Paraná

Após denúncias, PGE pede suspensão na cobrança do pedágio no PR

Após denúncias, PGE pede suspensão na cobrança do pedágio no PR

Suspensão na cobrança do pedágio: este deve ser o pedido da Procuradoria Geral do Estado. A medida foi feita depois das denúncias da Operação Integração II, realizada pela força tarefa da Lava Jato na quarta dia 26.

 

A investigação indicou fraudes nos contratos e nos preços dos pedágios do Paraná.

 

A ação deve ser protocolada nos próximos dias na Justiça Federal. O argumento central é de que esta suposta manipulação de valores nas rodovias prejudica os contribuintes.

 

Na ação a PGR (Procuradoria Geral da República) vai pedir ainda para que os serviços de socorro médico e mecânico realizados atualmente sejam mantidos.

 

Os atuais contratos com as concessionárias, que começaram em 1997, terminam daqui três anos. E faltando pouco mais de 60 dias para o reajuste automático das tarifas, as denúncias envolvendo os pedágios, que não são novas, surgem como uma bomba.

 

Em 2013 uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) na Assembleia Legislativa até tentou apurar irregularidades, mas pouco resolveu. (Com Catve)

 

 

 

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência e personalizar publicidade. Ao navegar em nosso site você concorda com nossa Política de Privacidade.