Paraná

Cerca de 250 paraguaios aguardam liberação para entrarem no país

Cerca de 250 paraguaios aguardam liberação para entrarem no país

A realidade dos paraguaios que aguardam liberação do Governo para acessar o país de origem, tem ganhado grandes proporções.

 

Com medidas de isolamento e distanciamento social para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Ponte da Amizade foi fechada, o que tem impedido os paraguaios de acessarem o país.

 

No início da manhã desta terça-feira (14) mais um grupo chegou na ponte, porém foram barrados assim como os outros 203 que aguardam no local. Grande parte do grupo, é de pessoas que trabalhavam em grandes centros, como São Paulo, e devido as medidas de isolamento foram demitidos.

 

Durante a noite de segunda-feira (13) devido a chuva registrada em Foz do Iguaçu, foram disponibilizadas lonas para que se protegessem, e soldados da Marinha Paraguaia distribuíram refeições.

 

Ainda não há previsão de quando terão acesso ao país vizinho. No domingo (12) somente um pequeno grupo de mulheres e crianças foi autorizado a adentrar no país.

 

Lembrando que como todos atravessaram a Aduana brasileira para acessar a Ponte Internacional da Amizade, eles também não podem retornar ao Brasil. (Com Catve)

 

 

 

Hashtag:

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência e personalizar publicidade. Ao navegar em nosso site você concorda com nossa Política de Privacidade.