O presidente Michel Temer retornou hoje dia 1°, a Brasília após passar por uma cirurgia em São Paulo na semana passada e permanecer em repouso.

 

Temer saiu da capital paulista no início da manhã e chegou em Brasília por volta das 10h30.

O brasileiro Michel Temer é considerado o presidente com maior taxa de rejeição do mundo, atrás até do venezuelano Nicolás Maduro, indicou uma pesquisa do grupo de análise política Eurasia.

 

De acordo com a sondagem, que coletou dados a partir do mês de agosto, Temer detém 3% de aprovação popular, a menor em todo o mundo.

No dia em que denúncia por obstrução de justiça e organização criminosa deve ser votada, o presidente da República, Michel Temer, passou mal e foi encaminhado para o centro cirúrgico do Hospital do Exército, em Brasília (DF).

 

A notícia foi divulgada pela jornalista Andréia Sadi, da GloboNews.

O técnico Felipão vai esperar para ver a campanha que o governo federal promete lançar nos próximos dias nas redes sociais, comparando-o com a presidente cassada Dilma Rousseff, para avaliar o conteúdo da peça. Caso entenda que sua imagem está sendo arranhada, pretende processar a União.

 

"Se a campanha usar o nome do treinador, ou sua imagem, de forma pejorativa, ele responderá pública e judicialmente contra o governo Temer", informou à reportagem a assessoria do treinador.

Um grande esquema de segurança foi montado para recepção do presidente Michel Temer na região Oeste do Paraná, nesta sexta-feira.

 

O avião presidencial deve chegar ao aeroporto de Toledo às 14h. Para a chegada de Temer, serão mobilizados grupo de seguranças, militares, civis, policiais rodoviários federais e Samu.

Pagina 1 de 15