Brasil e Mundo

Homem mata ex-companheira e atira contra a própria cabeça dentro de escola

Homem mata ex-companheira e atira contra a própria cabeça dentro de escola

Uma mulher de 29 anos foi morta a tiros pelo ex-companheiro no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, no Norte do Brasil.

 

O caso aconteceu dentro da Escola Estadual Alberto Santos Dumont, na manhã desta quinta dia 27, onde Ediane Oliveira Gomes trabalhava como pedagoga.


Ediane levou três tiros do ex-namorado, Jefferson Silva de Amorim, de 25 anos. Em seguida, ele atirou contra a própria cabeça e morreu. No momento do crime, não havia alunos na escola, apenas funcionários.

 

 

“Com a autorização da ex-companheira, ele entrou na escola e foi até uma sala reservada para conversar. Foi então, que um funcionário viu que ele estava armado e acionou a polícia”, disse ao G1 o tenente coronel Aldinei Oliveira, do 4° Batalhão da PM.

 

Ainda de acordo com a polícia, o autor dos disparos havia tido um relacionamento com a pedagoga e não aceitava o término da relação. Ele já teria ameaçado ela outras vezes, mas, segundo a PM, Ediane nunca denunciou o ex-companheiro. (Com G1)

 

 

 

 

Hashtag: ||

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência e personalizar publicidade. Ao navegar em nosso site você concorda com nossa Política de Privacidade.