Paraná

Paraná tem 3,5 milhões de trocas de operadoras de telefonia

Paraná tem 3,5 milhões de trocas de operadoras de telefonia

Em 10 anos de portabilidade da telefonia móvel e fixa, o Paraná fez cerca de 3,5 milhões de trocas de operadoras. Destas solicitações, 40% foram por usuários de telefones fixos e 60% de telefones móveis.

 

Desde que a portabilidade de número foi permitida em setembro de 2008, no Brasil foram 45,6 milhões de transferências. A portabilidade permite ao usuário migrar de operadora sem alterar o número de telefone.

 

A diretora do Procon-PR, Claudia Silvano, avalia a portabilidade como positiva quando estimula a competitividade entre as empresas.

 

Considerando apenas o terceiro trimestre de 2018 (o período de julho a setembro deste ano) a ABRTelecom apurou que foram feitas mais de 111 mil solicitações de portabilidade numérica no Paraná, sendo 31% por usuários de telefones fixos e 69% de telefones móveis.

 

Claudia Silvano destaca que as operadoras de telefonia são as que motivam o maior número de reclamações ao Procon-PR e que o serviço ainda precisa melhorar.

 

Para fazer a portabilidade numérica o cliente precisa procurar a operadora para onde quer migrar e fazer a solicitação. O modelo de portabilidade numérica no Brasil determina que as migrações só podem se efetivar dentro do mesmo serviço – móvel para móvel ou fixo para fixo – e na área de abrangência do mesmo DDD.

 

O consumidor que tiver problemas referente às operadoras pode ir até o Procon-PR ou registrar a reclamação por meio do site consumidor.gov.br. (Com CBN)