Últimas notícias de todo estado do Paraná

MP pede prisão de servidora municipal que falsificava livro ponto


Publicado por: - 10/08/2017

As Promotorias de Justiça de Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro paranaense, ajuizaram ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra uma agente comunitária de saúde da Unidade Básica de Saúde da Vila São Pedro.

 

Segundo apurou o Ministério Público, a servidora preenchia irregularmente o livro ponto, mesmo não cumprindo integralmente seu expediente de trabalho.

 

A ação pede cautelarmente o bloqueio de bens da servidora no montante de R$ 157 mil e sua condenação às penas da Lei de Improbidade, como perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e pagamento de multa, entre outras.

 

Além da ação por improbidade, o Ministério Público apresentou denúncia criminal por coação no curso do processo contra uma advogada, irmã da servidora, que estava constrangendo testemunhas do procedimento investigatório aberto pelo MPPR para investigar o caso. Tendo em vista que o comportamento da ré e de sua irmã visava impedir o andamento regular do inquérito, foi requerida a prisão preventiva de ambas.

 

Após a abertura, em 31 de maio, do procedimento investigatório, outra irmã da ré foi nomeada coordenadora do Programa Saúde da Família no município, tornando-se, assim, chefe da servidora e das testemunhas do processo, fato que também causou constrangimento entre as testemunhas. Em vista disso, a Promotoria de Justiça emitiu recomendação administrativa ao prefeito determinando a exoneração da recém-nomeada irmã da ré.

 

 

 

 

 

Por assessoria

 

 

 

46034
com_k2.item
(0 estrelas, média 0 de 5)
MP pede prisão de servidora municipal que falsificava livro ponto0 out of 50 based on 0 voters.


Confira outras matérias publicadas em Paraná

Veja também:

  • PM é preso em flagrante sob a suspeita de estuprar garota de 14 anos

    Um policial militar de São Paulo foi preso em flagrante, nesta terça dia 22, sob a suspeita de ter praticado o crime de estupro contra uma jovem de 14 anos em um ônibus de viagem, que tinha como destino Londrina, no interior do Paraná.

     

    De acordo com o registro da ocorrência, o qual o UOL teve acesso, o soldado Fabrício Souza dos Santos iria para a cidade do Paraná visitar a família.

  • Homem é preso após ameaçar o pai de morte e cuspir em seu rosto

    Ocorrências policiais envolvendo pessoas em situação de surto que se insurgem contra familiares são registradas com frequência pela Polícia Militar (PM), conforme o capitão Vilson Laurentino da Silva.

     

    De acordo com o oficial, o último caso do gênero em Apucarana aconteceu por volta das 2h50 da madrugada desta terça dia 22, em imóvel na Rua Ítalo Ado Fontanini, na área central da cidade de Apucarana.

     

    No local um homem de 34 anos foi preso por policiais militares após cuspir várias vezes no rosto de seu pai, além de ameaçá-lo de morte. "Esse indivíduo estava tão alterado que durante o trajeto até Delegacia, já na viatura policial, ele continuou a proferir ameaças contra o pai", relatou o capitão Vilson.

     

     

    Aguarda definição

     

    De acordo com a investigadora Devany, até as 12h20 desta terça dia 22, o homem permanecia detido na 17ª SDP aguardando a definição do tipo de enquadramento a ser definido pelo delegado responsável. (Com TN ONLINE)

     

     

     

  • Quedas - Homem é preso na Vila Dias

    No domingo dia 06, durante patrulhamento pela Vila Dias em Quedas, a equipe da PM avistou um indivíduo que ao perceber a presença policial agiu de maneira nervosa, dado voz de abordagem o mesmo não acatou então a equipe emanou ordens novamente ao cidadão.

     

    Foi necessário uma atitude mais enérgica por parte dos policiais, feito abordagem nada foi encontrado em sua posse.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.