Saúde & Beleza

Confira os benefícios do óleo de girassol para os cabelos

Confira os benefícios do óleo de girassol para os cabelos

Os cabelos precisam de tratamentos especiais para se manterem bonitos e saudáveis o ano inteiro.

 

Para ajudar nesse processo, alguns ativos colaboram na tarefa de devolver a maciez e o brilho, evitando que os fios fiquem ressecados e quebradiços.

 

Dentre os destaques destes elementos coadjuvantes para intensificar os cuidados capilares está o óleo de girassol, que oferece diversos benefícios aos fios. Em geral, ele favorece a manutenção da saúde capilar por conter propriedades emolientes e antioxidantes - e não à toa vem sendo bastante usado em fórmulas cosméticas.

 

 

Óleo de girassol no cabelo

 

As sementes de girassol possuem ácidos graxos, o que permite a extração do óleo. Além de ser rico em gorduras saudáveis, ele contém minerais como magnésio, cobre, zinco, fósforo e as vitaminas E, C, B1, B5 e B6.

 

Sendo um poderoso agente de hidratação, ele consegue criar uma barreira protetora que atenua e combate o ressecamento, melhora os cabelos danificados, define os fios, assim como ajuda a conservá-los hidratados e fortalecidos.

 

O óleo de girassol costuma ter o propósito também de atuar como um creme protetor e agir no controle do frizz. Outra vantagem é que ele não deixa os fios com um aspecto melado e grudento por ser bem leve, podendo ser utilizado até em determinados casos no cabelo oleoso.

 

Além disso, ele tem a capacidade de nutrir os fios, de modo que previne a quebra deles. E tem mais: por ser rico em ácido alfalinolênico, o óleo de girassol dificulta o afinamento e se mostra eficaz contra alguns tipos de queda de cabelo.

 

 

Cuidados ao usar óleo de girassol nos fios

 

O ingrediente é considerado um dos óleos mais saudáveis e naturais disponíveis no mercado. Porém, neste caso, é importante reforçar que não se deve usar produtos voltados para o uso culinário - e, sim, óleos próprios para aplicação no cabelo.

 

Quanto à periodicidade e o modo da aplicação, fique atenta, porque pode depender de alguns fatores, como o tipo de cabelo. Por isso, é sempre válido buscar primeiramente a orientação profissional antes de começar a usá-lo, para não exagerar e errar a mão.

 

 

 

 

Por Dra. Joana D'arc Diniz (Minha Vida)