Paraná

Pai que não aceitava fim do casamento mata criança e comete suicídio

Pai que não aceitava fim do casamento mata criança e comete suicídio

Um pai de 32 anos matou uma criança de quatro e cometeu suicídio no começo da madrugada deste domingo dia 16, em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com familiares, o homem não aceitava o fim do casamento com a mãe do pequeno Davi Gabriel Franco da Rosa, o que pode ter motivado o crime.

 

O tenente Renan, da Polícia Militar, comentou que Neri chegou a deixar uma carta confirmando a possível motivação. "Nela, esse pai relata que não aceitava o fim do relacionamento. Então, pode ter esperado ficar sozinho com o filho e cometeu o crime", explicou.

Davi foi assassinado por estrangulamento. O corpo dele foi encontrado pela própria mãe, que foi até a residência localizada no bairro Guarituba. Segundo a polícia, o pai se enforcou dentro do banheiro.

Um familiar relatou que o homem e a mãe de Davi foram casados por pelo menos oito anos, mas ele insistia em tentar retomar a relação após o término. "Já fazia mais de um ano que eles estavam separados e o homem sempre pegava o Davi aos fins de semana, não sabemos o como ele pode ter feito isso", comentou.

A Delegacia de Piraquara passa agora a investigar todas as causas do caso. (Com Banda B)