Paraná

Jovem de Curitiba supera câncer e se torna enfermeira do hospital onde tratou doença

Jovem de Curitiba supera câncer e se torna enfermeira do hospital onde tratou doença

Nos corredores do segundo andar do Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, as lembranças são inevitáveis para a enfermeira Mayara Majevski, de 24 anos, que trabalha há dois meses na unidade.

 

Diagnosticada com leucemia aos 12 anos, ela fez o tratamento no hospital onde agora dedica aos pacientes os mesmos cuidados que recebeu. A vocação surgiu enquanto enfrentava a batalha pela vida.

 

"Sempre tive vontade de fazer pelos outros aquilo que tinham feito por mim", diz.

 

Mayara não tinha ideia do que estava por vir ao ficar internada por um mês após o surgimento de manchas roxas pelo corpo e repetidos exames. "Foram os piores dias", conta.

As primeiras medicações, que desencadearam reações nada agradáveis, deram uma noção - assim como o medo dos pais. A notícia da queda dos cabelos - encaracolados e pelos ombros - foi o primeiro grande impacto.

 

"Perdi toda minha configuração de menina. Fiquei muito magra, passei a usar sonda e ficar inchada. Eu cheguei a pensar que as coisas não dariam certo", recorda.(Com G1PR)