Rio Bonito do Iguaçu

Rio Bonito - Vigilância Epidemiologia e Sanitária alerta para doenças e realiza atividades de orientação

Rio Bonito - Vigilância Epidemiologia e Sanitária alerta para doenças e realiza atividades de orientação

A Secretaria Municipal de Saúde de Rio Bonito do Iguaçu está sempre vigilante às doenças contagiosas que são transmitidas de pessoa para pessoa, através das secreções e fluídos corporais (sangue, saliva).

 

São doenças como a meningite, sarampo, gripe e outras causadas por vírus, bactérias, fungos e demais de relevância epidemiológica.

 

Por esse motivo estamos sempre realizando atividades que serão intensificadas ao longo dos próximos meses, como atividades educativas nas escolas, nas ESF Estratégias Saúde da Família (ESF), igrejas, rádio, jornal, redes sociais e o que for necessário para repassar informação à população sobre a prevenção, que é a melhor maneira de evitar o adoecimento.

 

Orientando quanto a prevenção simples de fácil acesso a toda a população, a vacinação está disponível em todas as quatro (4) unidades de saúde do município.

 

Vacinas como a VTV (vacina tríplice viral, caxumba, sarampo e rubéola), para idades de 12 meses até 49 anos; MENINGOCOCICA C (meningite) nas idades de 2 meses até 14 anos. Por isso procure a unidade de saúde mais próxima da sua casa levando a carteirinha de vacina para um profissional de enfermagem conferir e ver a necessidade de estar realizando estas vacinas ou outras.

 

Lembramos ainda que a higiene pessoal como a lavagem das mãos ao tossir, espirar, antes e após ir ao banheiro, antes de comer e/ou tocar em alguma coisa é a melhor forma de evitar a contaminação e transmissão, destas doenças. O uso do álcool 70% em gel também ajuda a matar os germes, vírus, bactérias e outros, mais se tiver alguma sujidade o álcool não vai agir. Então o melhor é lavagem das mãos com água e bastante sabão.

 

Lembrando que mantendo abertas as janelas de casa, das salas de aula, dos veículos de transporte e de onde houver aglomeração de pessoas, os vírus, fungos, bactérias não sobrevivem por muito tempo em local bem arejado e limpo.

 

A vigilância está sempre atenta às doenças causadas pelo mosquito aedes aegypti que transmite duas graves doenças: a dengue e a febre amarela.

 

Além da higiene do ambiente diminuindo a proliferação do mosquito, a única prevenção é a vacina da FA (febre amarela) aplicada nas idades de 9 meses a 59 anos, sendo esta uma vacina obrigatória.