Últimas notícias no Brasil e no Mundo

Americana inicia trabalho de parto usando máscara do Chewbacca. Veja o vídeo


Publicado por: - 11/01/2017

A americana Katie Stricker Curtis resolveu aliviar as dores do parto com um pouco de humor.

 

No hospital, já deitada na maca e toda conectada a aparelhos, Katie decidiu colocar sua máscara de Chewbacca, personagem da saga Star Wars, logo antes de entrar em trabalho de parto. 

 

A máscara altera a voz de quem a está usando para se parecer com os barulhos do personagem e é a mesma usada pela 'Mamãe Chewbacca', que ficou famosa na internet. 

 

Katie entrou na brincadeira e, pelo menos por alguns segundos, expressou sua dor de forma bem mais dramática - e engraçada - com os grunhidos de Chewbacca. "Só porque estou prestes a ser mãe, não significa que eu preciso crescer!", escreveu na legenda do vídeo que postou no Facebook.

 

Confira o vídeo: 

 

41443
com_k2.item
(0 estrelas, média 0 de 5)
Americana inicia trabalho de parto usando máscara do Chewbacca. Veja o vídeo0 out of 50 based on 0 voters.


Confira outras matérias publicadas em Notícias no Brasil e no Mundo
Mais sobre

Veja também:

  • Mulher dá à luz menino de 6,5 quilos e 55 centímetros

    Com pouco mais de um mês de vida, Loyalty Adonis Grover já usa roupas para crianças de nove meses.

     

    Isso porque o garotinho, nascido em 6 de dezembro, chegou ao mundo com 6,5 quilos e 55 centímetros.

  • Criança morre durante parto e teve pescoço cortado para ser retirada

    O casal de agricultores Leonardo Kuester e Miglia de Paula, residentes no município de Mercedes, procurou a reportagem da Rádio Guaçu de Toledo e o site Radarbo.

     

    Para cobrar das autoridades competentes uma ação visando evitar que outros casais passem pelo que estão vivendo após a filha Julia Gabriele Kuester, morrer durante um parto na Casa de Saúde Bom Jesus, em Toledo.

  • Humanização: Definidas diretrizes de atenção após o parto

    Portaria do Ministério da Saúde publicada hoje dia 24, no Diário Oficial da União institui diretrizes para a atenção integral e humanizada à mulher e ao recém-nascido no chamado alojamento conjunto – local em que, após o nascimento, mãe e bebê permanecem juntos até a alta médica.

     

    De acordo com o texto, o alojamento conjunto se destina a mulheres clinicamente estáveis e sem contraindicações para a permanência junto ao seu bebê; recém-nascidos clinicamente estáveis, com peso maior ou igual a 1,8 quilograma (km) e idade gestacional maior ou igual a 34 semanas; e recém-nascidos com acometimentos sem gravidade, como icterícia e malformações menores.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.