Últimas Notícias da Região:

Por telefone, bombeiro ajuda a salvar bebê engasgado


Publicado por: - 11/01/2017

Eram 9 horas da manhã de terça dia 10, quando uma mãe de 31 anos ligou desesperada para o Corpo de Bombeiros de Maringá, no Noroeste do Paraná.

 

A filha, de apenas 7 dias, estava engasgada.

 

Ao ser atendida, a mãe apenas chorava. Quem falou com ela foi o subtenente Almir Santana, que conseguiu acalmar a mulher e ajudar no salvamento da bebê.

 

A menina havia sido amamentada cerca de 1h30 antes da ligação, mas não arrotou e engasgou com o leite. A ligação durou cerca de quatro minutos, tempo suficiente para o subtenente ter a certeza de que a bebê havia voltado a respirar normalmente e não corria mais riscos.

 

A mulher, moradora do Parque Residencial Tuiuti, estava com a mãe e seguiu todas as orientações do subtenente. Uma ambulância do Corpo de Bombeiros foi deslocada até o endereço, mas quando chegou, o caso estava resolvido.

 

O tenente Anderson Feijó afirmou que este foi o terceiro caso de salvamento de de uma criança engasgada que acabou divulgado pelo Corpo de Bombeiros de Maringá desde o começo de novembro de 2016, mas este tipo de atendimento é mais comum do que se imagina. “Tivemos mais registros no período. Na média, recebemos ao menos uma ligação destas por semana. É bem mais comum do que parece. É um tipo de ocorrência que não tem o encaminhamento para o hospital e, por esta razão, não é divulgada sempre. O mais importante é atender aos chamados e ajudar no socorro”, afirmou o tenente. (Com Paraná Portal)

 

 

 

41463
com_k2.item
(0 estrelas, média 0 de 5)
Por telefone, bombeiro ajuda a salvar bebê engasgado0 out of 50 based on 0 voters.


Confira outras matérias publicadas em Paraná
Mais sobre

Veja também:

  • Bebê de sete meses morre ao engasgar com leite

    Um bebê de 7 meses morreu após se engasgar com leite na manhã desta segunda dia 18, em São Jorge do Patrocínio. 

     

    De acordo com informações, a criança chegou ao Hospital Municipal de São Jorge do Patrocínio já sem vida, por volta das 09h30, não sendo possível fazer mais nada para salvá-lo.

  • Mulher dá à luz sozinha em recepção de hospital: 'bebê caiu no chão', diz pai

    Uma mãe de 28 anos deu à luz em pé, na recepção do Hospital Regional do Gama, no Distrito Federal.

     

    Na manhã desta quarta dia 13, Francisca da Silva foi "tratada como um bicho", como conta ao UOL o pai do bebê.

  • Casal é suspeito de matar grávida para ficar com o bebê

    Um caso de desaparecimento ganhou contornos macabros após a polícia da cidade de Fargo, no estado da Dakota do Norte (Estados Unidos) encontrar um corpo no Rio Vermelho, que fica próximo à cidade, enrolado em fita adesiva e colocado dentro de um saco plástico.

     

    A vítima, identificada como Savanna Greywind, de 22 anos, estava grávida de oito meses quando desapareceu no último dia 19.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.