Paraná

Ministério do Meio Ambiente vai rediscutir a concessão do Parque Nacional do Iguaçu

Ministério do Meio Ambiente vai rediscutir a concessão do Parque Nacional do Iguaçu

O Ministério do Meio Ambiente vai rediscutir o modelo de concessão do Parque Nacional do Iguaçu, onde estão as Cataratas do Iguaçu e de mais dois parques nacionais – o Marinho de Fernando de Noronha (PE) e Corcovado (RJ).

 

A informação é do ministro Ricardo Salles, que anunciou a revisão das taxas de preservação, criticadas pelo presidente Jair Bolsonaro na última semana, e as proibições para pesca de sardinhas e voos noturnos no arquipélago.

 

“Vamos determinar o marco técnico que vamos adotar para permitir investimentos e a precificação dos serviços para todos esses parques. É uma questão de estruturação do novo modelo de concessão do Brasil”, anunciou Salles, em visita a Fernando de Noronha.

 

A intenção, segundo ele, é viabilizar o investimento de R$ 400 milhões no arquipélago, disse, sem dar maiores detalhes de que mudanças seriam estas a afetar o Parque Iguaçu.

 

“Nossa preocupação é dar melhores condições para o turismo brasileiro e para as pessoas da ilha, mantendo a riqueza ambiental”, alegou Salles.

 

Vale lembrar que há menos de uma semana Bolsonaro criticou o preço da taxa de preservação cobrada no Parque Marinho de Fernando de Noronha. Salles passou dois dias vistoriando o arquipélago.

 

 

 

 

Hashtag: