Últimas notícias de Três Barras do Paraná

Três Barras - Médico acusado de negligência pede indenização a família


Publicado por: - 14/12/2016

Acusado por negligência, o médico Osmar Adão Filus de Três Barras do Paraná, participou ontem dia 13, da primeira audiência pública de conciliação.

 

Ele pediu indenização por danos morais no valor de R$ 35 mil reais à família de Daniel Pavan.

 

A audiência  aconteceu no Fórum da Comarca de Catanduvas e acabou sem acordos. O processo agora segue para a próxima etapa, marcada para o dia 3 de março de 2017.

 

Cada parte deverá apresentar testemunhas para convencer a justiça.

 

O caso aconteceu no início do ano, quando Daniel Pavan sofreu um acidente e alegou que o médico negligenciou os procedimentos durante o atendimento. 

 

No início da audiência a esposa do médico tentou barrar a nossa equipe de acompanhar o processo. O pedido de impedimento não foi acatado pelo juiz.

 

O advogado de defesa do médico não quis se pronunciar, enquanto a advogada da família disse acreditar na justiça e que em breve a negligência será comprovada, uma vez que Daniel, ganhou alta na época mesmo tento sangramentos internos comprovados em laudo médico. (Com Click3)

 

 

 

 

40552
com_k2.item
(0 estrelas, média 0 de 5)
Três Barras - Médico acusado de negligência pede indenização a família0 out of 50 based on 0 voters.


Confira outras matérias publicadas em Três Barras do Paraná

Veja também:

  • Três Barras - Câmara Municipal retoma os trabalhos no município

    A Câmara Municipal de Três Barras ficou lotada ontem dia 13, na retomada dos trabalhos de 2017.

     

    Na primeira sessão do ano os vereadores da nova legislatura aprovaram oito projetos de lei, sendo sete do Executivo e um do Legislativo.

  • Três Barras - Mais de mil alunos da rede municipal retornam às aulas

    Com cadernos novos e muita vontade de aprender, os alunos da rede municipal de ensino retomaram as aulas na segunda dia 13, em Três Barras do Paraná.

     

    Ao todo, mais de 1300 alunos estão matriculados nas escolas do município. 

  • Criança teve perna amputada devido a erro médico

    O hospital Fundação de Assistência Social de Janaúba (Fundajan), em Minas Gerais, e um médico devem indenizar uma estudante em R$ 100 mil por danos morais e estéticos e pagar pensão mensal no valor de um salário mínimo.

     

    Ela teve a perna amputada após um atendimento deficiente quando tinha 10 anos.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.