Últimas Notícias da Região:

Crise fiscal impacta 75,4% das cidades do Paraná, aponta levantamento

Confira outras matérias publicadas em Paraná
- 12/08/2017

A maioria das cidades do Paraná apresenta dificuldades para a administração dos recursos públicos, uma realidade que impacta 227 municípios (63,4%). A situação é ainda mais grave em 43 cidades (12%) do estado, em que a gestão fiscal é considerada crítica.

 

O patamar de boa gestão foi alcançado por 88 municípios, apenas um quarto (24,6%) das prefeituras paranaenses. Os dados são da nova edição do Índice FIRJAN de Gestão Fiscal (IFGF), divulgado pelo Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), com base em dados oficiais declarados pelas prefeituras à Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

Na tarde desta sexta dia 28, a equipe do Bombeiros e Policia Militar prestaram atendimento a um acidente de trânsito que foi registrado no cruzamento da avenida Santos Dumont com a Avenida José Campigotto, no centro de Laranjeiras do Sul.

 

A colisão envolveu uma motocicleta, conduzida por Luiz Henrique dos Santos e um veículo Fiat/Strada com placas de Nova Laranjeiras, conduzido por Tiago Cardeni.

O aumento de tributos sobre os combustíveis, que entrou em vigor ontem dia 21, terá impacto momentâneo sobre a inflação, não devendo fazer o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechar o ano acima do centro da meta, de 4,5%. A avaliação é de consultorias e de especialistas.

 

As projeções variam, mas a inflação oficial deverá encerrar 2017 quase um ponto percentual abaixo do centro da meta. O aumento de alíquota do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, o etanol e o diesel tem efeito cascata sobre outros preços, como frete, transporte público e alimentação. Mesmo assim, os economistas avaliam que o impacto será marginal na inflação do ano.

Um pequeno asteroide chamado TX68 passou pela Terra há dois anos e está retornando no dia 5 de março.

 

Desta vez o objeto pode passar bem mais perto da Terra do que antes mas, de acordo com a Agência Espacial Norte-americana (Nasa), não há possibilidade de cruzar a atmosfera terrestre.

A falta de repasses do Governo Federal tem causado impacto negativo no orçamento de todos os municípios brasileiros, incluindo Reserva do Iguaçu.

 

Segundo informações da CNM (Confederação Nacional dos Municípios), o Governo deixou de repassar R$ 31 bi do RAP (Restos a Pagar a Municípios), montante em atraso desde meados de 2014.