O Prefeito Sebastião Campos assinou esta semana com o governador Beto Richa, convênio para repasse de patrulha rural, através do consórcio intermunicipal Vale do Jordão.

Serão 5 máquinas e 5 caminhões O km que atenderão o município em 2018.

Um acidente foi registrado na tarde desta terça dia 02, na PR 459 trecho que liga Reserva do Iguaçu a cidade de Pinhão.

 

Uma carreta carregada com sementes seguia sentido Pinhão quando de repente o motorista se viu obrigado a desviar de um outro veículo que seguia o sentido contrário e que havia perdido o controle da direção.

O vendaval que ocorreu na madrugada dessa quarta dia 26, provocou muitos estragos no Parque Industrial do município de Reserva do Iguaçu.

 

20 casas foram totalmente destruídas, vários barracões das empresas foram jogados ao chão. A Agropecuária Nunes teve perda total.

Após 12 dias de governo, o prefeito de Reserva do Iguaçu, Sebastião Campos (PMDB), ainda não sabe exatamente a real situação em que o Município se encontra. 

 

De acordo com o prefeito, não houve um processo de transição e, a cada dia, os problemas deixados pelo governo de Emerson Julio Ribeiro vão se avolumando.

Em Reserva do Iguaçu, o novo prefeito, Sebastião Campos (PMDB), encontrou a prefeitura num caos .

 

O ex-prefeito não repassou as chaves nem fez a transmissão de cargo a Sebastião Campos.

Primeiro ato administrativo do prefeito de Reserva do Iguaçu, Sebastião Campos (PMDB), foi uma reunião com os funcionários municipais na Câmara Municipal na manhã desta segunda dia 02.

 

Sebastião abriu a reunião, “Quero agradecer a oportunidade de ser colega de trabalho de vocês nesses próximos quatro anos, a grande maioria já fomos grandes companheiros de trabalho”.

Na tarde de ontem dia 28, no Fórum Eleitoral em Pinhão, lotado de reservenses e muitos pinhaõenses, a juíza eleitoral em exercício, Daniana Schneider, diplomou o prefeito eleito de Reserva de Iguaçu, Sebastião Campos e seu vice, Paulo Sergio Nunes.

 

E explicou que a diplomação acontecia nesta data em respeito à decisão do Superior Tribunal Eleitoral (TSE), que deferiu o registro de suas candidaturas.

As duas pontes que fazem parte da obra de pavimentação da rodovia PR-459, entre Reserva do Iguaçu e Pinhão, foram liberadas para o tráfego.

 

As novas estruturas garantem maior segurança e conforto para os motoristas que circulam pela região.

A Ministra Luciana Lóssio, do Superior Tribunal Eleitoral, relatora do recurso especial  que estava em trâmite no STE, em despacho na tarde deste domingo dia 18, deferiu os registros de candidaturas de Sebastião Campos e Paulo Sérgio.

 

Que foram eleitos para o cargo de prefeito e vice-prefeito, respectivamente, no pleito eleitoral de 2016 para o Município de Reserva do Iguaçu.

A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) concedeu um agravo de instrumento ao ex prefeito de Reserva do Iguaçu, Sebastião Campos, e mantém indefinido o resultado das eleições de 02 de outubro.

 

Apesar de ter vencido as eleições, Campos perdeu na Justiça na Comarca de Pinhão e em Curitiba e foi considerado “ficha suja”, não podendo assumir o cargo a partir de janeiro de 2017. 

Sebastião Campos, Prefeito Eleito pela maioria de votos no Município de Reserva do Iguaçu, obteve  nesta sexta dia 18, uma importante decisão liminar perante o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná- TJPR.

 

Que poderá ser decisiva no julgamento do recurso eleitoral que está em trâmite no Tribunal Superior Eleitoral, (TSE).

A obra de pavimentação da rodovia PR-459, entre Reserva do Iguaçu e Pinhão, está com todo o serviço de terraplanagem concluído.

 

As equipes contratadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) atingiram nesta semana 100% de execução desta importante etapa. 

A ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), julgou improcedente os pedidos de registro das candidaturas de Sebastião Caldas Campos e de Paulo Sérgio Nunes, mantendo os dois inelegíveis.

 

A ministra seguiu as decisões da Justiça Eleitoral de Pinhão e do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que já haviam julgado que os dois candidatos, aos cargos de prefeito e vice de Reserva do Iguaçu, respectivamente, estavam inelegíveis.

As eleições em Reserva do Iguaçu ainda não estão definidas.

 

O candidato vencedor, Sebastião Campos (PMDB), pode ser considerado inelegível e novas eleições podem ser realizadas no município.

A decisão de quem serpa prefeito está indefinida.

 

No site do TSE o candidato Sebastião Campos aparece inelegível. Emerson até agora é dado como eleito.