Últimas notícias de Marquinho

Projeto de bloqueadores de celular nos presídios do Paraná será retomado


Publicado por: - 17/01/2017

O Secretário de Segurança Pública, Wagner Mesquita, afirma que o governo vai retomar o projeto de instalar bloqueadores de sinal de celular nos presídios do Paraná.

 

O plano é antigo, mas acabou adiado por uma série de reviravoltas.

 

Em novembro de 2014, a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou uma lei que obrigava as operadoras de telefonia a fornecerem o serviço. As empresas, porém, entraram na Justiça, e em agosto do ano passado o Supremo Tribunal Federal (STF) revogou as leis do Paraná e de mais três estados, desobrigando as teles de fazerem o bloqueio.

 

“É um projeto custoso”, diz Mesquita.

 

Algumas penitenciárias pelo país já possuem o sistema. Em São Paulo, o governo estadual pagou R$ 31,2 milhões em 2014 para a instalação da aparelhagem em uma única unidade, em Presidente Venceslau. O bloqueio de celulares é tido como uma das medidas fundamentais para atrapalhar o diálogo das facções entre os que estão dentro e fora do sistema carcerário. Mas não é a única: também devem ser implantadas, segundo o governo, a visita virtual feita pelo computador –, nos moldes das penitenciárias federais, e as audiências judiciais por videoconferência, para evitar o deslocamento dos presos e o risco dos policiais que os escoltam.

 

“Nós temos que bloquear as comunicações [de celular], sim, mas permitir que haja uma comunicação [com visitantes] controlada”, diz Mesquita. (Com Paraná Portal)

 

 

 

41627
com_k2.item
(0 estrelas, média 0 de 5)
Projeto de bloqueadores de celular nos presídios do Paraná será retomado0 out of 50 based on 0 voters.


Confira outras matérias publicadas em Marquinho

Veja também:

  • Paraná criou 28,6 mil empregos com carteira assinada até setembro

    O Paraná registrou um saldo positivo de 28.623 empregos com carteira assinada de janeiro a setembro de 2017, mostram dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na quinta dia 19, pelo Ministério do Trabalho. O saldo refere-se à diferença entre admissões e demissões.

     

    Foi o melhor resultado dos últimos três anos. Em 2016, no mesmo período, o saldo estava negativo em 20.726 empregos. Em 2015, na mesma base de comparação, foi negativo em 14.406 vagas.

  • Paraná e Santa Catarina são os primeiros a receber alertas de desastres naturais via celular

    A população dos estados do Paraná e Santa Catarina já pode contar com os alertas emergenciais da Defesa Civil via mensagens de celular. 

     

    Os avisos serão enviados aos telefones assim que forem identificadas situações de riscos que possam acarretar desastres naturais. Para ter acesso à novidade, os usuários precisam cadastrar o Código de Endereçamento Postal (CEP) de interesse, respondendo a mensagem encaminhada pelas operadoras de telefonia móvel. O serviço é gratuito.

  • Paraná é destaque nacional em doação e transplante de órgãos

    O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, apresentou nesta quarta dia 18, em Foz do Iguaçu, um balanço geral da evolução do Sistema Estadual de Transplantes do Paraná, considerado hoje um dos mais eficientes do país.

     

    Durante a abertura do XV Congresso Brasileiro de Transplantes, o secretário relatou como o Estado conseguiu avançar tanto nesta área, mais que triplicando o número de doações de órgãos e quintuplicando o volume de transplantes.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.