Últimas notícias de todo estado do Paraná

A viúva do locutor Lombardi, que trabalhou por cerca de três décadas com o apresentador Silvio Santos, não conseguiu na Justiça do Trabalho o reconhecimento de vínculo de emprego do marido com o grupo no período de 2005 até a sua morte, em dezembro de 2009.

 

A Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho desproveu o agravo de instrumento pelo qual a defesa do locutor tentava comprovar a existência de subordinação na relação de Lombardi com o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) e oito empresas do Grupo Silvio Santos.

Setor automotivo no Paraná é o que mais gera emprego no País

Confira outras matérias publicadas em Paraná
- 07/10/2017

O polo automotivo no Paraná foi o que mais gerou empregos com carteira assinada no setor nesse ano no País.

 

Levantamento do Observatório do Trabalho, da Secretaria de Estado de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos com base nos dados do Cadastro de Empregados e Desempregados (Caged) mostra que, sozinho, o Paraná respondeu por 29% das contratações no segmento no Brasil.

Setor automotivo no Paraná é o que mais gera emprego no País

Confira outras matérias publicadas em Paraná
- 06/10/2017

O polo automotivo no Paraná foi o que mais gerou empregos com carteira assinada no setor nesse ano no País.

 

Levantamento do Observatório do Trabalho, da Secretaria de Estado de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos com base nos dados do Cadastro de Empregados e Desempregados (Caged) mostra que, sozinho, o Paraná respondeu por 29% das contratações no segmento no Brasil. Das 6.193 vagas criadas em todo País de janeiro a agosto, o Paraná foi responsável por 1.775.

Metade das mulheres que tiram licença-maternidade não está mais no emprego um ano após o início do benefício. É o que mostra estudo da FGV EPGE (Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getulio Vargas).

 

"Fizemos uma trajetória do emprego entre as mulheres de 25 a 35 anos que tiraram licença-maternidade entre 2009 e 2012 e constatamos que, um ano após o início da licença, 48% delas estavam fora do mercado de trabalho", diz a professora da FGV EPGE Cecilia Machado, autora de estudo sobre o tema com Valdemar Neto, aluno de doutorado da instituição.

Noroeste liderou geração de vagas no primeiro semestre no Paraná

Confira outras matérias publicadas em Paraná
- 26/07/2017

A região Noroeste foi a campeã de geração de empregos no Paraná no primeiro semestre deste ano.

 

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, mostram que foram criados 5.505 novos empregos com carteira assinada na região. O número é resultado da diferença entre contratações e demissões no período.

Pagina 1 de 35