é também um problema que afeta mulheres... mas o fim parece estar à vista.

 

Conta o Metro.uk que um grupo de cientistas da Universidade de Yonsei, na Coreia do Sul, conseguiram encontrar a causa e uma potencial solução para a queda de cabelo. Na prática, detetaram as duas proteínas - da gama proteína de dedo de zinco do tipo CXXC 5 - que impulsionam a perda de fios e criaram uma substância bioquímica capaz de travar esse processo.

 

 

E essa substância há tanto aguardada é o PTD-DBM. Quando aplicada em ratos de laboratório fez com que o pele crescesse... e em apenas 28 dias.

 

"Encontrados a proteína que controla o crescimento do cabelo e desenvolvemos uma nova substância que promove a regeneração do cabelo e que controla a função dessa mesma proteína", diz Kang-Yell Choi, principal autor do estudo.

 

Para já, a equipa de Choi espera conseguir impulsionar a criação de fármacos e produtos ue sejam capazes de travar a calvície.

 

 

 

Hashtag: |