Últimas notícias no Brasil e no Mundo

A cada ano, quase três milhões de jovens abandonam a escola no Brasil. É o que apontou o estudo Políticas Públicas para Redução do Abandono e Evasão Escolar de Jovens, elaborado pelo Insper (Ensino Superior em Negócios, Direito e Engenharia) e divulgado nesta terça dia 17. As informações são da Agência Brasil.

 

Ao final deste ano, um em cada quatro jovens entre 15 e 17 anos de idade vão abandonar seus estudos, não vão se matricular para o ano seguinte ou serão reprovados. Isso corresponde a um universo de 2,8 milhões de pessoas (27%), entre os 10 milhões de jovens estimados no país nessa faixa etária e que deveriam, de acordo com a Constituição, estar frequentando a escola.

Entre as regras a serem seguidas pelos candidatos que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na elaboração da prova de redação está o respeito aos direitos humanos. Quem defender ideias avaliadas como contrárias aos direitos humanos poderá receber nota zero na redação.

 

De acordo com a Cartilha do Participante – Redação no Enem 2017, divulgada ontem dia 16, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), algumas ideias e ações serão sempre avaliadas como contrárias aos direitos humanos, como: defesa de tortura, mutilação, execução sumária e qualquer forma de “justiça com as próprias mãos”, isto é, sem a intervenção de instituições sociais devidamente autorizadas.

O pagamento dos recursos do PIS/PASEP começa nesta semana, de acordo com o calendário divulgado pelo governo federal.

 

O pagamento para os correntistas da Caixa (PIS) e Banco do Brasil (Pasep) ocorrerá nesta terça dia 17. A Caixa estima que será creditado um saldo total de R$ 148,3 milhões nesta terça e o Banco do Brasil, R$ 90,2 milhões.

O vice-embaixador da Coreia do Norte junto às Nações Unidas, Kim In-ryong, disse à ONU na segunda dia 16, que a situação na península atingiu "um ponto muito arriscado" e que "uma guerra nuclear pode eclodir a qualquer momento".

 

Kim In-ryong falou diante de um comitê de desarmamento da organização, afirmando que "a Coreia do Norte apoia a eliminação total de armas nucleares e os esforços de desnuclearização do mundo inteiro", mas que o país não poderia assinar o Tratado de Banimento de Armas Nucleares devido a ameaças por parte dos Estados Unidos.

O empresário Joesley Batista, da JBS, enviou uma carta ao ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), defendendo a manutenção de seu acordo de delação premiada.

 

Em setembro, a PGR (Procuradoria-Geral da República) anunciou o rompimento do acordo e denunciou Joesley, que foi preso. Cabe ao ministro homologar a rescisão do contrato.

A Justiça do Rio condenou uma viúva a dividir parte da herança do marido, estimada em R$ 12 milhões, com a amante dele.

 

O morto, era casado havia 48 anos, mas manteve um relacionamento extraconjugal de 17 com uma secretária que trabalhava na mesma repartição que ele.

Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo apreendeu 27 celulares e drogas escondidas em sanduíches durante inspeções realizadas em CDPs (Centros de Detenção Provisária) na capital paulista e região metropolitana. 

 

Agentes encontraram duas sacolas com 27 celulares na área externa do CDD de Suzano.

Os incêndios em Portugal já mataram 32 pessoas e feriram 56. Segundo a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), ontem dia 15, foi o dia mais crítico do ano. Entre os feridos, 20 são bombeiros.

 

Segundo dados divulgados hoje dia 16, pela ANPC, 39 pessoas foram socorridas (23 bombeiros e 16 civis), 56 estão feridas (16 delas em estado grave e um bombeiro) e 40 têm ferimentos leves. Há ainda sete pessoas desaparecidas.

Uma unidade da Arcos Dourados Comércio de Alimentos Ltda., franqueadora da rede de lanchonetes McDonald’s na América Latina, foi condenada a indenizar em R$ 30 mil uma atendente que foi acusada de furto e obrigada pela gerente a se despir na presença de duas colegas.

 

A Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho, em julgamento de recurso, restabeleceu o valor fixado no juízo de primeiro grau por considerar o tratamento vexatório, humilhante e desrespeitoso aos princípios da dignidade da pessoa humana, da inviolabilidade psíquica e do bem-estar individual do ser humano.

Sem atividade parlamentar, passaporte e proibido de sair de casa à noite, desde 26 de setembro, por decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) terá o futuro decido amanhã dia 17, pelos colegas no Senado.

 

Em uma sessão no plenário da Casa o tucano pode retornar ao cargo caso a maioria dos senadores, 41, opte pela derrubada da decisão do Supremo.

Um policial civil foi morto ao trocar tiros com criminosos que atacaram a sede da empresa de segurança e transporte de valores Protege em Araçatuba, no interior de São Paulo, na madrugada desta segunda dia 16.

 

O grupo de cerca de 30 bandidos estava distribuído em vários carros e caminhonetes, com armamentos pesados como fuzis 0.50 (capazes de derrubar aviões), granadas e bananas de dinamite que foram usadas para explodir o cofre da empresa, de acordo com a Polícia Militar.

Um médico foi sequestrado junto com a ambulância de um posto de saúde na madrugada de ontem dia 15, no Complexo da Maré, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro.

 

Segundo a Polícia Civil divulgou hoje dia 16, criminosos invadiram a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Maré por volta das 2h45 de domingo.

O crédito bancário do quinto lote de restituição de Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2017 foi liberado hoje dia 16.

 

Contempla mais de 2,3 milhões de contribuintes com R$ 2,8 bilhões.

As gêmeas siamesas Anick e Destin têm poucas semanas de vida, mas já colecionam histórias memoráveis e grandes emoções desde o instante que nasceram.

 

Elas vieram ao mundo em uma região da República Democrática do Congo chamada Muzombo - onde não há qualquer hospital ou estrutura para acolher um caso desse tipo.

O narcotraficante Luís Fernando da Costa, mais conhecido como Fernandinho Beira-Mar, foi um dos "clientes" de uma rede de doleiros que movimentou R$ 8,5 bilhões durante a última década para criminosos do Brasil e do Paraguai.

 

A informação é do procurador da República João Vicente Beraldo Romão, responsável por denunciar 34 pessoas no âmbito da Operação Hammer-on, que investiga crimes contra o sistema financeiro, lavagem de dinheiro e organização criminosa.