Últimas notícias de Ibema

Ibema - Atual modelo de divisão de recursos humilha prefeitos


Publicado por: - 02/04/2017

Sem reformas profundas e mudanças no Pacto Federativo, o Brasil seguirá desconectado de um mundo novo cheio de possibilidades e oportunidades.

 

O atual sistema de divisão de recursos públicos, que do jeito que está só interessa ao governo federal, é uma ofensa aos gestores públicos, principalmente aos prefeitos dos pequenos e médios municípios, afirma o prefeito de Ibema, Adelar Arrosi (PSDB).

 

“A quantidade de obrigações só aumenta, enquanto que a participação da União, por meio dos recursos vinculados, decresce e se torna praticamente insignificante”, lamenta o tucano.

 

A situação é tão grave e promove tantas distorções, conforme Adelar Arrosi, que os gestores públicos se sentem submissos e humilhados, ao ser obrigados pedir quase de joelhos aquilo que é um direito legitimo da população.

 

“Do jeito que as coisas estão, com a centralização de bilhões nos cofres do governo federal, os prefeitos não passam de “meninos de recados da sociedade”.

 

O prefeito considera a situação como degradante e mostra o enorme percurso que o Brasil precisará trilhar para melhorar seus indicadores e para, de uma vez por todas, afastar-se de ciclos sazonais de prosperidade e de miséria que o acompanham há décadas.

 

Uma nova reconfiguração do Pacto Federativo seria caminho para tornar a divisão dos tributos mais justa, dando mais autonomia aos estados e principalmente aos municípios, que é onde as coisas acontecem.

 

Onde as pessoas vivem e onde as empresas se instalam, geram empregos, renda e recolhem impostos. “Sem o devido bom-senso, o Brasil não terá forças nem estrutura para se modernizar e deixar para trás períodos de desmandos, de corrupção e de desesperança. Precisamos de um sério, corajoso e patriótico choque de gestão e responsabilidade”, afirma Adelar Arrosi.

 

Repasses

 

O prefeito de Ibema mostra em números os motivos de sua indignação.

 

No bimestre de janeiro e fevereiro de 2017, o município teve gastos expressivos com setores importantes e os repasses federais nem de longe conseguiram fazer frente às demandas de recursos. Na saúde, as despesas no período foram de R$ 698,8 mil enquanto que os repasses do SUS somaram de apenas R$ 111,4 mil.

 

A diferença, que acabou saindo dos cofres do município, foi de R$ 578,4 mil.

 

Na área da ação social (mais Cras e Creas), as despesas foram de R$ 109,7 mil, enquanto que os repasses chegaram a R$ 36,3 mil, gerando déficit para o município de R$ 73,4 mil.

 

Por sua vez, na educação as saídas foram de R$ 822 mil em janeiro e fevereiro, com repasse do FNDE/Fundeb de menos de R$ 600 mil (FNDE foi de R$ 78 mil e Fundeb de R$ 513 mil), gerando déficit à prefeitura de R$ 308,9 mil.

 

“Sem repensar uma fórmula de dividir com mais justiça os recursos dos impostos, os municípios não terão outro destino senão a falência”, lamenta Adelar Arrosi.

 

 

 

 

Por Assessoria

 

 

 

43326
com_k2.item
(1 estrela, média 4.00 de 5)
Ibema - Atual modelo de divisão de recursos humilha prefeitos4.00 out of 50 based on 1 voters.


Confira outras matérias publicadas em Ibema

Veja também:

  • Ibema - Caminhão carregado com frangos tomba na BR 277

    Na manhã desta quarta dia 20, um caminhão carregado com frangos vivos tombou na BR 277 em Ibema, próximo ao Posto Stop, sentido a Cascavel.

     

    A carga de frangos foi transferida para outro veiculo, para que o guincho fizesse a retirada do caminhão.

  • Pinhão - Prefeitura fará apresentação da Lei Orçamentária 2018

    A Prefeitura de Pinhão fará uma audiência pública para apresentação da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2018, na quarta dia 27, às 9h, na Câmara Municipal, voltada a população. 

     

    Todos os munícipes, movimentos sociais e populares, entidades setoriais, industriais, comerciais, sindicais, profissionais, acadêmicos e de pesquisas, conselhos profissionais de classe, conselhos municipais, organizações não governamentais e quaisquer outros segmentos representativos da população em geral, estão convidados para participar. 

     

     

     

     

    Por Assessoria

     

     

     

  • Pinhão - Prefeitura abre licitação para revitalizar a Praça do Escoteiro

    O processo de definição da empreiteira responsável pela revitalização da Praça do Escoteiro, já tem data para começar. Isto porque, a licitação está marcada para o dia 03 de outubro, às 9h, no Paço Municipal. 

     

    Vencerá a concorrência pública a empresa que cumprir todos os requisitos e apresentar o menor preço para a revitalização da área localizada em frente ao Fórum da Comarca de Justiça de Pinhão. 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.