Dicas de saúde, turismo, lazer e muito mais...

Diminuição no consumo mundial de sal salvaria milhões de vidas, aponta estudo


Publicado por: - 11/01/2017

Diminuir em 10% o consumo de sal poderia salvar milhões de vidas, afirma um estudo publicado nesta quarta dia 11, pela revista médica britânica The British Medical Journal.

 

O sal aumenta os riscos de hipertensão e de doenças cardiovasculares.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a maioria dos adultos consome mais do que a quantidade recomendada de 2 gramas de sal por dia, no máximo. O excesso de sal, presente principalmente em alimentos industrializados, está na origem de cerca de 1,65 milhão de mortes provocadas por doenças cardíacas em todo o mundo, de acordo com a OMS.

 

Apesar de poucos países até agora terem adotado políticas públicas para tentar diminuir o consumo de sal, pesquisadores, atuando conjuntamente com a indústria alimentícia, avaliaram o impacto de estratégias públicas de prevenção em 183 países. E concluíram que investir o equivalente a apenas 10 centavos de dólar por pessoa (cerca de R$ 0,32), contribuiria grandemente para frear a mortalidade.

 

 

Resultado impressionante

 

Os cientistas também estimaram, baseados no índice de Esperança de Vida Corrigida, o número de anos perdidos pela população mundial por conta do excesso de sal. Segundo o estudo, uma alimentação menos salgada durante um período 10 anos evitaria uma perda anual equivalente a 5,8 milhões de anos de boa saúde.

 

O custo dos anos ganhos seria equivalente ao que se gasta atualmente em remédios para tratamento de doenças cardiovasculares, apontam os pesquisadores. (Com Agência Brasil)

 

 

 

41450
com_k2.item
(0 estrelas, média 0 de 5)
Diminuição no consumo mundial de sal salvaria milhões de vidas, aponta estudo0 out of 50 based on 0 voters.


Confira outras matérias publicadas em Fique Por Dentro
Mais sobre

Veja também:

  • Vinho tinto melhora a fertilidade, diz estudo

    Que o consumo moderado de vinho tinto traz inúmeros benefícios para a saúde, a ciência já concluiu várias vezes, mas, ao que parece, há mais um.

     

    Uma recente pesquisa realizada pela Escola de Medicina da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, aponta que a ingestão de um copo de vinho tinto por semana melhora a fertilidade das mulheres.

  • Tâmara pode facilitar o trabalho de parto, diz estudo

    Um estudo realizado pela Universidade de Ciência e Tecnologia da Jordânia, no Oriente Médio, aponta que a tâmara é um excelente aliado das mulheres gestantes.

     

    Isso porque, segundo as pesquisas, uma substância presente na fruta facilita a dilatação, tornando o trabalho de parto mais fácil.

  • Estudo: orgasmo masculino depende não apenas da aparência da parceira

    Excitação e satisfação sexual dos homens dependem não apenas da aparência atraente da parceira sexual, mas também do caráter das relações, diz um estudo publicado na revista Archives of Sexual Behavior.

     

    Cientistas da Universidade Queen's, Canadá, estudaram comportamento sexual de homens heterossexuais na faixa etária entre 18 e 40 anos, diz-se no estudo.

Entre para postar comentários