Últimas notícias de todo estado do Paraná

Mais um acusado de matar e concretar mulher é preso


Publicado por: - 11/01/2017

As investigações sobre o caso Ladis Boeni, que foi assassinada e concretada, teve avanço nesta terça dia 10, segundo o delegado da Polícia Civil de Santa Helena, Ezequias Barbosa Cavalcanti Filho.

 

No início das investigações, a irmã da vítima foi apontada como a principal suspeita de ter cometido o crime.

 

Ela foi presa no Vale do Itajaí em Santa Catarina, por conta de um mandado de prisão expedido pelo juiz da Comarca de Santa Helena.

 

Em seu primeiro interrogatório, Janete contou que teve envolvimento, mas que não era autora do crime, apontando um homem como o autor. Um mandado de prisão contra o suspeito foi pedido pelo delegado local e expedido pelo juiz.

 

Nesta segunda-feira (9), o homem se apresentou à autoridade policial, acompanhado pelo seu advogado e disse ser inocente, afirmando que não teve nenhum tipo de envolvimento na morte da professora Ladis Boeni, inclusive apresentando bilhetes de passagem para comprovar que estava em outra cidade nos dias que antecederam o fato.

 

Diante dos depoimentos contraditórios, seria feita uma acareação entre Janete e o suspeito da autoria apontado por ela, porém nesta terça-feira, os advogados de Janete estiveram na delegacia, informando que ela iria confessar a autoria do crime.

 

“O homem que se apresentou não teve a identidade revelada para não atrapalhar o fim dos trabalhos, ele permanece preso até que um outro detalhe seja apurado, para que tenhamos 100% de certeza de que não houve participação dele no assassinato”, explicou Ezequias.

 

Como Janete estava presa temporariamente por 30 dias e o prazo venceria na quinta dia 12, o delegado faria o pedido da prorrogação da sua prisão para mais 30 dias, porém com a confissão feita por Janete, foi encaminhado ao juiz local, um pedido de prisão preventiva, para que ela possa ficar presa até o seu julgamento. (Com Correio do Lago)

 

 

 

41441
com_k2.item
(1 estrela, média 1.00 de 5)
Mais um acusado de matar e concretar mulher é preso1.00 out of 50 based on 1 voters.


Confira outras matérias publicadas em Paraná
Mais sobre

Veja também:

  • Saúde confirma primeiro caso de morte por gripe

    A secretaria de saúde confirmou hoje dia 16, o primeiro caso de morte por gripe em Foz do Iguaçu neste ano.

     

    A vítima é um homem de 93 anos, morador de Foz, que não havia tomado a vacina contra gripe e quando passou mal procurou o sistema de saúde.

  • Acidente de trânsito é a principal causa da morte de jovens, diz OMS

    A cada ano morrem 1,2 milhão de adolescentes dentre 10 e 19 anos por causas evitáveis, e mais de dois terços das mortes acontecem nos países em desenvolvimento.

     

    Especialmente no continente africano e no sudeste asiático, segundo um relatório publicado nesta terça dia 16, pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

  • Nova Laranjeiras - Indígena morre atropelado

    A policia militar e a civil foram acionadas para atender uma ocorrência de atropelamento seguido de morte no interior de Nova Laranjeiras na noite deste domingo dia 14.

     

    Segundo informações um indígena que transitava com um veiculo oficial pela estrada na comunidade de Taquara, se deparou com um homem identificado como Devete Tata Amantino de 33 anos que dormia no meia da estrada.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.