Últimas notícias de todo estado do Paraná

Mais um acusado de matar e concretar mulher é preso

Confira outras matérias publicadas em Paraná
- 11/01/2017

As investigações sobre o caso Ladis Boeni, que foi assassinada e concretada, teve avanço nesta terça dia 10, segundo o delegado da Polícia Civil de Santa Helena, Ezequias Barbosa Cavalcanti Filho.

 

No início das investigações, a irmã da vítima foi apontada como a principal suspeita de ter cometido o crime.

A Policia Civil de Laranjeiras do Sul prendeu na manhã desta sexta, dia 21, na Avenida Santos Dumont com a Rua Santa Catarina (Bairro Bancário), duas pessoas acusadas de homicídio.

 

Através de mandados de prisão foram presos Antonio Cardoso Fernandes, 55 anos (Boca Rica) e seu filho Ademilson Cardoso Fernandes, 23 anos, os quais são acusados de terem matado Josuel Marques de Sá, 37 anos, na noite do dia 01/10/2011 na entrada do Dallas Motel, as margens da BR 158 em Laranjeiras do Sul.

Na noite de terça, dia 18, a equipe deslocou até o, Bairro Planalto, onde em conversa com o adolescente, que estava segurando uma corda, a qual tinha usado para amarrar seu pai, junto a um poste, pois o mesmo havia pego uma foice e um machado para matar sua irmã, a qual tinha tentado fugir, mais por problemas de saúde acabou desmaiando.

 

O adolescente provocou seu pai para desviar a atenção de sua irmã.

A PM/Policia Militar registrou neste domingo, dia 16, na Rua Sgt. João Nascimento Lopes, periferia de Laranjeiras do Sul/PR uma ocorrência de ameça e violência doméstica.

 

De acordo com a vítima, seu amásio chegou em casa embriagado, apanhou uma faca de cozinha e tentou esfaqueá-la, só não conseguiu porque o filho menor do casal acordou e foi à cozinha. A mulher gritou bastante chamando a atenção dos vizinhos que acionaram o 190.

A italiana Daniela Poggiali era investigada pela morte de uma senhora de 78 anos. Outros 37 casos suspeitos surgiram em meio à investigação. No celular, a enfermeira carregava uma selfie tirada ao lado de um paciente morto. 

 

A polícia italiana apenas começara a investigar a morte de uma paciente em um hospital quando o caso se adensou.

Pagina 1 de 2