Últimas notícias de Ibema

Ibema - Excesso de atestados médico desafia gestões públicas


Publicado por: - 25/04/2017

Prefeitos de várias regiões do País vêm a público nos últimos anos para informar sobre a dimensão de um problema que se tornou crônico em grande parte dos municípios brasileiros.

 

O excesso de atestados médicos, solicitados por funcionários e emitidos sem discrepância ou regra de honra nos mais diversos setores, traz enormes prejuízos ao bom andamento dos projetos do governo, oferece transtornos aos usuários e contribui para reduzir a qualidade dos atendimentos e da eficiência e, para completar, alimenta questionamentos sobre o desempenho do funcionalismo.

 

O problema é comum também em municípios do Oeste. Recentemente, a preocupação com o tamanho do número de atestados, e seus prejuízos, foi manifestada pelo prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos.

 

Mas a situação não é exclusividade de municípios de porte maior. Adelar Arrosi (PSDB), que está em seu terceiro mandato em Ibema, afirma que os atestados são elevados também nas cidades menores.

 

Em Ibema, de acordo com o prefeito, são cinco atestados em média por semana. Ou seja: são 25 dias não trabalhados na semana. Ibema, município com 6,3 mil habitantes e 220 servidores na prefeitura.

 

O valor desses atestados custa caro ao conjunto social. Em Ibema, o valor médio estimado por dia não trabalhado é de R$ 93,33, ou de R$ 9.330,00 por mês.

 

Em um ano, a ausência no trabalho de servidores públicos que pedem atestados médicos chega aos R$ 111.996,00 e R$ 447.984,00 em 4 anos, “É muito dinheiro, principalmente em uma época de tantas dificuldades e questionamentos tão sérios sobre a aplicação do dinheiro do contribuinte”, conforme Adelar Arrosi.

 

É claro que há situações em que o atestado justifica sua emissão, de acordo com o prefeito. Mas há casos de corrupção, pela emissão sem qualquer necessidade, no minimo duvidosos.

 

Exemplos: casos de servidor de atestado passeando em Cascavel, Foz do Iguaçu, frequentando roda de amigos (as) e até casos de consumo de bebidas alcoólicas, procedimentos no minimo incoerente para quem esta de repouso médico.

 

No entanto, via de regra, o número de atestados solicitados por servidores na grande maioria dos municípios brasileiros é muito maior que a média da iniciativa privada.

 

O número chega a ser dez, 15 vezes maior. Essa realidade demonstra o quanto as pessoas, incluindo a classe médica, ainda precisam avançar para ser responsáveis, éticas e para tratar o dinheiro dos impostos com o respeito que merece.

 

A corrupção ocorre pelo ato e não pelo valor monetário, conclui Adelar Arrosi. 

 

 

 

 

Por Assessoria

 

 

 

43715
com_k2.item
(1 estrela, média 1.00 de 5)
Ibema - Excesso de atestados médico desafia gestões públicas1.00 out of 50 based on 1 voters.


Confira outras matérias publicadas em Ibema

Veja também:

  • Excesso de açúcar pode levar à depressão, revela estudo

    Um novo estudo mostrou que as dietas com alto teor de açúcar, ligadas ao consumo de refrigerantes e doces, podem estar associadas a um maior risco de problemas mentais comuns, como ansiedade e depressão leve. A pesquisa foi feita com homens. 

     

    O trabalho, liderado por Anika Knüppel, do University College London (Reino Unido), foi publicada na quinta dia 27, na revista Scientific Reports. "Os resultados mostram efeito adverso de longo prazo na saúde mental dos homens, ligado ao excessivo consumo de açúcar proveniente de alimentos e bebidas doces", disse Anika. 

  • Polícia prende jovens suspeitos de falsificar atestados médicos no Paraná

    A Polícia Civil em Cascavel, no oeste do Paraná, prendeu dois rapazes, de 23 e 28 anos, suspeitos de falsificar e vender atestados médicos. Segundo o delegado Ademair Braga, a investigação começou depois que uma mesma empresa recebeu mais de 30 atestados médicos.

     

    Com tantos atestados a empresa procurou a médica que supostamente assinava os documentos. A profissional negou ter assinado os papeis e registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na delegacia, conforme Braga. Após as investigações, os policiais chegaram até os suspeitos.

  • Rio Bonito - Excesso de chuvas volta a prejudicar estradas do interior

    O excesso e as fortes chuvas registradas nos últimos dias em Rio Bonito do Iguaçu, têm prejudicado as estradas do interior.

     

    Em que pese todos os esforços da administração, aplicando recursos na reconstrução dessas estradas, vem a chuva e leva tudo embora.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.